Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Uma animação só!!

27.06.19 | Fátima Bento

now.jpeg

 

Dia compriiiiido, tou aqui que em posso - flor de estufa... 

 

Comecei o dia na Segurança Social - Yupi!!!, não é? Bom, podia ser pior. Depois fui ao Lidl, e  vim a casa à hora de almoço, dei de comer aos bichanos, comi e vi o I'm a celebrity de hoje. Depois pus-me a andar para a clinica onde ia fazer um TAC. Ia fazer e fiz. À coluna.

 

Vocês sabem, quando os electrodomésticos começam a avariar, e vai uma serie deles de enfiada? O meu corpo está assim, a comportar-se à bebézão, o que é que hei-de fazer? É deixar andar, que parada é que não vale.

 

Quando acabei, s'a lixe que vou comer um Dallas de frango ao MacDonalds. Sem queijo. 

 

Ainda voltei a passar no super, porque me esqueci de uns calções de ganga que iam ter hoje, e fui ver p'ó mê hóme. E havia .

 

E agora que entrei em casa a coxear, dei de comer aos pikenos, estou sentada no sofá com as pernas na otomana. Assim não me dói nada, e quero ver se não tenho de tomar um comprimido daqueles, hoje.

 

Guess what?

26.06.19 | Fátima Bento

img_770x433$2019_05_29_18_11_03_589333.jpg

 

Devido à situação no consulado português em Londres, (como, em janeiro, o jornal Público contava aqui) a minha filha marcou agora avião para vir cá tratar do Cartão do Cidadão. Vem durante uma semana. Desses sete dias, um vai ser para tratar do CC e Passaporte (é que não há volta a dar, vai ser o dia inteiro!), e outro para os  levantar.

 

Sobram cinco dias para lhe mostrar a diferença do país em 9 anos. Matar saudades vamos matandos naquelas filas infinitas, e coiso.

 

Entretanto o meu filho vai, no inicio da próxima semana, tratar do seu, que já caducou. Um bom power bank é o que lhe desejo!

 

Eu e o Victor tratamos dos nossos em Março. Sim, foi um dia inteiro. Levantar foi rápido, porque pedimos para enviarem para o Seixal. Mas ainda nos falta o passaporte, que a garota casa no final de 2020 e o mais provável é que nessa data este já seja necessário para entrar no UK.

 

Isto, meus senhores, é (como todos sabemos), uma anedota. Vou estar finalmente uma semana com a minha filha, mas dois dias  de seca ninguém nos tira: quais praia, quais quê...

 

Irra, que este ano tá tudo doido!

Resultado da biópsia (é quem nem nos privados...)

08.06.19 | Fátima Bento

est.jpeg

 

Bom, este post tinha sido prometido, no Instagram, para ontem. Mas acabei por passar o dia com dois médicos, um de cada vez, e quando cheguei a casa não estava com vontade nenhuma de escrever. Por isso deixei para hoje - desculpem qualquer coisinha...

 

Quinta feira levantei o relatório da biopsia e sabem o que dizia?

 

"Amostra escassa, cuja má preservação impede a caracterização citológica".

 

Na consulta, o veredito do médico: vamos controlando com ecografias e análises... ora esta foi feita em março, vamos apontar para março do ano que vem (WTF???)

 

Malta, esta "brincadeira" começou no dia 6 de abril, com a consulta de endocrionogia, na qual me fiz acompanhar pela primeira ecografia que requereu a biopsia. Fi-la, e o relatório ecográfico da mesma chegou-me pelo portal do cliente no dia 13 de maio. O relatório do exame levantei esta quinta, 6 de junho. Estive dois meses, pre-ci-sa-men-te, para saber...nada! Paguei quase €40 por uma biópsia que nem sequer foi preservada em condições (não vou aqui acrescentar o valor das consultas), pelo que fiquei no lugar em que estava. 60 dias e estaca zero. 

 

E é assim: se me foi pedida a biopsia, não foi "porque sim..." foi porque havia suspeita de malignidade. E agora, daqui a um ano a gente vê. Mas que diacho? Isto faz algum sentido? Negligência é o melhor adjetivo a aplicar...

 

Dia 3 de Julho tenho consulta no HGO e posso dar-me por satisfeita por tê-la! E claro, vamos fazer tudo outra vez.

 

Portanto, prognósticos só daqui a um mão cheia de meses... meses a enxotar a depressão e a apostar no otimismo.

 

Escapadinha à Ericeira, 3ª parte - melhor impossível!

06.06.19 | Fátima Bento

Vila galé.png

(via booking.com)

E no terceiro dia levantei-me com as galinhas, por forma de tomar o pequeno almoço com calma, e às nove estar a entrar no espaço saúde, hora a que abria.

 

Depois de encher a barrigota com o habitual - estão a ver, um buffet onde há tudo o que pode passar pela cabeça, e mais o que nem passa, vou direto para os cereais, despejo duas doses de müesli, junto umas bagas goji, uma colher de chia, três amêndoas, passo pelos iogurtes e levo dois naturais. Coloco na mesa e volto. Pego num copo de sumo de manga e tiro uma senhora chávena de café, onde deito um pingo de leite frio. Ainda volto para a fruta cortada, que ponho numa tigela mais pequena. Voilá o meu pequeno almoço - desta vez nem fui aos crepes. É esta a primeira refeição que faço em todo o lado onde fico! 

 

Quando acabei, como ainda faltavam uns minutos para poder descer, dei uma volta pelo jardim - que estava muito mais molhado que na véspera, visto ser uma hora mais cedo - e tirei uma fotografia que adoro:

 

IMG_20190228_104546_BURST001_COVER.jpg

 

Após o que desci para o balneário e ala para o jacuzzi. Repeti o esquema da véspera jacuzzi-banho turco-duche-jacuzzi... e às 11 horas subi para o quarto. Tomei um banho, reuni as últimas coisas que não não tinha guardado na mala na véspera, e ao meio dia estava a fazer o check out ()...

 

Depois levei o carro até ao espaço do costume, junto ao mercado, enfiei umas quantas moedas no paquímetro, e fui almoçar - onde já tinha ido antes, à cervejaria 7 janelas - que tem umas asinhas de frango de comer e chorar por mais! - e almocei linguini nero com gambas. E depois fui tomar café ao Pãozinho das Marias, que acompanhei com um Ouriço da Ericeira (e trouxe uns quantos para a familia)...

 

IMG_20190227_163619.jpg

 

Dei uma volta pela praça, espreitei as praias, e fiz-me ao caminho de regresso - a meio recebi uma chamado do meu filho (só para me lembrar que a pausa acabara): trazes comida? E pronto, lá fui ao supermercado antes de vir para casa....

 

Sobre o Hotel Vila Galé Ericeira

 

Cada um de nós quererá eventualmente coisas diferentes de um hotel: este satisfez-me a 100%. Ele é a simpatia dos funcionários, a sua disponibilidade... ele é a limpeza à prova de algodão branco. Ele é aquele panorama!!!! Não vou precisar de procurar mais nenhum lugar para fazer os meus "retiros", que isto em equipa que ganha não se mexe, e esta definitivamente, é à minha medida.

 

Situação curiosa que aconteceu: quando cheguei achei o AC amarelado pelo tempo, e que fazia algum barulho, mas não liguei. Foi banho e cama - interrompido pela querida que me veio oferecer três maçãs e uma garrafa de água. Um apontamento de cortesia que caiu tão bem!

 

IMG_20190606_103237.jpg

 

No dia seguinte, quando saí do jacuzzi e subi ao quarto, coloquei o fato de banho nas costas da cadeira, que direcionei para o aparelho, por forma a secar até ao dia seguinte. Peguei no comando e liguei-o. Vejo a patilha abrir (coisa que não tinha visto na véspera, quando cheguei, já estava aberta) e o silêncio. Olho BEM para o aparelho: branco, novinho. Ou seja, enquanto estive "a banhos", vieram e trocaram o ar condicionado. Não deixaram uma prova, o quarto estava tão limpo que melhor era impossível. Imaginem a minha cara!

 

Resumindo e (não) baralhando: aquile hotel é o paraíso. Tenho quarto marcado para dois de Outubro, e em Fevereiro espero voltar para um retiro... estou a fazer mealheiro para ficar mais um dia .

 

E se ainda não leu...

Escapadinha à Ericeira # 1

Escapadinha à Ericeira #2

 

Rocketman - o (grande) filme

03.06.19 | Fátima Bento

elton.jpg

 

Podia ser mauzinho. Muito facilmente, cheio de clichés, lavadinho com lixívia, polindo a imagem do cantautor.

 

Podia.

 

Mas revelou-se um daqueles filmes que não esquecemos e que faz uma abordagem diferente a classica biopic. 

 

Gosto de filmes que me façam sentir, e este, deixou-me dois dias agarrada. O filme é mesmo um musical, mas isso torna-se secundário - embora seja obrigatória uma grande vénia a Taron Egerton, que está, no mínimo, soberbo.

 

O filme é terno, cria uma empatia com Elton John que extrapola do écran. Nunca mais vou olhar para ele como antes de ver o filme. Não que lhe ligasse muito, gosto das canções que toda a gente conhece e é da sua autoria a banda sonora d'O Rei Leão da Disney. Isto é a sua lendária coleção de óculos era fundamentalmente o que sabia a seu respeito... esta mania que temos de achar que os ricos e famosos são felizes e/ou devassos, sem quaisquer razão que o justifique, é um conceito cilindrado na película.

 

É preciso sementes para germinar o fabuloso, o angustiante, o bom e o decadente (já lá dizia a outra que nothing comes from nothing)

 

Elton John, sou tua fã.

 

rocketman-taron-egerton.jpg