Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

20
Out18

Beije - selfcare #20

Fátima Bento

kiss.jpeg

 

No inicio de uma relação amorosa, o beijo é habitualmente intenso e provocante, mas quase sempre acaba por ser negligenciado com o passar do tempo.

 

Beijar é uma forma de intimidade, ligação, cumplicidade entre o casal, e a falta deste ato de intimidade tem um impacto negativo na sua relação e felicidade. 

 

Por isso se acha que anda a poupar na intimidade, é capaz de ser o momento de (re)descobrir o beijo a serio, intenso, em que se entrega de corpo e alma.

 

Experimente... e surpreenda-se!

 

mini.JPG

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

19
Out18

O presente perfeito

Fátima Bento

S42.JPG

O que fica bem dizer: um beijinho, carinho, o teu tempo, o teu ombro, a tua presença...

 

O que a maior parte das pessoas, aposto, vai dizer: livros.

 

A minha verdade: uma edição (texto integral) do Drácula de Bram Stoker. Só tenho a de bolso, e uma de capa dura que vai-se a ver não é nem metado do livro...

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Gorduchita, a Happy a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, oP.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano 

(nomes ordenados alfabeticamente)

Espreitem o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano também podem espreitar pela tag  52 semanas

 

 

19
Out18

Dê - selfcare #19

Fátima Bento

give.jpeg

 

Todos nós sabemos que destralhar é duro. E isso acontece por termos uma ligação afetiva com os objetos - e não vale a pena dizerem-nos para largar, deixar ir, que isso não nos alivia as angústias. 

 

E se... 

 

E se pegasse os naquelas coisas de que gosta mesmo e as oferecesse? Mesmo, aqueles objetos, livros, jóias, accessórios a que já não dá uso, não lê, não usa ... poderão fazer alguém ter um dia mais feliz!

 

Pense em quem gostaria (ou necessita) de quê, e ponha-lhe um sorriso no rosto.

 

Vai ver que vai valer a pena! 

 

 

mini.JPG

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

 

18
Out18

As carteiras das senhoras - para quê????

Fátima Bento

pexels-photo-293229.jpeg

 

Saí de casa com o telefone e os fones, um livro, um caderno para apontar ideias para o selfcare e uma esferográfica (duh); na estação comprei a Sábado - mais não fosse porque a semana passada recebi a primeira parte do "Gomorra", do Saviano, e agora são mais duas entregas, esta e na próxima quinta.

 

Tomei café, liguei os fones e comecei a ouvir música. Veio o comboio. Vi os emails. Respondi a um comentário. Fui ao Instagram. Fui às stories - e eu que sou tão naba que nem sei mudar a cor de fundo daquilo (as minhas ou são fotos, ou  letras sobre branco... tadinha... maltinha, expliquem-me como é, please!!!!), descobri os animais!

 

É claro foi um tira e põe acompanhado de gargalhadinhas - acho que os habitués já se devem ter habituados 😂😂😂 - e lá publiquei uma (ah, ide ver!!!).

 

Depois de tanto regabofe - e enviar para o Victor e vai de trocar mensagens, parecemos dois putos, é só emojis... quando dou por mim... cheguei!

 

Lá vale a pena vir carregada? Para a semana venho de clutch!

 

18
Out18

E então, no dia 16, celebrámos assim:

Fátima Bento

IMG_20181018_112225.jpg

 

O que fazer quando se comemoram 25 anos de casamento?

 

a) uma renovação de votos, com tudo a que temos direito;

b) trocar as alianças com que casámos por outras mais "atuais";

c) fazer uma viagem;

d) nenhuma das acima;

 

A nossa intenção sempre foi a terceira. Tínhamos um pequeno pé de meia e tudo - mas outros valores mais altos se impuseram, e o dito cujo teve de ser canalizado em necessidades mais prementes.

 

Vai dai que a que escolhemos (qual escolher, foi mesmo por via das circunstâncias!) foi a alínea 

 

d) nenhuma das acima;

 

Mudámos de ideias uma mão cheia de vezes, porque queríamos uma coisa diferente e especial. Noite fora? Que zona, que hotel... mas já enfiámos tanto barrete que a hipótese de isso acontecer nesta altura era um risco que decidimos não correr. Ainda colocámos a hipótese de ir para um onde já estive e cujo espaço e amenities são agradáveis - e os quartos são fantásticos! - e o melhor de tudo (se possível) era o restaurante... fui ao site, mudaram de chef, agora aquilo é gourmet (i.e. doses mesmo mínimas), pelo que o jantar ficava bem mais caro que o quarto.

 

Nota:Se me dispuser a gastar €200 num jantar, vou ao michelin-do-Avilez, onde, optando pelo menu de degustação, a experiência até é mais completa e agradável (e não tenho qualquer intenção de ir ao michelin-do-Avilez, para que conste).

 

Marcámos mesa no Jamie's Italian, porque gostei tanto do restaurante, e da comida! MAS uns amigos que lá foram há pouco tempo disseram que estava barulhento, e recordo-me bem que as mesas para dois eram todas extremamente próximas... pelo que não era o melhor para a intimidade que queiramos para este tipo de jantar.*

 

Ou seja, segunda-feira eu estava com uma mona descomunal. Terça-feira eram os Huge 25, e eu sem vontade de decidir nada, e cheia de vontade de ir jantar fora JÁ!, que queria encher o vazio que sentia com comida.

 

Valeu-me S. Victor.

