Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

23
Out18

The Big 5-0 - saem mais dez respostas quentinhas para a mesa do canto!

Fátima Bento

Depois de na semana passada, o Big 5-0 ter sido substituído pelo Huge 25, esta semana cá está o terceiro pacote de respostas às vossas perguntas!

 

21 - Aos 50, olhando para trás achas que a tua vida seguiu o rumo que escolheste ou foi o destino que te trouxe até aqui? (Psicogata)

Eu não acredito no destino, mas entendo que na pergunta, destino poderia muito bem ser substituído por acaso. E não, não foi o acaso... foi uma sucessão de grandes e pequenos nadas que me trouxe onde estou hoje. Que não sendo o que esperava, também não está nos seus antípodas...

22 - A partir dos 50 é que é! Pronta para a ramboiada? (Inês, por comentário)

Sempre! Antes, durante e depois. Hei-de ser uma miúda até morrer...

23 - Se pudesses mudar alguma coisa na tua vida o que mudavas? (Célia)

Mudava algumas coisas... punha toda a minha gente saudável, a começar por mim. Perdia trinta quilos. Ia mais vezes a Londres ver a minha filha. Mudava-me com uma casa com vista para o mar, ou para o rio.

Como quase nada disto está ao meu alcance, pelo menos posso fazer dieta. Valhamosantinho...

 

24 - Aos 50 anos ainda há algum sonho da infância por realizar?(C.S)

Pois, se calhar... tenho dificuldade em recordar os meus sonhos de infância... aliás acho que passei tanto tempo em modo de sobrevivência que os sonhos ficaram um bocadinho on hold... Na adolescência descobri que gostava de escrever... e tenho-o feito.

Talvez o curso superior, que não acabei...

25 - Achas que podes ser sempre jovem, contes os que contares? (cheia

Há um lado meu que não cresce. Nunca cresceu e não há-de crescer, porque o alimento criteriosamente. Faz-se presente cada vez menos, porque há pequenas coisas que deixaram de me passar ao largo e agora me fazem tangentes, o que me altera o estado de espírito... tenho cada vez menos poder de encaixe. Isso faz com que a criança se manifeste menos vezes... mas quando o faz... ah,faz!

26 - A vida vai-nos mudando. Quais os princípios que consideras serem os mais valiosos, os que te acompanharam sempre e nunca mudaram?(happy)

Não mentir. Omitir, aceito, as little white lies, pronto, ok. Mas sobre coisas basilares, não. Nunca, nunca, nunca ser fundamentalista, com nada. Há sempre dois lados para todas as questões. Ser empática, e lembrar-me que não há forma de saber o que faria se estivesse nos sapatos do outro - porque não estou, não estive, nem estarei.

Sorrir, agradecer, pedir por favor. Não custa nada, e faz toda a diferença.

 

27 - Se pudesses dar um conselho ao teu eu de 20 anos, qual seria? (mami)

Esta pergunta - e há mais uma ou duas parecidas - são as mais difíceis de responder das 50+algumas que me fizeram. Só me ocorre, não percas a esperança. A coisa há-de melhorar. Espera.

28 - Que opções diferentes terias tomado?(happy)

Provavelmente teria feito tudo igual. Fiz o que pude mediante as circunstâncias. Às vezes é uma questão de escolha, outras, de sobrevivência, com as armas que (não) nos deram para lutar quando éramos novinhos... 

29 - O que mais amas fazer na tua vida?(Tânia @TGV via Instagram)

Ir ao cinema. São duas horas em que as coisas do dia-a dia ficam fora da sala, e em que eu sou só uma espetadora.

(e conduzir, adoro conduzir, e a liberdade que isso me dá)

 

30 - Se pudesses ser a primeira mulher presidente de Portugal aceitarias? (dESarrumada)

Nem pensar! Conheço bem as minhas limitações, e o que não devo fazer, os compromissos que não devo assumir. Gostei bastante da pergunta, mas a resposta é mesmo não!

 

Para a semana há mais...

 

Pode ver ainda:

 as primeiras 10 respostas

 o segundo pacote de dez

 

23
Out18

O primeiro homem na lua - Bom com maiúscula

Fátima Bento

f2046634a374829c3eb8df46d6efc53f97234567.jpeg

 

[Há uns anos atrás, quando tinha de fazer algo como falar em publico, eu não vacilava: avançava e fazia-o. Quem me visse veria alguém seguro, penso. 

O que não sabiam era o que se passava cá dentro... eu empurrava-me para a ribalta e ficava a observar-me de um espaço seguro, até que me fundia comigo, e fazia coro com o que defendia ou apresentava. 

Não será muito fácil entender isto, e mesmo que tente não consigo explicar melhor; é um mecanismo de defesa automatizado, presumo que provocado por um acontecimento ou situação traumáticos, que nos levam além do que é racionalizável]

 

E foi este comportamento que reconheci na personalidade de Neil Armstrong, como me foi apresentado no filme de Damian Chazelle. Ele tem uma capacidade de avançar, sempre, mas com um vazio no olhar, como se não estivesse realmente vivo. Como se a sua metade humana tivesse acabado aquando da morte da pequena Kate, e tivesse seguido viva a metade funcional, a que é capaz de fazer o que se lhe exige, e fá-lo com destinção, a parte que se compõe de equações matemáticas e previsões seguras. 

 

Este filme, que conta com um trabalho notável de Gosling, como um homem fraturado que quando sorri, o sorriso nunca lhe chega aos olhos - francamente um sério candidato a levar o careca para casa - é mais de que a história da primeira alunagem, mais de que a história da forma como a família viveu a ansidade de ter o marido e pai suspenso num imenso ponto de interrogação, mais que a história do astronauta: é a história do homem. Do homem quebrado que se reencontra ao completar a sua missão na lua - ali é a si próprio, a sua dor, e a libertação da mesma que descobre.

 

Damian Chazelle soma e segue,e Ryan Gosling está de parabéns com um P muito maiúsculo, Claire Foy não desilude, comprova que é uma atriz que continuará a dar mesmo muito que falar.

 

First man/O primeiro homem na Lua, é um filme obrigatório. Mas principalmente obrigatório também é olhar muito para alem do óbvio.

(a citação é minha, claro...)

 

23
Out18

Como um fio de prumo - selfcare #23

Fátima Bento

first.jpeg

 

A postura é uma parte tão importante da forma como o outro nos perceciona!

 

Experimente: ponha-se em pé cabeça bem alinhada, como se um fio invisivel a estivesse a puxar na vertical. Fixe o olhar num ponto em frente. Rode os ompros para trás - uma, duas, três vezes. Estique o peito - não interessa se é uma copa A ou uma F, tenha orgulho! - atenção, os homens também devem esticar o peito! Até parece que isto é só para mulheres...

 

Saia para a rua, vá trabalhar, corrija essa postura sempre que reparar que os ombros estão a descair ou a cabeça a baixar: baixam os olhos mas não o pescoço! Peito para fora! Em caso de duvida, rode os ombros para trás.

 

Faça-o hoje, durante todo o dia. Vai ver a diferença que as pessoas vão notar e como se lhe vão dirigir...

 

mini.JPG

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

#20 Beije

#21 Recupere os seus sonhos

#22 O poder do mantra

 

22
Out18

O dia em que voltei ao vinil e percebi o meu amor pelo digital

Fátima Bento

vinil.jpeg

 

A minha filha ofereceu um gira discos ao irmão no Natal passado, coisa que ele não usa porque não tem vinis. Eu fiquei muito contente porque tenho (tinha?) uma caixa cheia na garagem do meu pai, espaço que nas partilhas ficou para a minha mãe tendo ficado acordado que nós, as duas filhas, podíamos continuar a ter ali guardadas as nossas coisas. 

 

Até ao dia em que lá fui para os ir buscar e dei com a fechadura mudada. Kaput.

 

E então, este aniversário o meu filhote ofereceu-me um vinil do Bublé, e finalmente usámos o gira discos. que é, além de lindo, excelente e tem um som muitíssimo bom. 

 

Coloquei o disco a tocar (há um pequeno vídeo disso aqui), vim para o sofá, pus o pc sobre as pernas e fiquei a escutar a musica. E cinco faixas (ou seis) depois... tirei o pc do colo, levantei-me, puxei o braço para o descanso, tranquei-o... e liguei a hi-fi.

 

Eu sou aquela pessoa que não pode estar sem musica (embora às vezes me saiba bem o silêncio). E sou a rainha do loop: ponho a lista (ou o cd) em repeat, e fico horas, dias, a ouvir a mesma coisa. Só tenho de gostar da musica.

 

E o que me encantou aquando do advento dos CD's começou por ser o facto de não ter de me levantar para virar o disco. Já as cassetes de áudio (ih, o que para aqui vai, grande parte de vós nunca terá visto nenhuma!), só tinham a chatice da fita ficar presa, ou gasta. Que sim, tínhamos de as virar, mas as minhas tinham 90 minutos de duração, e 45 minutos de cada lado, dá para muita música!

 

E depois,quando chegou o compact disc, se me apetecia ouvir a mesma musica outra vez, era só tocar no botão com as setinhas!

 

Depois veio o MP3, e o resto é história.

 

Agora temos o revivalismo do vinil tão em voga - estive a ver o disco do Tony Bennet e da Diana Krall para mim, e achei que €25, não é nenhum absurdo. Mas depois pensei que, a comprar em "físico", seria em CD, pelas razões que disse atrás. Mas achei que seria uma prenda gira para o Victor (que faz anos daqui a seis dias) o inédito do Prince em vinil... e TAU, custa quase cinquenta euros! Ui, até doeu...

 

Portanto, não estarei a ser uma chata irritante quando disser que prefiro o digital ao vinil. E nem é pelo preço (ok, nem compro um álbum por trimestre, não era isso que me levava à falência), é mesmo pela comodidade.

 

E por eu gostar mesmo de passar um dia inteiro a ouvir a mesma coisa.

 

Não tenho uma personalidade particularmente boring, mas com a musica que oiço em casa (ou no telemóvel) definitivamente, sou!

 

E vocês, recuperaram o vinil, continuam fieis aos CD's ou já bomba o Spotify? 

Quero saber tudo!

22
Out18

O poder do mantra - selfcare #22

Fátima Bento

smilies-bank-sit-rest-160739.jpeg

 

Passamos demasiado tempo a remoer nas nossas falhas, quando olhamos para o espelho, o nosso olhar vai logo para as zonas que não gostamos... soa-lhe familiar?

 

Então tente lembrar-se que é mais de que a sua barriga, o seu nariz, as suas orelhas grandes os seus olhos pequeninos... que consegue tanto mesmo quando se esquece de comprar a prenda de aniversário daquela amiguinha do seu rebento, ou de lavar as calças favoritas do seu marido, ou de passar a ferro a blusa que, canudo, queria mesmo levar hoje de manhã!

 

Você é um todo, deixe lá as partes!

 

Ponha-se em frente ao espelho e repita: eu sou forte, sou bonita, sou suficiente! - e vá repetindo ao longo do dia, sempre que se puser em causa...

 

Faça exercício físico porque gosta de si, não como uma qualquer forma de castigo!

Coma melhor porque não quer poluir o seu corpo, porque você merece o melhor!

 

Você é tão mais importante de que aquilo que pensa!

 

Pense nisso!

 

mini.JPG

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

#20 Beije

#21 Recupere os seus sonhos

 

 

21
Out18

Festa do cinema 2018 . querem saber o que eu acho que devem aproveitar para ver?

Fátima Bento

festa do cinema.jpg

 

Pois que é já amanhã (aqui a menina até andou a contar pelos dedos) que tem inicio a Festa do cinema 2018.

 

Trivia: esta será a quarta edição, tendo tido o seu advento nos idos de 2015, e vai decorrer de 22 a 24 de outubro. A Festa do Cinema é promovida pela APEC — Associação Portuguesa de Empresas Cinematográficas, com o apoio da FEVIP — Associação Portuguesa de Defesa das Obras Audiovisuaism, do ICA — Instituto do Cinema e do Audiovisual, e da GEDIPE — Associação para a Gestão Coletiva de Direitos de Autor e de Produtores Cinematográficos e Audiovisuais.

 

Irei então, amanhã, pagar €2,50 para ver O Primeiro Homem na Lua/First man. Se tudo correr de feição, terça feira será a vez d'A Mulher/The wife, e quarta Não deixeis cair em tentação/La priére. Três filmes, praticamente pelo preço de um.

 

Agora se estivesse no vosso lugar,o que irai ver? Depende bastante do que gostam num filme. Neste momento o meu top 3 em exibição tem, no primeiro lugar o tarantinesco Sete estranhos no El Royale/Bad times at the El Royale, seguido pelo óscarizável Assim nasce uma estrela/A star is born, e aposto também no filme que vou ver amanhã. Em exibição e para quem gosta de Marvel e afins, Venom (gostei mas não fiquei entusiasmada), para amantes de comédias, Johnny English (not my cup of tea...) e não olhem de lado para Busca obssessiva (uma excelente surpresa). E isto são só exemplos...

 

Por isso, se só vai ao cinema uma vez por ano (ou nem isso) porque é caro, aproveite estes três dias, em que o bilhete fica ao preço da uva mijona, ou quase. Se é um papa filmes como eu, aproveite, sempre vê mais alguns!

