Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

25
Mai18

Olh'ós defeitos fresquinhos!...

Fátima Bento

S21.PNG

 

É engraçado a dificuldade que temos em responder a esta pergunta. Haverá exceções, mas quando se trata de enunciar a nossa maior qualidade, nós até conseguimos ter um na ponta da língua, que às vezes enfeitamos com modéstia.

Agora defeitos?

A maior parte das vezes fazemos uso de um defeito que, olhado de perto, é uma qualidade in disguise... e não considero isso estranho porque, da forma como vejo, não existem defeitos e qualidades, mas características. Se quiserem, podem apelidá-las de positivas e negativas, mas nem vou por aí... cada um de nós tem uma história que valida cada uma delas, independentemente das análises que terceiros fizerem destas.

 

Tudo isto para dizer que é-me extremamente difícil enunciar os meus... mas pelo desportivismo, vou fazer um esforço e encontrar alguns, tendo por base os cinco sentidos...

 

Olfato

 

 Cheiro mal dos pés. A sério, principalmente quando calço (um par em particular de) sapatilhas, sem meias. Man, às vezes consigo sentir o cheiro ATÉ com elas calçadas...boy oh boy...

 Testado e aprovado: o VIPpoo. Não têm noção, é que não têm noção... as minhas idas à casa de banho são excelentes para confinar as moscas que eventualmente existirem dentro de casa, a uma única divisão... mas o VIPpoo até resolve. E nos piores dias, quando não resolve, assimcumássim, minimiza...

 Finalmente, sofro de flatulência e meteorismo (já por aqui falei que tenho barriga de stress). Para encurtar, a Mia, que dorme dentro da cama, uma vez saiu de lá a abanar a cabeça, completamente atordoada... 

 

Visão

 

 Ao perto não vejo um boi. Népia. Quando estou com alguém, peço que leiam. Quando estou sozinha, se não tiver os óculos comigo, primeiro faço uma tentativa (ridícula) de pôr o braço à distância exata dos olhos por forma a ler. Ato continuo, pouso o objeto, e se for mesmo importante ler, volto noutro dia.

 Adoro cinema (como todos sabem). Mas mesmo se aqueles filmes em camadas, que nos fazem ler as entrelinhas das entrelinhas, e em que até o papel de parede ter flores azuis em vez de qualquer outra cor tem significado, me apaixonam, há alturas em que só quero mesmo entreter os olhos e a cabeça com qualquer coisa assim a atirar para o medíocre que me divirta. Adoro os Diário de uma Princesa, 1 e 2, (nem  me venham dizer que são maus!) e coisas muito, muito mais simples. Agora não me lembro de nada em particular, mas vou do excelente ao medíocre num piscar de olhos...

 O mesmo do que se lê acima sobre cinema se aplica a livros. E até gosto de ler alguns livros de auto ajuda, vejam bem! É ou não é defeito?

 

Audição

 Sou aquela que ouve jazz. Sim, até há bem pouco tempo, de rádio só ouvia a Smooth FM. Mas o meu lado apimbalhado gosta de Roberto Carlos. Porque sim. E há mais uma série de contra censos (olhá Dolly Parton! Olhó Kenny Rogers!) em meio ao que gosto de ouvir - a mais das vezes nem oiço, porque não me lembro, mas gosto...

 No carro ouço M80. Quando dá uma musica que gosto e não oiço desde milnovecentosecarqueja, entupo os ouvidos dos outros condutores que comigo se cruzares e tiverem os vidros abertos. Assim, à bimbalhona, mesmo.

 

Paladar

 Nada a assinalar. Não gosto de queijo nem de enchidos. Não como peixe com espinhas, que se calha ir uma à minha delicada boca, vou a correr para a casa de banho e vomito. Idem com gordura: se sinto demasiada gordura, casa de banho. Prontus.

 

Tacto

 sou uma santa! Quando estou em mim (não distraída) tenho todo o cuidado em não magoar terceiros! 

(não é esse tacto, idiota...)

 Nada a declarar, então...

 

Neste TAG participam para além de mim, a Happy, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Gorduchita, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, oP.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano 

(nomes ordenados alfabeticamente)

Espreitem o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano também podem espreitar pelo tag  52 semanas

24
Mai18

Coisas que me encanitam #jánemsei

Fátima Bento

Ontem estava eu à conversa com a Marquesa, aqui, e lembrei-me de uma coisa tão estúpida - a palavra é feia, mas é a aplicável - que vai continuando a ser hábito, pelo menos aqui nos arrabaldes da capital (sim, eu já disse que isto aqui, agora, também é Lisboa, mas a fonte é de um tamanho menor, ok?)

 

Pessoas que lavam a escada, sejam moradores ou contratados, particulares ou empresas, que quando acabam, despejam a agua imunda do balde para a rua em frente do prédio.  Nem lhes passa pela cabeça que alguém vai eventualmente pisar aquela água, entrar no prédio e cagar sapatinhar a escada recém limpa... isto cabe na cabeça de alguém? Se têm de a deitar fora, procurem uma sarjeta. Ou, mal por mal, depejem o balde encostando ao prédio...e mesmo assim, continua a ser uma porcaria, só se compreende se é alguém contratado que não tem como se livrar da água.

Agora, acabar o trabalho e cá vai disto! - é que se for alguém a passar, arrisca-se a levar com a agua em cima! - é de uma falta de civismo a toda a prova.

 

Haja paciência...

paciência om.PNG

 

23
Mai18

Manifesto da (minha) boa forma

Fátima Bento

manifesto.PNG

 

Venho, por meio desta lista de resoluções, mostrar quais as minhas reais preocupações e intenções no que diretamente diz respeito à minha boa forma física.

 

Começo por declarar que tenho entre vinte e cinco e trinta quilos a perder - sim, eu sei que vocês pensavam todos que eu era magra e elegante (); já fui, não sou, e não voltarei a ser da mesma maneira. Também não voltarei a sofrer de  anorexia, como antes de engravidar da Inez. Tenho cinquenta anos, dois filhos, hipotiroidismo e depressão e não sou o Benjamin Button - por isso vou conseguir atingir o peso que me faça sentir ok (isto é, faça diminuir a barriga - e não há milagres, porque tenho "barriga de stress" - e me seja menos difícil comprar roupa), e fico feliz.

 

Não quero ficar toda seca e musculada - nada contra, mas o meu tipo físico nunca foi esse, nem quando pesava 45 quilos.

 

Não vou olhar para a meta, porque uma das minhas máximas de vida é aproveitar a viagem, e não ansiar o destino. Isto vai lá um dia de cada vez, uma ida ao ginásio de cada vez. E um quilo de cada vez*.

 

Em termos práticos, isto quer dizer que:

 

 Vou parar com a avaliação nutricional;

 Vou ao ginásio sempre que for possível, fazer o que me apetecer nesse dia; 

 Vou deixar o meu corpo falar e ouvi-lo.

 Vou pensar antes de abrir a boca. E de a fechar.

 

Fundamentalmente é isto.

 

Quanto ao último ponto, tenho 27 livros sobre emagrecimento nas minhas estantes. Já li alguns na diagonal, já li três ou quatro de capa a capa, e já usei outros para consulta; conheço as leis básicas do processo de emagrecimento, e tenciono implementá-las. Uma de cada vez, com quedas do cavalo ocasionais - vou sacudir-me e montar outra vez.

 

Porque se fosse fácil, não era para mim: mas também não tem de ser assim tãããão difícil...

 

 * Por isso faltou fazer a festa: yesss, perdi dois quilos apesar de um mês infernal! Boa, miúda!

- over and out.

22
Mai18

Deadpool 2 - isto NÃO É uma critica de cinema

Fátima Bento

No domingo fomos ao cinema ver Deadpool 2.

 

Gostei mesmo muito do primeiro - enquanto que os politicamente incorretos Ted 1 e 2 (de Seth MacFarlane) não me conseguiram arrancar gargalhadas a sério, o anti herói da Marvel nem precisara de se esforçar  por aí além. 

Por isso ia um nadinha apreensiva - o teaser e o trailer pareciam interessantes, mas quantos trailers já vimos em que está tudo naqueles poucos minutos de promoção, vamos a ver o filme e não há muito a acrescentar?

 

Pois desengano-vos já: neste momento nem sequer me lembro do primeiro. Este filme é tão politica-incorretamente perfeito que não falha nada. Está lá tudo, incluindo crocs nos pés do nosso (anti) herói. 

 

O último filme que me levou às lágrimas de tanto rir, foi The Nice Guys/Bons Rapazes, com o Ryan Gosling e o Russell Crowe. Tão bom, que cada vez que o vejo, a mesma cena leva-me à semi-histeria (grande, grande Gosling!); mas penso que este Deadpool 2 ultrapassará a carga risória do mesmo. Estamos a rir de um gag, ainda não paramos e já se sucederam mais dois ou três.

 

Tão, mas tão bom!

 

Ryan Reynolds esmerou-se no guião, na produção e na atuação - as cenas de ação são todas feitas por duplos, que o rapaz está todo podre para a idade, sendo que neste filme não é difícil colocar duplos e dizer que é ele... dada a fatiota do mesmo.

 

Se desejam rir (mesmo muito) enquanto veem um filme inteligente, não percam este Deadpool 2 

 

dead.jpg

 

 

Mesmo, mesmo incontornável!

 

- melhor parece (mesmo) impossível!

 

P.S.: Já viram a quantidade de vezes que consegui usar a palavra mesmo num texto tão pequeno? Mesmo, mesmo muitas!

 

22
Mai18

Perdi dois quilos. MAS...

Fátima Bento

Ontem foi dia de avaliação nutricional; entrei mal. 

 

Primeiro, atrasada: vá lá saber porquê logo ontem não haviam espaços para estacionar - foi a primeira vez que aconteceu. E eu estava convencida que tinha ficado marcado para as 12:30h, e afinal era às 12:15h - às e 20 já tinha chamada no telefone (que estava em modo vibratório desde a véspera).

 

Para começo de conversa, disse-lhe que se não tivesse engordado era positivo, tendo em conta que tive o período e andei uma semana a devorar chocolate. E a ansiedade que tenho sentido por causa da Mia também não tem ajudado.

 

Fui-me pesar, menos dois quilos MAS como perdi 1% de massa muscular as well , como dizíamos na escola, não valeu. Recomeça tudo e corta com os substitutos de refeição - que é o que me tem garantido algum aporte de nutrientes nessa refeição (senão salto-a quase sem dar por isso) E tem igualmente prevenido o ataque ao chocolate, por ser doce. Pois que é para parar e voltar ao plano que me estipulou no mês passado. Posso comer um quadrado de chocolate preto (pode ser aquele da Lindt, com chili) por dia, mas que largue já as barras.

 

Agora a serio: eu não pedi nutricionista. Eu ando esgotada e com uma crise de sem-pachorra. As barras são um salva vidas - e que se f@%#a o açúcar que possuam. Para prevenir a perda de massa e muscular há o CLA - e tenho uma embalagem cheia, da Gold Nutrition, aqui em casa.

 

Tenho, segundo ME parece, 30 quilos para perder. Não vou lá assim, garanto. Hoje nem me apetece ir ao ginásio sequer - e se não for, só lá volto na sexta...

 

Afinal, eu tinha razão: acompanhamento nutricional, não é mesmo para mim...

 

nutricionista-maria-almeida-rio-de-janeiro-banner.

 

21
Mai18

Espanto e esperança :)

Fátima Bento

A Mia está melhor.

 

mia 1.PNG

 

Juro que não entendo como conseguiu começar a recuperar, ela que esteve presa à vida por um cabelo, dias a fio sem sequer se lavar - só me apercebi disso no dia em que a vi a lavar os bigodes, ao que se seguiu em valente banho que durou uns quantos minutos. Depois de uma semana inteirinha sem comer, que incluiu pelo menos dois dias sem beber. A vomitar o que quer que fosse que lhe tocasse no estômago. A chegar aos oitocentos gramas de peso, a ser possível contar todas as suas vértebras sem fazer a mínima pressão. Comigo a pegar-lhe com todo o cuidado, com medo de a magoar.

 

A verdade é que desde sexta feira, ela começou a comer, a beber com regularidade, e ontem levou o dia todo a pedir comida - não é uma comida qualquer; é o que lhe apetece. O que vale é que o leque de ofertas cá em casa, neste momento, é vasto. E quando voltar logo tenho de trazer mais umas saquetas e umas latinhas. Quanto à ração, apaixonou-se pela ração para crias marca branca Continente - nada contra...

 

A digestão da Mia ouve-se. Da água ao resto, os brumbrumbruns dos intestinos. Mas ela tem aguentado tudo dentro, e quando passamos as mãos no seu corpinho, já se sente algo mais fofinho de que apenas a ossatura. E o pelo está mais bonito, não tem o ar oleoso que já teve. Continua levezinha, mas deverá estar no quilo, penso, já que não a voltei a pesar porque ela não gosta...

 

Continua a querer companhia, mimos, já pede festas quando nos deitamos e estamos de luz apagada - quando digo vamos dormir, ela espeta as unhas no colchão não, mommy quero mais miminhos, coisa que mais de que uma vez já me levou a levantar a voz com um Ó-Ó!, sem espaço para argumentos - mas já nem me lembro quando foi a última vez!

 

Todas as pequenas manifestações da personalidade da pequenita são agora saudadas com um sorriso de espanto e prontamente acudidas.

 

Sem querer mandar foguetes, sem querer tomar nada como certo, a verdade é esta:

 

a Mia está (mesmo) melhor!

 

19
Mai18

A minha semana pela positiva

Fátima Bento

5.PNG

 

Em dia de bodas reais, a razão de escolha da cor é óbvia...

 

Numa semana em que me senti a mudar o peso do corpo de uma perna para a outra, a cause da ansiedade que se fez presente e companheira, houve coisas boas. A saber...

 

Seg.PNG

Voltei ao ginásio depois de quatro dias sem lá pôr os pés. Mas tendo em conta que tinha horas para sair, fiz o treino mais curto: as três maquinas, mais o caçador, a tartaruga e o gato. O dia estava lindo, e eu vesti (finalmente!) um vestido comprido com um casaco de malha fina, igualmente comprido. 

À noite fiz as minhas primeiras power balls. Não ficaram famosas, mas tenho futuro ;)

ter.PNG

Fui ao cinema! Fui ver Guernesey - A Sociedade Literária da Tarte de Casca de Batata, um filme delicioso! E há nem sei quanto tempo não ia ao cinema sozinha... 

qua.PNG

Acabei o livro que andava a ler, A Livraria noite e dia do Senhor Penumbra, de manhã, numa maratona em que fiquei enroscada com a Mia. No ginásio e fiz o treino mais longo - mas a meio comecei a sentir-me ansiosa para voltar para casa. Ainda assim acabei-o, e quando fui tomar duche descobri que não tinha colocado o gel lavante na mochila... ele há dias...

Tinha um punhado de coisas para fazer mas voltei direto; delegar para o dia seguinte às vezes é o melhor a fazer...

qui.PNG

Dia de ir para Lisboa mais cedo. Deixei o Rocinante no shopping, comprei uma raw bar - tinha feito um brunch cedo e já estava com fome. Apanhei o comboio, onde comecei um novo livro, A educação de Felicity

Mesmo o tipo de livro perfeito para o momento!

Quando cheguei a casa tinha a notificação do post dedicado à Mia, no Clube de Gatos do Sapo, escrito pela Marta. Fiquei de olhos marejados e coração cheio.

sex.PNG

Tinha de ir aos CTT (colocar uma encomenda que devia ter sido metida na terça feira), ir lavar o carro (que estava nojento), colocar combustível, ir ao Lidl e ao Celeiro. Juntem o ginásio a isto, e lá teria eu andado armada em bolinha de máquina pin ball... troquei o treino por uma hora na esplanada, onde acabei o livro que tinha começado na véspera. E fiz tudo o que tinha para fazer. Check!

 

Destaques da semana:

 

Apesar da vontade de estar todo o tempo do mundo com a minha pequenita, saí de casa todos os dias, e fiz sempre coisas diferentes, que me deram prazer. Não é fácil decidir, mas acho que o segredo é assumir os compromissos que fazemos connosco como tal - compromissos - e ater-nos a estes.

Mas sem fundamentalismos, já que há dias (como quarta) que não dá para mais, temos mesmo que encostar.

 

Uma boa semana para todos! 

18
Mai18

Sunshine Blogger Award #2

Fátima Bento

transferir (1).jpg

 

Agradeço desde já à 3ªFace a nomeação. Vou passar a responder às perguntas mas NÃO vou perguntar nada, nem nomear ninguém (desculpem qualquer coisinha...)

 

E então é assim (aquela frase que todos adoramos, não e?)

 

1) O que não sabes fazer e gostarias de aprender?

Andar de bicicleta. A minha mãe nunca deixou, e até hoje, é uma coisa que quero aprender. E falar alemão (estou a tratar disso)

 

2) Qual o teu lema de vida?

exc.PNG

 

3) O que estás a fazer para reduzir a tua pegada ecológica?

Evito comprar produtos com embalagem dupla - como pasta de dentes/cremes/cosméticos, champôs (p.ex) - dentro de caixas, compro recargas quando isso é possível, reutilizo o que posso. Separo o lixo; reciclo roupa - da que está em bom estado, faço doação, a roupa que só vale pela fibra, entrego na H&M para isso mesmo. Fecho a torneira enquanto espalho o gel de banho e/ou o champoo, mais o amaciador e a máscara - inclusive no ginásio...

 

4) Porque criaste o blog?

Já respondi a isso aqui, na primeira pergunta...

 

5) Se fosses ladrão por um dia, o que roubarias?

Tempo. Não roubava saúde, porque de certeza que quem a tem precisa dela.

 

6) Quem te inspira na vida e porquê?

Pode parecer arrogante mas ninguém. Há sempre dois lado para todas as moedas, e todos temos um lado lunar. Não consigo perguntar-me o que X ou Y faria no meu lugar, porque não estão, não estiveram. Só me resta inspirar-me no que vou fazendo e me vai transformando numa pessoa melhor.

 

7) Qual o teu hobby preferido?

Ui. Eu pintava livros, daqueles para adultos, mas deixei. Acho que não tenho hobbys! Há coisas que faço por prazer - escrever, ver cinema, ler... mas não são propriamente hobbys...

 

8) De que te arrependes?

De não ter feito uma força maior para implementar rotinas quando os meus filhos eram pequenitos...

 

9) Se eu te oferecesse um cheque-viagem de €5000, para onde ias?

Provavelmente dava uma volta ao país: fazia o roteiro, ficava em hotéis razoáveis, intercalados com outros bons e alguns muito bons, e conhecia e experimentava, o máximo que pudesse. 

 

10) Qual a tua maior qualidade?

Resiliência (agora se lhe podemos chamar qualidade...); paciência.

 

11) Que pergunta gostarias que eu te fizesse, e não fiz?

O que gostarias que constasse na tua lápide tumular? Mas não sei responder, precisava pelo menos de um dia inteiro a pensar no assunto...

 

18
Mai18

8 coisas que me tiram do sério...

Fátima Bento

52 peq.PNG

- semana 20 -

 

 Gente arrogante. Daquela arrogância insultuosa, que passa por cima de tudo como um bulldozer -  não um bulldozer qualquer mas aquele que sentem ser o melhor do mundo... pessoas que sentem ter ascendido a um qualquer Olimpo em vida, e que todos os outros seres são meros peões num jogo de xadrez que não tem outras peças. 

 Violência gratuita, predominantemente sobre crianças, idosos e animais. A utilização do poder do forte sobre o fraco e indefeso sob a forma de atos físicos ou psicológicos. Sinto raiva, desprezo e asco.

 Violência doméstica, seja dele sobre ela, seja dela sobre ele. O perpetrador de violência é invariavelmente um ser cobarde e que só se consegue sentir legitimado através do terror que provoca no outro, um carrasco que, sem vítima, não é nada. 

 Gente que minimiza a depressão. Felizmente nem toda a gente passou, ou tem alguém próximo que tenha passado por uma. Mas em 2018 existe informação suficiente a circular para que qualquer pessoa não tenha o cuidado de se informar, antes de disparar afirmações absurdas que não ajudam ninguém... muito pelo contrário: além de minimizarem a importância e abrangência da saúde mental, fazem o doente ficar ainda pior.

 Ases do volante, daqueles que põem em perigo os outros condutores que calha estarem na estrada na mesma altura, os peões que calha estarem nos passeios ou (deus nos livre,!) a atravessarem numa passadeira, que ultrapassam pela direita, que mudam para a outra faixa quando um carro está em manobras, pisando traços contínuos e não obedecendo a sinais verticais (por exemplo, o de passadeira)... esses energúmenos. E motociclos que passam em segunda ou terceira fila, em tangente, quase provocando ataques cardíacos...

 Pessoas que não ouvem - não não me refiro a pessoas surdas... é mais a quem fala, fala, e quando nos permite (finalmente!) fazer uso da palavra, ao invés de ouvir o que dizemos, vai congeminando o que vai dizer a seguir... já nem falo de quem nos faz uma pergunta e a meio da nossa resposta se vira para uma outra pessoa que está próxima e começa a falar de outro assunto, porque isso é (só pode ser...) patológico.

 Donos da verdade. Ai o que eu gosto (#sóquenão) de quem tem a certeza absoluta que é assim, e não há qualquer hipótese, por mais remota que seja, de ser de outra maneira...

 A frase mas quem é que fez/não fez  o que quer que seja (é um bocadinho indiferente, porque serve para tudo). O que é que interessa quem foi? Toca a arregaçar as mangas e tratar do assunto! Caracoles!

 

De certeza que há mais, mas por ora, ficamos com estas, sim?

 

Neste TAG participam para além de mim, a Happy, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Gorduchita, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, oP.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano 

(nomes ordenados alfabeticamente)

Espreitem o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano também podem espreitar pelo tag  52 semanas

 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Leituras do momento

1507-1 (1).jpg

 

A-Elizabeth-Desapareceu.jpg

 

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

bloglovin1.jpg

 

Instagramem-me:

Aqui e agora