Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

A cavalo dado...

hora-muda-esta-madrugada.jpg

(via)

 

A hora, como toda a gente sabe, mudou este fim de semana. Uma semana antes, quando fui lembrada disso, fiquei p'a morrer:

 

     - mas ainda há pouco tempo a hora mudou! 

 

Não querida, mudou no último fim de semana de Outubro. Há cinco meses. 

 

O engraçado é que desta vez a mudança de hora afetou-me - e acho que foi, de facto, a primeira vez que isso aconteceu. Estou a acordar bastante mais cedo - que não é  nada que não desejasse que acontecesse, mas estranho... assim que me começo a virar na cama, estendo a mão pego no relógio e abro os olhos para ver as horas... pronto, já não os fecho. Ainda tento, mas já não vai lá.

 

Hoje acordei às 7:30h! Bem sei que isso para quem tem um emprego, são amendoins, mas os meus horários habituais eram bastante diferentes! E à noite precisava de ler umas páginas para adormecer... deixei de precisar. Ela deita a cabeça na almofada, apaga a luz... e dez minutos de pois já dorme.

 

Estou a gostar desta nova rotina, pois que me tinha proposto a ela no inicio do ano... agora a ver se acabamos a quarta temporada da serie que andamos a ver, para ir para a cama uma hora mais cedo e ler...

 

A aventura das sapatilhas

A moda das sapatilhas para mim é um atrofio - aliás como tudo o que tenha a ver com os meus pés.

 

Mas vamos por partes.

 

Nunca gostei de calçado tipo 'de treino'. Sempre me senti desengonçada com aquilo nos pés! E depois conduzir com sola de borracha dava-me cabo dos 'nerves' porque o pé prendia no pedal (achava eu).

 

E achava - E ACHO! - deselegantes. 

 

E depois... o excesso de peso fez-me sentir dores que-não-estou-para-suportar quando calçava saltos altos. Passei para as sabrinas e os loafers. 

E depois... o excesso de peso fez o meu pé aumentar meio número, e mesmo com palmilha, aquela gaita escorrega com as collants e pareço uma pata choca a andar. E o meu número dá-me cabo do dedo grande.

 

E vai daí Inverno passou a sinónimo de botins 39 com palmilha. Maravilha! O pior são os dias de sol, em que botas é um bocadinho assim... menos, Fátima, menos!

 

E rendi-me às sapatilhas, devagar e a medo. 39 com palmilha de gel. Tento variar, senão qualquer dia não consigo calçar outra coisa! Mas reparei à bocado, ando há cinco dias com este tipo de calçado... se amanhã voltar a usar, vou ter de repetir os que usei no primeiro dia...

 

Portanto, resta-me fazer duas coisas:

 

     1- pedir ao S.Pedro que o tempo "fixe" de uma vez para poder calçar sandálias. Nem imaginam as saudades.

     2 - emagrecer. Por isso amanhã vou fazer a inscrição no ginásio. Tenho de começar por algum lado!

 

E claro que no ginásio vou usar sapatilha 39 com palmilha de gel...

 

images.jpeg

 

Uma coisa boa por dia, esta semana

sem 24.03.JPG

 

Toda a minha gente que aqui vem sabe que esta semana foi difícil de passar... não escrevi praticamente nada até ao post Purga, que me ajudou a ontem me sentir mais leve, e a voltar a debitar cenas no Teclinhas.

 

No entanto, há sempre coisas boas, até nas semanas não - ou menos sim... - a saber:

 

sem 24.03 S.JPG

 

Dia do Pai! Ofereci-lhe os copos Nespresso de alumínio, que ele adorou, e depois fomos jantar fora. Soube mesmo bem.

 

sem 204.03T.JPG

 

Acabei um livro super terno, Contigo para Sempre, de Takuji Ichikawa, muito bom. E fiquei por casa.

 

sem 204.03Q.JPG

 

Bom, fui às compras, e olhar o rio. Fiz pizza de atum e gambas para o jantar, que bebemos com uma garrafa de Cancellus. Depois vimos mais um episódio de Peaky Blinders e recolhemos ao leito 1 hora mais cedo, o que deu para ler um bom bocado.

 

sem 24.03Qt.JPG

 

Dia de terapia. Estava solarengo e o sol da-nos sempre uma alma nova. Quando entrei disse ao terapeuta que tinha ido a pensar no trajeto que estava farta de me ouvir falar no mesmo, que ia inevitavelmente ser o centro da sessão. Acabei por despejar o assunto nos primeiros 20 minutos, pelo que nos restantes 40 falámos de assuntos diversos e mais leves.

Quando voltei escrevi aquele post - foi um autentico banho na alma!

 

sem 24.03S.JPG

 

Escrevi! Escrevi! E fui às compras e tomar café com um amigo que ainda não tinha visto este ano - e de quem honestamente tinha saudades. Foi super agradável, e quando dei por mim estava a falar de cinema... fiquei com ideia de que quando abordo este tema, acendo-me, toda eu sou fairy lights a piscar...

 

 

E pronto, estes foram as cinco coisas boas de que me lembrei agora. A semana fez-se num crescendo e ontem acabei o dia mesmo bem disposta.

 

E a vossa semana, como foi?

 

Brinquedos favoritos & coisas para fazer no frio - é no que dá, juntar duas semanas...

 

52.0.JPG

Pois que na passada semana não coloquei a resposta à questão da semana 11, por isso hoje é dose a dobrar...

 

Então bora lá...

 

S11.JPG

 

Pois que eu devo ter nascido numa época paralela... tinha carradões de brinquedos. Os meus pais iam a Badajoz duas ou três vezes por ano e a mãe atestava-se de tralha para o meu aniversário e Natal.

 

E de jogos de tabuleiro a bonecas, casa de bonecas (mas com divisões separadas e térreas - até há poucos anos atrás ainda sonhava com uma casa vitoriana grande...), e nunca tive Barbie, porque a mãe embirrava com esta - e quando comecei a fazer as viagens com eles, vinha sempre a suspirar pela boneca. 

 

Mas com o que eu adorava brincar - passava horas agarrada aquilo! - era com legos. Nunca tive com bonecos, acho que nem havia, mas era uma arquiteta e tanto, fazia casas fabulásticas! Só me irritava a placa base ser tão pequena... e houve então uma no em que lá recebi duas maiores, e duas ou três árvores. Ó felicidade, era cada casarão!

 

De resto, brinquei na rua, havia uma quinta nas traseiras dos prédios em que íamos todos para lá e cada um escolha uma árvore e era a sua casa. E tínhamos famílias, as bonecas eram as filhas, e levávamos tachinhos e passávamos tardes de brincadeiras!

 

À hora do jantar era uma sinfonia de vozes: a minha avó ia à janela e gritava: Ó Rusíííííínha!!!!! - nunca fui Rosinha, era sempre com U, eheheh - e lá fazíamos a trouxa... até ao dia seguinte.

 

Mais tarde foi a fase do jogo-do-elástico, em que ficamos tardes a saltar naquilo - foi a única atividade física que dominei. Treinei tanto em casa que cheguei a ganhar a todas, e quando era a pares passei de ser a última escolhida para a primeira!

 

S12.JPG

(e agora para algo completamente diferente...)

 

    - Ler um bom livro;

    - Ficar no sofá com uma mantinha nas pernas;

    - Andar de pijama pela casa (eu não durmo de pijama - durmo com um top de alças - visto-o quando me levanto...);

    - Ficar na cama a ouvir a chuva a bater nas janelas;

    - Ir à praia e levar um thermos com chá ou chocolate quente;

    - Comer castanhas assadas compradas a um vendedor (e se descobrissem um lugar para meter o raio das cascas que funcionasse, dava mesmo jeito...):

    - Sopa. Comer sopa, coisa que só faço no frio... mal o tempo aquece nem quero ouvir falar nisso...

    - ir ao cinema (em qualquer altura do ano);

    - ficar no sofá, com a sacrossanta manta, a fazer maratonas no netflix, na companhia de gatos (quem os tem);

 

Coisa a não fazer no frio: queixar. Temos o melhor clima da Europa, e mal o termómetro chega aos dez graus, quem nos ouve parece que são negativos: óp'amordasanta!!!!!!

 

 

Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, o David, a Fátima, a Gorduchita, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, oP.P, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana, a Tita e o Triptofano 

(nomes ordenados alfabeticamente)

Espreitem o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano também podem espreitar pelo tag  52 semanas