 

Não deixe escapar esta oportunidade e vá ao cinema!

 

Bons filme!

 

 

21
Out18

Yoga? Façam o primeiro, esqueçam o segundo...

Fátima Bento

yoga.jpeg

 

Vocês sabem que eu gosto de Yoga, não sabem?

Não sabem? A sério? Gosto. Mesmo muito.

 

E então há um desafio que quero iniciar, que é mesmo para principiantes - eu já fiz body balance, Yoga, tenho flexibilidade, mas ganhei umas proeminências aborrecidas, vai daí sinto-me insegura em fazer um Yoga mais avançadote ... por isso buga lá começar do inicio.

 

O programa é este. Começo amanhã, aqui em casa - com a festa do cinema, até quarta não meto o rabinho no gym, depois quinta tenho terapia logo às 15h, do outro lado do rio, e sexta... desculpem mas sexta é lá dia de começar alguma coisa, como recomeçar a ir ao ginásio, onde não vamos desde o inicio de Setembro? A sério?

 

Por isso, para não se perder tudo, vou fazer aquela meia horita de Yoga todos os dias - de valor era acrescentar-lhe assim uma meia hora de caminhada, mas nada de tentar dar o passo maior que a perna, bale? Ficamos pelo compromisso do Yoga e logo se vê.

 

Agora, há minutos dei com um post que, a sério, estes senhores TÊM de estar a brincar!

 

Giro, giro é que na apresentação da primeira postura, dizem “This is a great arm balance for beginners." Say what??? Falamos do corvo. DO CORVO!!!!

 

E não melhora... ora espreitem.

 

(e depois esqueçam, que isto é para gente que já malha na coisa há um punhado de anos...)

 

E desafiem o vosso amigo mais fit a fazer estas oito posturas de seguida. E a seguir, dizer que Yoga é para menin@s...

 

Apostem, que ganham...!

 

21
Out18

Recupere os seus sonhos - selfcare #21

Fátima Bento

Dre.jpeg

 

Lembra-se dos sonhos que tinha quando era criança? Dos planos que fazia, dos castelos que construia no ar?

 

Tudo isso faz parte de si como pessoa, e é tão importante!

 

Hoje sugiro que agarre no seu caderno e que puxe pela memória. Escreva três sonhos de criança, por menos exequíveis que lhe pareçam hoje. Examine cada um e analise o que poderá isso dizer sobre si. 

 

E tente recuperar a ilusão dessa época tornando algo desses sonhos, real. Por exemplo, imaginemos que queria ser pintor consagrado... compre uma tela, pinte um quadro. Entusiasmou-se? Faça um workshop, invista em si,  nos seus prazeres!

Pode também visitar exposições - ou faça uma formação sobre arte (há cursos online gratuitos com excelentes currículos). Igual, se sonhava tocar um instrumento, ter uma profissão ligada à musica, ao teatro, ao cinema...

 

Procure a ponta da meada, e tente fazer algo agora que faça a ligação ao seu passado. 

 

Existe uma tranquilidade em fechar círculos, principalmente quando estes dão lugar a novos projetos. Força!

 

 

P.S: se quiser o contacto de cursos online, diga nos comentários. Mas só tenho o contacto de cursos em inglês.

 

mini.JPG

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

#20 Beije

20
Out18

Beije - selfcare #20

Fátima Bento

kiss.jpeg

 

No inicio de uma relação amorosa, o beijo é habitualmente intenso e provocante, mas quase sempre acaba por ser negligenciado com o passar do tempo.

 

Beijar é uma forma de intimidade, ligação, cumplicidade entre o casal, e a falta deste ato de intimidade tem um impacto negativo na sua relação e felicidade. 

 

Por isso se acha que anda a poupar na intimidade, é capaz de ser o momento de (re)descobrir o beijo a serio, intenso, em que se entrega de corpo e alma.

 

Experimente... e surpreenda-se!

 

mini.JPG

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

19
Out18

O presente perfeito

Fátima Bento

S42.JPG

O que fica bem dizer: um beijinho, carinho, o teu tempo, o teu ombro, a tua presença...

 

O que a maior parte das pessoas, aposto, vai dizer: livros.

 

A minha verdade: uma edição (texto integral) do Drácula de Bram Stoker. Só tenho a de bolso, e uma de capa dura que vai-se a ver não é nem metado do livro...

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Gorduchita, a Happy a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, oP.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano 

(nomes ordenados alfabeticamente)

Espreitem o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano também podem espreitar pela tag  52 semanas

 

 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

LaIslaPortafda.jpeg

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora