Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Férias numa palavra: CASA

por Fátima Bento, em 17.08.17

A casa é onde está o coração, segundo dizem... fomos daqui e depois de uma breve paragem no Aquapólis em Abrantes, seguimos para a casa do avô, em Vinha Velha - Cardigos - Mação. A casa está de pé, mas nem entrei lá dentro, que não tinha a chave, nem me apeteceu ir buscá-la. Com dinheiro e desejo seria recuperável - infelizmente tenho muito do segundo, a despeito do primeiro, e um processo de habilitação de herdeiros que não sei como vai ser feito, quanto mais o de partilhas...

 

Mas a verdade é que aquela casa me chama. 

 

Não sei explicar mais nada, mas parada em frente àquela fachada, o adn ferve-me nas veias, onde o sangue corre mais depressa. Sei que tenho menos de 5% de hipóteses de ficar com ela (e a recuperar, que é o maior imbróglio), mas só chegar até lá, parar o carro, ficar a olhar para ela e pensar que é um bocadinho minha, aquece-me o coração.

 

Ignoro se vai passar deste ano, com o desvario do fogo que vai para aquelas zonas, não sei nada (como ninguém dali sabe nada, de resto). Sei que quero mudar-me para ali por alturas da reforma, comprar uma pequena casa com terreno anexo onde plante meia dúzia de alimentos (aquela terra é tão generosa!), e tenha uma capoeira com galinhas para recolher os ovos - que não tenho intenção de matar nenhuma.

 

Deste último encontro com a casa (que desejo muito repetir em Dezembro quando lá voltar), trouxe o mimo de meio litro de amoras colhidas das silvas que amarinhavam pelos muros exteriores do pátio, fora as que fui comendo aquando da colheita... coisa que não via há uma mão cheia de anos. 

 

amoras.JPG

 

As saudades vão ser omnipresentes, mas enquanto puder parar o carro em frente dela e recordar os momentos felizes que lá passei... vou sendo feliz.

 

À minha maneira. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 observações

Imagem de perfil

De Happy a 17.08.2017 às 17:38

Há lugares que são pedaços de nós Image
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 17.08.2017 às 22:17

Dê o mundo as voltas que der!
Imagem de perfil

De Triptofano! a 18.08.2017 às 00:52

Como são boas as amoras selvagens! :)


Desejo-te sorte para o processo de partilhas, a minha mãe passou à pouco pelo mesmo processo e foi extenuante mentalmente, porque há quem queira preservar o legado e há quem por meia dúzia de notas esqueça de onde veio e revele o que se tornou!
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 18.08.2017 às 21:44

Estou de coração ao largo. Sei que vai ser uma confusão e não me tenciono envolver mais de que o qb incontornável. As herdeiras mais diretas são a minha mãe e a minha tia - que está no Brasil desde 74/75. E eu e a minha irmã e dois primos. Com metade dos herdeiros no Brasil, vai ser um passo à frente e cinco atrás... a minha mãe que ponha a advogada dela a tratar do assunto, que eu não gasto um tusto com a coisa...
Há o terrenos com a casa, quatro hortas e uma coutada de pinheiros. Havia dinheiro no banco... não sei que é feito disso, e mesmo que os ditos pinheiros sejam um monte de cinzas, alguém há-de estar a ganhar dinheiro com o assunto (provávelmente quem tomou conta da minha tia nos últimos anos.
Não me complica com o sistema nada disso... mas há (!!!) compradores para a casa do avô (e terreno circundante, claro). De resto, olha, quero ir morar para lá daqui a uns aninhos, mas estou a ver-me a comprar uma pequena casa com um terrenozito à volta.
Não acredito conseguir ficar com a casa, e recuperá-la seria mais dispendioso de que comprar uma mais pequena...  


É deixar andar... Image
Imagem de perfil

De David Marinho a 18.08.2017 às 01:57

As casas são um problema. São partes da nossa vida, da nossa história, onde passamos grande parte do nosso tempo. Eu percebo-te..
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 18.08.2017 às 21:49

Estão cá dentro Image
E como os nossos mortos, ficam cá sempre, enquanto vivermos fazem parte de nós Image
Imagem de perfil

De David Marinho a 19.08.2017 às 00:29

Guarda-os sempre, é o mínimo!
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 20.08.2017 às 20:08

Fazem-nos mais felizes - por mim falo :)
Imagem de perfil

De David Marinho a 20.08.2017 às 21:51

Neste mundo cão, é essencial encontrarmos as coisas que nos fazem felizes.
Imagem de perfil

De Nuvem a 21.08.2017 às 13:49

é mesmo verdade. há lugares que, passe o tempo que passar, são nossos, mesmo que apenas vistos de fora!
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 21.08.2017 às 22:03

Mesmo, mesmo Image Image
Imagem de perfil

De CÉLIA a 21.08.2017 às 16:15

Só agora consigo comentar. Quando escreveste este post queria responder mas a sapo não reconhecia o meu blog então cá vai: temos uma casita que era da minha avó para os lados de Oleiros. Pois, mas a casita pertence a 3 irmãos, a minha mãe mais dois irmãos. Nós vamos até lá mas pronto, não é nossa. É um pedaçinho de mim, tenho carinho pela casa, pelo lugar. Compreendo perfeitamente o que sentes por isso desejo que consigas recuperar a casinha e que fique para ti. Este ano já lá estive a limpar tudo, a deixar tudo impecável e olha que a casa é bem velhinha, custa muito limpá-la mas valeu a pena, lá para Outubro vou lá outra vez. Beijinhos e tudo de bom ;)
Imagem de perfil

De Fátima Bento a 21.08.2017 às 22:08

A ver vamos. Mas obrigada pelas tuas palavras :)
Neste momento a minha preocupação mais imediata é a habilitação de herdeiros, porque esta é obrigatória por lei, e EU SEI que a minha mãe (que é uma pessoa - muito - complicada - e mazinha), se puder deixa-nos de herança uma multa choruda... esse é o primeiro problema a resolver. Depois as partilhas se verão...         

Opiniões, ta-taus, miminhos... AQUI!



Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagramem-me:





bloglovin1.jpg

 


Sigam-me aqui: