Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

...

Há dias que são engolidos por momentos difíceis. Momentos em que ouvimos o que não queremos - nem merecemos - e que são 'inverdades' absolutas, na medida em que, apesar de serem completamente falsas, quem as diz acredita no que profere.

 

O que nos leva a repetir explicações esquecidas e a acrescentar pormenores que suprimiramos para não magoar/culpabilizar/marcar o outro.

 

E depois o momento passa, e fica o estômago embrulhado e o desconforto da incrudelidade. Mas passa.

Depois vêm as horas seguintes, que estão ali para fazermos ninho, para nos encostarmos e rechassar o mau estar para fora das janelas fechadas. Então descobrimos que não é tão natural como gostariamos. E que existem pequenos obstáculos que nos limitam o acesso ao colo que nos acalmaria o mal estar...

c3d021c02aca0b0b0cc1ef1ac6e97f1e.jpg

( não editado) 

6 comentários

Comentar post