Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Eu juro que tentei...

... escrever o post prometido, mas não consegui.

 

Geralmente escrevo do manhã. Entre o levantar-me, fazer o xixi da praxe, dar de comer à gataria (de dentro e de fora), limpar o caixote e tirar o primeiro café, chegar à sala, tomar o eutirox, e ir bebendo o café enquanto espero que passem os trinta minutos para poder ir fazer o pequeno almoço, vou equacionando sobre o que vou escrever. 

Hoje, e porque o frio fez-se sentir mais à seria, sabia que mal me sentasse levava com gatos em cima, por isso trouxe o iogurte com os mirtilos (tapado, para o Ippo não dar por ele) e uma chávena com algum muesli, para pôr por cima (e não amolecer durante a fatídica meia hora de espera).

Dito e feito: chegada à sala, Piccolina sobre a otomana com cara de ponto de interrogação, então não esticas as pernas cá em cima? Estiquei e tapei-me com a mantinha polar, pus o pc no colo, e a pikena deitou-se sobre as pernas.

Ato continuo, chega a Mia, que se enrosca encostada à minha anca esquerda. O Ippo-limpa-fundos, que fica sempre a lamber as tigelas até estarem bem lavadinhas, apareceu depois e ficou um nadinha perdido. Mas deu-lhe o cheiro do iogurte tapado... e começámos a jogar ao espera, que ele sabe jogar muito bem, e respeita.

Mas ele espera... no seu lugar favorito. E depois de eu comer o iogurte, e lhe dar a tigela para lamber - é o momento alto do seu dia, ó felicidade! - o rapaz voltou à carga. E por aqui ficou a manhã toda! E coragem para o tirar? Deusmalivre!

 

now.JPG

 

Às tantas (duas horas depois) lá acordou e foi até à marquise. Eu aproveitei e atirei-me às teclas. Agora, ele não vê, e tem o olfacto afetado pela mesma coisa que lhe tirou a visão, mas ouvir, ah, ouvir, ouve MESMO MUITO BEM! Mal começou a ouvir as teclas apareceu desabrido e per'aí qu'inda não dormi tudo!

 

IMG_20181031_114048.jpg

 

E foi assim. Quando lhe tocava, ronronava... o garoto ainda não é muito coleiro, isto é o melhor a que posso aspirar... e pronto. Foi (também) por isto que ainda não consegui fazer o post. A ver se amanhã trato disso...

 

- o engraçado é que esta pancada pelo pc já vem de longe...ora atentem: 

 

20180625_110006.jpg

 

Esta foi tirada em julho... o gajo se pudesse,era informático! Ou blogger, na volta...

 

Faça. Já! - selfcare #31

faz já.jpeg

 

Hoje não adie: faça.

 

Procrastinar tem a capacidade de fazer a tarefa que adiamos inchar como um balão e tomar proporções desmedidas. A solução está mesmo em definir probabilidades e agir. Já.

 

Para muita gente, ter listas do que fazer, ajuda muito, e a sensação de gratificação ao riscar o que vai fazendo é muito positiva, e motivadora.

 

Mas seja com, ou sem, lista, faça. Não fique a pensar, a matutar no assunto, a arranjar desculpas: faça.

 

JÁ!

(e não saia deste post sem ler a nota no final do mesmo! Obrigada)

 

mini.JPG

Quentes e boas, mais dez respostas de The Big 5-0!

E mais uma semana, mais dez respostas. Só fica a faltar um bloco de respostas, para a próxima semana!

 

31 - Que tem a Fátima atual a dizer à Fatinha dos 15 anos? (Alexandra)

No ano dos meus 15 anos, estive bastante doente (para além da depressão, que essa é transversal). Até o tempo de televisão era contabilizado para não me cansar... apesar disso, como a minha irmã tinha um clube de vídeo (naquela altura as cassetes eram betamax, e 98% dos filmes não traziam legendas, pelo que melhorei bastante o meu inglês) aproveitei para ver um magote de filmes.

O que me dizer nestas circunstâncias?

Não faço ideia. Só recordo que as coisas pioraram nos anos seguintes... e para retirar alguma esperança que eu ainda tivesse, mas valia ficar calada...

32 - Vantagens e desvantagens da decisão de ter deixado de trabalhar para estar com os filhos a tempo inteiro? (Ângela)

Vantagens são as óbvias: estar presente no primeiro passo, na primeira palavra, acompanhar no primeiro dia de escola, ter disponibilidade para os escutar, construir uma boa relação com ambos...

Desvantagens são algumas: há um lado nosso que fica engaiolado, e quando queremos que ele saia, primeiro não quer, e depois quando vai saindo, devagar, descobre que passou um porradão de anos e que não existe um lugar certo para estar. E vai ter de fazer tudo de novo, e reconhecer-se, que já nem sabe bem que é...

E fica a pairar a dúvida se os filhos sentem menos respeito por nós, porque não estamos lá fora a fazer coisas, ou se somos nós que nos sentimos assim e refletimos nos filhos uma realidade ficcionada...

33 - O que muda em nós mulheres dos 40 para os 50? (Célia)

Hummm... acho que varia. A idade média para a mulher entrar na menopausa são os 51, por isso, aos cinquenta estaremos já na perimenopausa (nem todas, a coisa varia), o que é um bocadinho chato... mas assim como a idade varia, os sintomas também. A coisa que mais me tem irritado são os afrontamentos - tenho poucos e espaçados mas quando tenho, parece que o calor vem de dentro para fora, dos pés à cabeça, precisamente ao mesmo tempo. Arghhh!

Mais: para quem é sedentário com S maiúsculo (ou minúsculo, vai dar no mesmo) é a última chamada para se começar a mexer; é juntar-se a um ginásio, ou começar a fazer caminhadas, qualquer coisa, mas é imperativo mexer-se, pela sua saúde!

34 - É verdade que não há regrets, que a maturidade nos traz também aceitação( Happy)

Bom, regrets acho que há sempre. Nenhum de nós é perfeito e durante os cinquenta primeiros anos da nossa vida devemos ter cometido uns quantos erros... no entanto a aceitação supera uma grande parte. Já passou, já ficou lá atrás, para quê perder tempo e energia a matutar no assunto?

34 - Cai-te 1 milhão de euros do céu (pode ser o do Euromilhões, vá) o que fazes? (Alexandra)

Em primeiro lugar, pirava-me. Ia morar para um lugar onde ninguém me conhecesse. Depois, era numa casa não muito grande mas com piscina (adoro água). Um Prius (e o marido que escolhesse um que gostasse, claro; eu é que sou a gaja das máquinas grandes, ele iria escolher um mais pequeno, que eu sei...) E viajava mais - assim mesmo na loucura, contratava uma empregada para ir lá a casa ajudar todos os dias, para os gatos a conhecerem bem e poder viajar tranquila. Tirando isto, ficava tudo igual, acho - ou então tenho falta de imaginação...

 35 - Países ou lugares que ainda queres visitar? (Célia)

Ai, Célia,que seriam tantos! Mas como tenho - e tenciono ter sempre - gatos, não posso ir para longe, por isso fico-me pelas capitais europeias, todas, se faz favor. E mais umas quantas cidades que não são capital - por exemplo, Florença, Milão... e queremos muito voltar à Disneyland os dois. Ah, e Marrocos, claro, que também se faz num fim-de-semana... sonho era um cruzeiro nos fiordes da Noruega, com direito a aurora boreal...

Bom, e hei-de fazer um cruzeiro de uma semana, alguém há-de fazer pet sitting... mas isso não há-de ser para já... 

(no caso de me cair um milhão de euros do céu, como aventa a Alexandra, o problema ficaria resolvido)

 36 - Tens projetos? (Ângela)

Tenho, pois. Estão na gaveta. Agora só me falta descobrir qual e encontrar a chave!

38 - Amar um homem só? (Happy)

Ponto prévio: não tenho intenção de amar mais nenhum.

Mas não, amar um homem só é redutor. Há tantas formas de amar... igual amar uma mulher só, amar um gato só... caraças, o nosso coração tem tantos quartos! Amamos cada um de maneira diferente!

39 - Se tivesses que ser uma super vilã qual seria o teu maléfico poder? (Triptofano)

Lia pensamentos e manipulava os outros com base nisso (é far fetched, não tem piada, mas não me consigo lembrar de mais nada...

40 - Já agora, manda um recado à D. Fátima, de 80 anos. (Alexandra)

Bom, avó, viste como, noves fora nada, correu tudo bem? Ainda tens uns aninhos pela frente, aproveita! Paaaarty!!!

 

 as primeiras 10 respostas

 o segundo pacote de dez

 o terceiro bloco

 

Para cima! selfcare #30

happy.jpeg

 

Está em baixo? Os dias cinzentos têm tendência para ampliar essa sensação, é a chamada depressão sazonal. Mas há pequenas coisas que podem ajudá-lo sentir-se melhor na sua pele, a pô-lo mais para cima!

 

Experimente:

 

- Sente-se, pegue num caderno e  faça uma lista dos seus pontos positivos - físicos, se quiser, mas principalmente, psicológicos/emocionais. Depois de ter a lista feita, atire a modéstia às urtigas, e felicite-se diariamente por cada um deles. 

 

- Passe mais tempo com pessoas positivas, que reforcem o que você tem de bom, e evite as negativas que a rebaixam, aborrecem - nesse sentido, releia este post.

 

- Cuide de si, invista no seu bem estar. Porque, acredite, você merece. Mesmo!

 

mini.JPG

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

#20 Beije

#21 Recupere os seus sonhos

#22 O poder do mantra 

#23 Como um fio de prumo

#24 O elogio é grátis 

#25 Não vale lamentar-se

#26 Feche os olhos e respire fundo

#27 Seja turista na sua cidade

#28 Purse first!

#29 Hoje nao faça!

 

Hoje, não faça! - selfcare #29

free.jpeg

 

Sabe aquelas tarefas que tem de executar todos os dias e que o enfastiam, aborrecem, para as quais, às vezes, não tem a mínima paciência?

 

Essas.

 

Hoje escolha uma - e não a faça.

 

Pode ser no trabalho, em casa... analise e decida. 

 

Pode por exemplo ser não fazer jantar hoje! Informe a sua cara metade, e se esta se ajeitar na cozinha, diga-lhe que é a vez dele. Ou que seja pizza night! 

 

Escolha e decida. E vá um pouco mais longe: institua um dia por semana para decidir não fazer determinada tarefa. Vai ver que só de pensar nesse dia, nos outros dias lhe vai custar um nadinha menos executar-la...

 

mini.JPG

 

#01 As suas regras

#02 Coma um arco Íris

#03 E se alguém lhe oferecer flores...

#04 O bom do H2O

#05 Pare, Escute, Olhe, Sinta

#06 Ande descalço

#07 Uma hora inteirinha...

#08 Seja o Tio Patinhas da energia...

#09 Crie um ritual diário

#10 Recuse-se

#11 Faça de hoje o dia da amizade 

#12 Queime o passado

#13 Experimente uma coisa nova 

#14 Diário 2 minutos 

#15 Faz diferente 

#16 Oh Happy Day

#17 Escute

#18 Dance como se ninguém estivesse a ver

#19 

#20 Beije

#21 Recupere os seus sonhos

#22 O poder do mantra 

#23 Como um fio de prumo

#24 O elogio é grátis 

#25 Não vale lamentar-se

#26 Feche os olhos e respire fundo

#27 Seja turista na sua cidade

#28 Purse first!

Pág. 1/16