Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

12
Mai16

12 coisas que não pode deixar de fazer em Londres

Fátima Bento

Porque sim, e só porque sim, resolvi criar uma lista de 12 coisas (que bem podiam ser vinte ou trinta) a fazer em Londres.

  • BusTour - esta é 100% à turista, mas incontornável, se queremos mesmo ficar inseridos no espaço, saltos no tempo incluídos. Fizemos o nosso pela empresa Original Tours, a primeira em Londres a fazê-lo (neste momento já são mais que as mães) e escolhemos a rota vermelha: além de passar por todos os pontos imperdíveis, ainda podemos escolher a língua em que nos vão explicando o que vemos. É-nos entregue um set de fones, tipo ear plug, no inicio da viagem, que devemos manter connosco até ao final do dia, enquanto saltamos de bus para bus, consoante os locais que queremos visitar, uma vez que pára junto a todos os pontos mais turísticos. Inclui um pequeno cruzeiro no Thames, de onde podemos ver, por exemplo, a entrada que os prisioneiros faziam para a Torre de Londres. Custa £30/pessoa e acreditem, serão provavelmente as libras mais bem empregues da vossa viagem (por um valor extra, podem estender o tour a mais um dia. Não chegámos a saber qual o valor, porque não tínhamos tempo para tal).

    para o blogue 1.jpg

  • Hotel (ou B&B) em zona turística - Nós ficámos num 3 estrelas em Paddington que reservámos aquando da marcação do voo, pela British Airways. Não me lembro do preço do hotel, mas sei que, de todo, não custou uma fortuna, nem pouco mais ou menos... de qualquer forma, pesquisem bastante, já que neste momento há imensos sites de marcação de hotéis na internet, onde se encontra de tudo. Mesmo que paguem um bocadinho mais, lembrem-se que vão poupar em transportes, que é a coisa mais cara em Londres. Não se esqueçam de VERIFICAR O SITE do hotel ou B&B, antes de fazer a marcação.

    pob2.jpg

  • Andem a pé. Londres faz-se a pé, embora uma ou duas viagens de autocarro não arruínem ninguém (daí a importância de ficar instalado em Londres Central). Não esqueçam, de qualquer maneira, o GPS. Connosco  foi um salva vidas...

    pob 3.jpg

  • Portobello Market - para quem gosta de mercados. Encontramos desde antiguidades até 'cozinha do mundo', passando por muita coisa contemporânea, e algumas raridades (embora fiquemos sempre de pé atrás em relação à genuinidade de certas peças com preços assustadores...) É aos sábados, não sei a que horas começa, mas penso que será tipo 8:00h, até às 16:00h, hora a que alguns vendedores baixam os preços.

    pob #4.jpg

  • Oxford Street - a rua que mais vende em toda a Europa. Desde a Primark até à Cartier, passando pela Tiffanys e pela Rolex, estão lá todas as lojas que se pode imaginar - e é lá que fica o famoso Selfridges que abriu as portas em 1909, e continua a transbordar pessoas. E até uma coisa pequena: ocupa só um quarteirão(!!!)... a rua é uma imensidão, mas é também uma enorme animação. E não se armem em totós como eu: não é aqui que fica o Harrod's - que é A ÙNICA loja maior de que o Selfridges.

    pob5.jpg

  • Piccadilly Circus - a famosa praça dos painéis publicitários luminosos. No meio da praça fica uma estatua do Cupido, e nós não resistimos a tirar uma foto abençoada pelo mesmo...

    pob6.jpg

  • M&M'S World - a coisa que mais me deixo atónita nesta viagem. Fica em Piccadilly e, caramba, são cinco pisos de merchandising M&M's! Tudo o que vocês puderem imaginar... está lá. Desde o lápis, à galocha, passando pelo pijama, pela chávena de café, bijutaria...e claro, M&M's de todas as cores, em todas as declinações... não consigo pôr por palavras, só vendo. Preparem-se para ficar com o ar de parolos com que eu fiquei quando me vi numa loja gigantesca,de arquitetura aberta, e olhar para cima, dois pisos, e para baixo, outros dois, a transbordar de gente.

    pob7.jpg

  • Comer um English Breakfast à hora do almoço... ou do jantar. Porque para pequeno almoço é mesmo demais. Nós descobrimos um café em Notting Hill, enquanto estávamos no mercado, e foi lá que o comemos. Atenção: há que o faça grelhado, há quem o faça frito. O ovo, duh, tem de ser frito, mas de resto, na dúvida, perguntem. O nosso era grelhado - e mesmo muito bom.

    pob8.jpg

  • Ainda a comida: italiana, francesa, chinesa, japonesa, indiana, grega... tudo menos inglesa. E claro, há sempre a hipótese de recorrer ao fast food, que o há em todo o lado. É tudo uma questão da profundidade do bolso...

    pob9.jpg

  • Apanhar uma molha daquelas de ficar ensopadíssimo, já que até vai sem guarda chuva porque dizem que em Londres é mais aquela chuva-molha-parvos de que chuva a sério - e depois entrem no primeiro supermercado que vos aparecer e comprem uma embalagem de paracetamol e outra de ibuprofeno (todos os super os têm, de marca própria, a um preço que quase nos envergonha). Coloquem o primeiro na carteira, e tomem o segundo quando chegarem ao hotel antes de se enfiarem na banheira ou no duche. Isto se querem estar em forma para continuar o périplo no dia seguinte, claro...

    pob10.jpg

  • Ver um jogo de futebol num pub. Com direito a cachecol, impropérios, e tudo e tudo. E com umas pints de Guiness - atenção que há um ror de outras cervejas para descobrir!- ou de sidra (eu!, que detesto cerveja) e pode aproveitar, se conseguir mesa, para experimentar comida-inglesa-de-pub, então... mas, naquela... eu avisei...

    pob11.jpg

  • Perder-se no Tube. É da praxe, apesar do mesmo estar muito mais fácil de entender, e aparentemente existam menos hipóteses de se perder. Mas como Londres está (como sempre) em obras, volta na volta, passa de uma linha para outra... nós entramos na amarela, que era a correta para sair em Paddington, e às tantas mudou-se para a verde (wtf?), e acabámos no fim do mundo, uma hora depois. Daí para Paddington, foi só trocar de composição duas vezes e eis-nos em Craven Road, numa viagem que, à conta de termos passado quase hora e meia dentro do dito, nos custou £10 cada um - vêem, como eu dizia é andar a pé (e as £30 do tour não eram assim tanto). Voilá

    pob12.jpg

É assim: um fim de semana - mesmo se apanharem um voo cedo na sexta-feira e um noturno no domingo - é capaz de não dar para isto tudo. Dá para o tour no sábado - começa às oito, os últimos buses passam às 18:15h, mas a partir das 17:30h torna-se complicado porque é a hora de saída dos funcionários que dão apoio nas paragens, e os motoristas muitas vezes não param... mas se o fizerem perdem o Portobello Market... entre um e outro, para quem vai a Londres pela primeira vez, aconselho o Tour. Aproveitem para almoçar a seguir ao cruzeiro, e em de seguida voltar a apanhar o bus (tenham atenção à cor (não do autocarro mas do precurso escolhido :) ...) e continuem.*

Oxford Street é excelente para passeio de final de sexta feira, assim a partir das 18h. Tem um sem número de McDonald's, Burguer King's, Prêt a Manger, Eat, KFC... se as libras são poucas jantem por aí. Se estão mais à vontade, procurem um italiano. Eu fiquei com a ideia de que não há maus italianos em Londres... ou então tive (mesmo) muita sorte.

No que diz respeito a Picadilly Circus, se chegarem a Londres fresquinhos, aproveitem e vão. Espreitem o M&M's World, e tirem uma selfie com o cupido por trás, outra com os painéis publicitários...

Verifiquem se há futebol sábado ao final do dia (e jantem no pub) ou domingo (atenção à hora do voo de regresso).

Se estiver bom tempo no domingo, e estiverem com pouco tempo, podem sempre aproveitar para dar um passeio de mão dada em Hyde Park. Vão recordar com carinho o momento...

E depois voltem, com a barriga cheia de histórias para recordar... e contar, se for caso disso...

 

*NOTA: comece o tour o mais cedo possível. Depois das 16:00h o transito em Londres entra em hora de ponta e torna-se mais dificil aproveitar. Por isso, antes começar mais cedo e acabar mais cedo. 

 

LEGENDA DAS FOTOS:

#1 - Tower Bridge, vista de dentro do barco. Ficou na calha visitá-la por dentro, na próxima visita à capital inglesa.

#2 - O nosso hotel, Royal Eagle, em Craven Road, Paddington. 

#3 - Foto tirada da janela do quarto. Vemos um taxi, um double decker, e a inversão do sentido de trânsito, do nosso ponto de vista, pelo menos. O autocarro é o transporte mais barato, mas seja qual for a forma que escolha para se deslocar em Londres não se esqueça: compre um Oyster Card (£5,00) e carregue-o com, pelo menos £10 - que como vai ver, dá aí para um dia de autocarro (se pensa usar o tube, carregue com um mínimo de £20), com sorte...

#4 - Uma loja de arte contemporânea em Portobello Market que me parece estar aberta quando não é dia de mercado.

#5 - Sefridges. Não deu para fotografar, passeamos lá no dia em que chegámos a Londres, já era de noite.

#6 - A "benção" do cupido...

#7 - Eu e a minha filha, naquela loucura...

#8 - Não gosto de fotografar comida, por isso, olhem: o nosso era igual a este.

#9 - Almoço no dia do tour; chovia a cântaros, estava um frio terrível, e não encontrávamos sítio de jeito para comer... neste italiano (eu afirmo: não apanhei um mau italiano em Londres) provei a minha primeira pequena lagosta. Apenas por isso fotografei o prato de linguini. Para a posteridade...

#10 - Vêem as gotas de chuva? Foi no mesmo dia do almoço fotografado acima. Neste momento chovia pouquinho.

#11 - Olha a bela da sidra de... pêra(?!?). Uma garrafa de pint - tanto quanto sei, meio litro.

# 12 - Pois que aquele dia em que ficámos ensopados, fizemos o tour e etc? Foi o dia em que nos perdemos no tube. Ishhhh...

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Leituras do momento

1507-1 (1).jpg

 

Cartas-da-Toscana.jpg

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

bloglovin1.jpg

 

Instagramem-me:

Aqui e agora