 

Sugeriu que fossemos onde íamos quando namorávamos - e onde retomaramos o hábito de ir em todos os aniversários de há uns anos a esta parte, desde que descobrimos que o restaurante ainda existia.

 

E eu pensei.

 

E sim, parecia o melhor a fazer. Ali não tínhamos surpresas (que era a última coisa que queríamos!)! Bónus: na segunda ainda fomos jantar ao nosso restaurante indiano, e assim, calculando com alguma certeza o que pagaríamos no jantar do dia, pudemos acrescentar o jantar da véspera. E - como é habitual, aquele indiano é fantástico! - foi tão bom!

 

No dia D começamos por ir tomar o pequeno almoço ao café onde vamos aos sábados (sim temos um café-dos-sábados, e?), passeámos e no final da tarde lá fomos ao nosso restaurante. E foi excelente! Até os erros foram antecipados, o que nos fez dar umas risadinhas discretas... mas nada a dizer, as funcionárias deram o seu melhor.

 

O jantar (o prato que pedimos é sempre o mesmo, bife pimenta) estava cinco estrelas, o vinho muito bem escolhido (ahem... sou eu quem escolhe sempre o vinho...) foi tudo perfeito!

 

Ficaram bem assinalados, de forma simples mas ao mesmo tempo especial, os nossos 25 anos juntos!

 

 

- depois,e porque o chão, naquela bendita terra, é calçada no passeio e pavé fora dele, e aquilo e mais irregular que deus nos valha, eu dei um tralho daqueles... felizmente, fiquei apenas com o tornozelo magoado  - e só senti dores enquanto dormia e durante o dia de ontem - e hoje, ainda um pouco, mas nada de grave. Trambolhão épico, para uma noite que se quis inesquecível...

 

*claro que liguei a cancelar a mesa, na manhã de dia 16. É o minimo que se pode - e deve - fazer!

 

18
Out18

Dance como se ninguém estivesse a ver - selfcare #18

Fátima Bento

pexels-photo-807544.jpeg

 

Dançar liberta o corpo e a mente. É fantástico, principalmente se o faz ao som da sua musica favorita!

 

Por isso hoje, seja onde for, ponha a tocar a sua musica preferida, aquela que o deixa mesmo, mesmo bem disposto, e abane o esqueleto ao som da mesma. Solte-se e disfrute. Atire o stress todo fora!

 

Vai ver como se sente quando a musica terminar... 

- pode repetir, as vezes que quiser!!!!

 

mini.JPG

 

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

 

17
Out18

O maior susto que apanhei na estrada até hoje

Fátima Bento

pexels-photo-593172.jpeg

Fui ao Centro Comercial devolver umas peças de roupa que não serviram/não gostaram.

 

O caminho faz-se pela auto estrada.

 

Tenho o cuidado de olhar para o conta quilómetros (não ultrapassar os 100km/h) e para o conta rotações (não passar as 3000), para poupar combustível. E faço a viagem em velocidade constante.

 

Ao aproximar-me de um automóvel que devia ir a 80Km/h, se tanto, abro pisca e começo a ultrapassar. Não tive consciência de que estava a demorar muito tempo a conseguir fazê-lo (aquele gajo viu-me a ultrapassá-lo e acelerou), mas de repente achei que a aventesma se ia meter à minha frente. E eu como ia a ultrapassar, ia a 110Km/h. Tive tempo de ver os pneus da esquerda do caramelo entrarem na minha faixa antes de travar. Carreguei com os pés até ao fundo, liguei as luzes de socorro... e fiquei à espera do impacto da batida na traseira (enquanto o anormal voltou à faixa da direita e seguiu caminho a abrir...)...

 

Que não veio.

 

Olhei pelo retrovisor e vi um carro a uma distância valente, com os quatro piscas ligados. O meu carro tinha-se desligado, claro, e comecei a ser ultrapassada pela direita e pela esquerda por automóveis com os piscas de socorro ligados - percebi que me viam, estavam atentos e a avisar quem vinha atrás.

 

Felizmente não bloqueei. Pus o carro a trabalhar, avancei até à minha saída, e só parei no estacionamento do Centro Comercial.

 

E depois a ficha começou a cair de-va-ga-ri-nho.

 

Se eu tivesse levado com um carro na traseira, tinha feito peão e saído da faixa. Qualquer carro que viesse na(s) outra(s) faixa(s) apanhava-me e apanhava comigo. Tinha sido um trinta e um, e agora não estaria, certamente, a escrever este post.

 

Para descomprimir fui ao cinema, e como o que está em exibição ou já vi ou não me interessa de todo, foi quase um-dó-li-tá, e fui ver o Johnny English.

 

E pessoas, eu ter ido ver o Johnny English é a maior prova que, sim, (ainda) estava em estado de choque...

 

Moral da história: ninguém me tira da cabeça que sou uma mecinha com sorte...

 

17
Out18

Escute - selfcare #17

Fátima Bento

escute.jpeg

 

Tire um dia inteiro para escutar. Dê atenção ao que o outro diz, sem pensar no que vai dizer a seguir, antes mesmo de acabarem a frase... faça perguntas, deixe-o ser o centro da vossa conversa. Mostre-se interessado, deixe quem fala consigo sentir que está a ser ouvido com interesse.

 

Às vezes não precisamos de dizer nada, só estar ali para o outro, e ouvi-lo. Escutá-lo.

 

Por hoje dê o papel principal ao seu interlocutor. Quem sabe há quanto tempo não o escutam - mesmo escutar a sério?

 

mini.JPG

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

LaIslaPortafda.jpeg

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora