Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

11 anos de blogging

11anosblogue.jpg

No dia 2 de Fevereiro de 2005, sentei-me no desk top e escrevi:

"Quarta-feira, 02.02.05

...e aqui vai á estreia! cheers!

 
Bem, passo primeiro a explicar porque é que o "dona de casa" está assim mesmo, com aspas. É que eu não me considero dona de casa. O facto de eu estar em casa a tempo inteiro é um mero acidente de percurso, sendo o finalidade estar com os meus dois rebentos o máximo de tempo possivel. Estou nisto há quase 12 anos, e deito casa e tarefas domésticas pelos olhos, e todos os outros orificios que é possivel, porque detesto tudo o que se refere à manutenção doméstica. É como o bolo rei: TEM de trazer a fava, mas não sou obrigada a gostar, POIS NÃO??? Nem o facto de SABER que é um meio para um fim me motiva! ARRRRGH! E pronto, o ponto um está mais ou menos explicado, e se alguém quiser acompanhar as aventuras e desventuras de uma D.d.C. desgrenhada e irritadiça, faz favor (...)"
 
Entretanto, passados nove anos - uma bela fatia de vida - em que ocorreram, como não podia deixar de ser um milhão, quinhentos e trinta e sete mil oitocentos e setenta e três situações agradáveis e desagradáveis, em que sonhei, sorri, chorei, gargalhei, fui a 'N' sitios, estive doente, são, e tudo e tudo... tendo Setembro de 2013 sido um marco, pela partida  do meu pai, assumi-me como a mesma pessoa, mas diferente.
E achei que faria todo o sentido mudar o blogue,
porque 'MUDANÇA' era a palavra,
e eu necessitava dela, quase como pão para a boca. E foi assim que nasceu o "Porque eu posso" - nome que veio da resposta simples à pergunta porquê? Porque eu posso! -  quase a fazer dois anos - é daqui a poucos dias E VÃO HAVER SURPRESAS!!!!
 
No entanto, o 2 de Fevereiro é o aniversário do blogging. Há 11 anos que ponho as minhas emoções 'no papel', i.e, no8s) disco(s) rígido(s) e agora, na cloud. E há 11 anos que uso esta plataforma.
 
Por isso, parabéns, Fátima Bento, por mais um ano!
Que venham tantos quantos - e enquanto - te der gozo!

2 comentários

Comentar post