Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Fora de serviço - volte amanhã, ou isso...

NoVacancy.jpg

 

Aqueles sinais que se penduram nas maçanetas das portas, filhos, netos dos "Do Not Disturb" sabem? E que agora dizem o que calha.

Não.

Um sinal em neon, pisca-pisca em cores berrantes, menos Las Vegas e mais Route 66, motel de beira da estrada '(no)vacancy' num curto circuito sonoro.

Isso.

Hoje este blogue tem isso aos meus olhos, e a indicação é "keep away", e mantém-te longe o mais possivel, não escrevas, nem sequer penses junto do pc.

Acho que todos temos dias assim, em que passar para palavras o que sentimos é tão arriscado que as teclas bem poderiam dar uma pequena descarga eletrica que nos deixasse as falanges dormentes.

Uma vez que tal não acontece, vou continuar a visualisar o sinal de neon. Do meu tamanho.

Paulo de Carvalho no 25 de Abril de sexta 24

cravo.jpg

A idade tem destas coisas: não nego a relevância da revolução, de todo, e sei a importância que esta teve na vida de todos nós. Se alguém alegar o contrário, temos sermão a sair-me boca fora. 

Mas daí a levantar o punho fechado e gritar '25 de abril sempre!" (como a senhora que estava ao meu lado, num fervor a condizer com o volume, que me ia deixando surda), vai uma enoooorme distância.

Vamos lá a ver: aprendi que não é quem fala mais alto que tem razão, a mais das vezes é o contrário. As lutas mais eficazes a uma (1) pessoa, são as que se fazem na sombra quase sem dar a cara... citando Jesus no 'Novo Testamento' da Bíblia, vai e não contes a ninguém, ou é como quem diz, toma lá e não digas que vais daqui - é mais ou menos isso.

Por isso não entro facilmente em grandes ajuntamentos, nem embandeiro em arco com facilidade. O que não quer dizer que seja asséptica, e que me mantenha numa redoma à parte, ok?

Sexta-feira, 24 de Abril, aqui no meu Seixal tão vivo, a data foi marcada em duas fases e gerações: Paulo de Carvalho, até à meia noite (a peu prés) e Buraka Som Sistema, logo depois do fogo de artificio. E com tudo isto umas farturas, que também fazem parte da festa.

Grande parte de vós saberá - e quem não sabe, fica já a saber - que considero 'E depois do adeus' uma das cantigas portuguesas mais bonitas. Quer o cansaço, que o Paulo alegue já estar farto de a cantar, e desabafe a meio do show, Eu sei quem sou e o que faço aqui, mas é mais logo, ok? E foi. Trocou-nos as voltas e quando saquei do telemóvel  já tinha começado. Deixo aqui o vídeo que me foi possível, que dá uma pequena ideia de como foi.

Ah, e

25 de Abril sempre!

mas assim, baixinho, está bem?

Mortdecai: matinés de domingo à noite

O principio é mais ou menos este: ao fim de semana, cá em casa, vêem-se dois filmes. Para sábado selecionamos qualquer coisa mais densa, às vezes com entrelinhas (outras nem por isso - e é nessas alturas que enfiamos o barrete, mas é incontornável), e ao domingo à noite optamos entre uma comédia romântica ou uma comédia, tout court. E desta última vez coube a vez a Mortdecai, comJohnny Depp e Gwyneth Paltrow, entre outros.

Mortdecai–A-Arte-da-Trapaça.jpg

Ora a expetativa era ver o actor assumir aquele personagem que lhe é intrínseco, pelo menos do meu ponto de vista, e que é tão-mas-tão Jack Sparrow. Até o Mad Hatter da Alice in wonderland tinha 80% de Jack Sparrow! E o Tonto de The Lone Ranger também 'vai por ali', embora seja uma personagem mais trabalhada.

Aquilo com que nos deparámos no domingo foi com um Depp que partiu de uma tela em branco e construiu um personagem novo, não cedendo ao facilitismo de repetir jeitos e trejeitos usados, abusados e comprovados em peliculas anteriores. Muito, muito bom para massajar os orgãos internos, pelas gargalhadas dadas, Mortdecai merece mesmo ser visto - e até o confuso sotaque britânico do personagem ajuda à composição. Não esperava gostar tanto, porque, na verdade, sendo Johnny Depp um dos meus atores du coeur, já andava cansada de o ver patinar na maionaise com os mesmos flips, mortais e quejandos repetidos uma e outra vez.

mortdecai 1.jpg

Depp prova, mais uma vez - Sweeney Todd continua a ser um excelente exemplo, e talvez a minha película preferida - que se pode reinventar quando quiser, e dar à luz personagens inesquecíveis.

Para ver agora, antes que o Sparrow nos volte a encher o grande écran... como Sparrow, claro.

Tive de empurrar do desafio-dos-27 euros para segunda-feira.

Isto porque esta semana é a loucura, um entra e sai sem inicio nem fim, e seria impossível tentar controlar o que quer que fosse, para o melhor e o pior. Vou dar dois exemplos: ontem estive com um iogurte liquido, três cafés e um 'bom-bocado' até às 20h, hora a que jantei. Hoje, em jejum até almoçar - dois cafés, um em casa e outro na fnac não contam, pois não? - e na volta só almocei porque logo de seguida fui dar os últimos retoques na tatuagem, e se chegasse lá em défice alimentar, batiam-me.

Portanto, segunda feira começo. 

Mas como não estive a dormir, já 'adiantei serviço'...

IMG_20150421_112502.jpg

 

(faltam aqui as vitaminas e os cafés)

Total?

conta.jpg

 

Podem verificar que existem vários elementos em promoção, mas há sempre promoções, ainda que seja preciso 'andar atrás delas'...

Partiremos do principio que será necessário proceder à substituição de bens perecíveis, mas tendo em conta que os preços se mantém até segunda, inclusive, não haverão alterações quanto ao total acima.

Por isso, adicionando os sete cafés (0,375x7=€2,63) e as vitaminas (€1,49), ficamos com um total de £22,39, pelo que ainda posso fazer algum ajuste que considere necessário.

A ver vamos então...

Pág. 1/3