Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Escapadinha à Ericeira, 2ª parte

IMG_20190228_084204.jpg

 

(Continuando...)

 

Acordei à hora de jantar, depois li, vi um nadinha de televisão - meio episódio de Father Brown - liguei o ar condicionado no frio durante 10 minutos (gosto de dormir em quartos frios), desliguei-o, enrosquei-me e voltei a adormecer.

 

Na manhã seguinte levantei-me e desci ao restaurante para o pequeno almoço - que está ilustrado na foto acima, onde só faltam os crepes com chocolate (que fui buscar depois). Miamm...

 

Duas coisas:

o café, tipo americano, que detesto por principio, era fa-bu-lo-so. Eu, a mulher dos expressos, repeti, duas chávenas cheias.

a vista. A gente perde-se com o olhar no exterior.

 

E depois fui até lá fora, onde meia dúzia de pessoas aproveitava o sol, e observava os surfistas.

Sentei-me um pouco e fiz o mesmo.

 

IMG_20190228_090028.jpg

(aqui não está ninguém porque esta foto foi tirada na manhã seguinte antes das nove, e ainda estava tudo molhado da noite - que o mar aqui galga tudo... mas foi aqui que me  sentei)

 

Entretanto lá me decidi a subir ao quarto e vesti o fato de banho, umas calças de ioga e uma t-shirt, e desci para a área saúde. Não levei toalha (devia, mas ninguém mo dissera) e a técnica do spa emprestou-me uma. E foi até à uma e meia: jacuzzi, banho turco, duche, jacuzzi, repete....

 

Depois tomei mais um banho de imersão no quarto, vesti-me e fui comer qualquer coisa, que o que não falta naquela terra são lugares onde comer - apesar de no final de fevereiro funcionar aí a 30%. Ainda passei no Continente (naquela terra tudo é pertinho) e fui comprar garrafas de água de meio litro - as do hotel, que tinha consumido na véspera quase à maluca, custavam €3,00 cada, e eu sou menina de 2 l por dia... por isso, resolvi levar umas quantas na mochila quando regressei ao quarto.

 

Entretanto tinha marcado uma massagem ombros, pescoço, rosto e cabeça, e às 18h lá estava eu. Foi fantástico! Ela desfez-me os "nós" de tensão que tinha nos ombros (de tal maneira que no dia seguinte os jatos do jacuzzi até me faziam gemer), e deixou-me tããão relaxada como não me sentia há séculos!

Terminámos com um chazinho, que é sempre o ponto final ideal.

 

Mais tarde, quando recolhi ao quarto, foi uma daquelas noites em que dormi como um bebé!

 

Leia também:

Escapadinha à Ericeira # 1

Escapadinha à Ericeira #3

 

Tamanhos grandes: cabecinhas pensadoras!!! #sóquenão

cabides.jpeg

 

Este mês adquiri a Elle, formato pocket, a cause da placa de mdf decorativa - em verdade, é a revista (do género) de que menos gosto. E quando me dispus a dar-lhe uma vista de olhos, salta-me à vista um aplauso que dão a uma marca de roupa que decidiu aumentar os tamanhos que vende até ao XL. A imagem que ilustra a notícia é uma espiral de tops de manga curta, todos do mesmo comprimento.

 

Às vezes a ideia que me dá é que esta gente pensa com os pés. 

 

Gente, fofinha, cheínha, gordinha... gente que veste o XL, digam-me: vestir uma t-shirt 44 com o mesmo comprimento de uma 34, resulta? Resulta, pois, para mostrar tudo o que se não quer!

 

Amores, estilistas e modelistas destas empresas tão para a frente que querem entrar no mundo dos tamanhos grandes, metam uma coisa na cabeça: fazer uma peça da coleção também em XL, não é SÓ acrescentar um centímetro para cada lado... também é preciso acrescentar no comprimento!!! HELLOOOOO!!!

 

Há por aí marcas conhecidas que o estão a fazer bem, como a H&M, por exemplo. E La Redoute também é uma referência. E há-de haver muitas mais.

 

Para quem, como eu, vai primeiro à Primark, porque quanto menos gastar, melhor, é um desespero/desgosto. Por principio, alargam. E às vezes é só, uma pessoa veste a blusa e ... ó ali uma barrigota a espreitar, dentro das calças! Já quando se trata das segundas, se encontras (eu encontrei umas fantásticas para este Verão) prepara-te para as usares com cunhas. Se quiseres usar com sapatilhas, que sejam ugly shoes, daqueles com uma mega sola, que parece ter sido pisada antes de secar e se esborratou para os lados...

 

Dizem as tendências que este ano as calças se querem compridas, a pisar. Eu tenho para mim que, ao terceiro uso, já têm buraco na barra perto da baínha...

 

Dispersei-me. Este post é só um GRITO para fazerem tamanhos grandes, SIIIIM, mas não se esquecerem de adaptar basicamente a peça ao tipo de corpo de um XL (ou maior).

 

É que senão, além de peças devolvidas, haverão lágrimas em frente ao espelho, e distorção de auto imagem. E se dou as peças devolvidas de barato (fizessem-nas melhor!), não acho aceitável o resto...

 

Memórias (tão) boas...

joe d.jpeg

 

Estou a ouvir a minha lista do youtube premium, e começa a tocar Joe Dassin, que vou acompanhando: L'Éte Indian, Et si tu n'existais pas...

 

... e sinto-me sugada para outro momento, outro lugar. Estou na escola, 9ºano, já com 15 ou 16 anos, e o professor de francês surge com um gravador na sala. De cassetes - para quem sabe o que isso é...

 

Informa os presentes que a aula vai ser diferente. Recordo que o dia estava luminoso e quente e cheirava a Verão. 

 

O prof chega-se à frente e carrega no play. Começamos a ouvir L'étè Indian (claro que alguns começam a cantar a versão do Vítor Espadinha), mas dura pouco. A musica é tão bonita, a letra linda, que nós (quase todos) conseguimos compreender. Antes do final da aula, onde falámos do cantor, ainda ouvimos a segunda musica.

 

O meu nono ano teve professores fantásticos, foi daqueles anos que ficam connosco para sempre. 

 

Tal como ficou Joe Dassin... - e só hoje é que me lembrei da primeira vez que o ouvi 

 

Os 15% e os 15 dias...

calend.jpeg

 

Quinze dias(???) e a ver vamos.

 

Ao contrário do que me disseram aquando da biópsia, resultado em dez a quinze dias - my ass! Hoje são passadas duas semanas sobre o exame, e se recebi o relatório da ecografia feita durante o mesmo há uma semana atrás, do relatório do resultado final, nem sinal.

 

Hoje já fui ao portal do cliente mais de uma vez, não fora terem-se olvidado de enviar a sms a mandar-me ao portal. Isto é um bocadinho ridiculo, pareço uma adolescente à espera que o namorado ligue, a levantar o auscultador n vezes a ver se a linha está em condições!

 

Se tenho vergonha? Se calhar devia. Mas não tenho.

 

Dizem-me que pode ser bom sinal, que estejam a observar as lamelas todas, o que quererá dizer que as primeiras não têm um resultado vinculativo, pelo que o laboratório esteja a demorar mais.

 

Digo que o resultado pode ser mesmo mauzinho e que não mo mandam para o portal, chutando para canto e o médico que me informe no dia seis.

 

Isto pode parecer tudo um bocado parvo mas eu quero saber. Eu tenho o direito de saber.

 

Tirem-me deste sufoco, coiso!!!!

 

Malta: AS ELEIÕES do próximo domingo são para o PARLAMENTO EUROPEU. Bem sei que não parece... mas é!

Eleições.png

Neste momento olho para a campanha eleitoral para o Parlamento Europeu, que vou acompanhando na diagonal, e sinto-me tão defraudada que a coisa que mais me apetece é sacar do cartão de eleitor (yup, o meu CC não tem os dados) e ir votar no domingo... #sóquenão! É que não há pachorra.

 

Se eu me desse ao trabalho de ter tivesse dúvidas que quisesse ver explicadas (até as terei, um camião delas, mas ninguém me pode explicar o principio, por isso deixem lá isso), nenhum candidato me teria acendido um fósforo para alumiar o caminho, muito menos uma lanterna... há um partido - que não vou dizer qual, estejam atentos - que nesta campanha eleitoral fala - vejam lá o desplante! - da Europa, e dos projetos que tem para apresentar no caso de serem eleitos.

 

Os outros usam esta campanha como um trampolim para as eleições de outubro! 

 

Em setembro penso em quem vou votar em outubro, agora gostava que os partidos e candidatos estivessem concentrados no Parlamento Europeu, e não em dizer mal deste governo à exaustão!

 

Irra, já se esqueceram de pelo menos fingir que estão interessados nestas eleições! É um desplante sem tamanho.

 

E sim, no domingo lá estarei, mesmo para, se for o caso, votar em branco.

 

Pág. 1/3