Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

30
Set21

E o quadro da próxima semana é...

- assim sem mais:

40 anos Fátima Mano.jpg

40 anos - Fátima Mano

 

E não é que já desisti de fazer as coisasde outra forma que não aproveitar a primeira lista do Randomizer?

random a.png

Esta semana é a vez de buscarmos inspiração no quadro de Fátima Mano.

 

Qual é a primeira coisa que vos ocorre, então? 

A mim ocorreu-me tempo individual (me time).

 

Já sabem, é ali em baixo nos comentários, sim?

 

Vamos a isto?????

 

 

No desafio Arte e Inspiração, participam  Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno EverdosaCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroGorduchitaImsilvaJoão-Afonso Machado, e os restantes...

 

29
Set21

Desespero

Desafio arte e inspiração - semana #3

 

pexels-photo-6542697.jpeg

 

Estendeu-se no chão e deixou-se ficar imóvel, deitada de costas e com os olhos fechados.

 

Depois da porta da rua finalmente fechada, depois da violência verbal e terror emocional finalmente afastados, sem ter sequer tempo para digerir a perda, que o foi, que o é, e que será sempre, chega o inimaginável: um clip de voz da outra filha com raiva mal disfarçada e argumentos impossíveis de rebater ou argumentar porque o final da mensagem foi e agora vou bloquear-vos a ambos, porque não quero voltar a falar convosco.

 

Aquela mensagem ressoava nos seus ouvidos em loop numa confusão cada vez maior, num sem número de questões levantadas e não respondidas, enigma que não havia como resolver. E a dor insinuou-se e substituiu a estupefação, e ela começou a sentir que o seu útero secava, se amachucava com o som que fazem as folhas secas caídas das árvores no Outono. 

 

Entendeu que tinha deixado de ser. Quando eles decidiram que não queriam continuar a ser, ou agir, como seus filhos, ela esfumou-se no ar, inexistiu. Num mícron de tempo recuou trinta anos e tudo o que tinha sido durante esse tempo, aquilo a que se tinha dedicado, tinha apenas sido ser mãe. Em exclusivo (e atentem na ironia, achava que tinha desempenhado magnificamente esse papel, por ter dado sempre tudo o que podia de si).  E agora já não era e criara-se um imenso vazio de trinta anos que a transforma na sombra de um ponto de interrogação gigante.

 

E o pranto desatou-se, e urrou de dor a abandono, enrolada em posição fetal, ainda no chão, e soluçou, soçobrou à dor da perda até os olhos não terem mais nada para deitar e a garganta se fechar.

 

De rescaldo, nos braços do marido que a envolvera na proteção e partilha daquela dor incomensurável, perguntou:

 

-  Como é que se faz o luto de duas pessoas vivas? Como? 

 

E deixou-se ficar inerte, sem forças, nem desejo de as (voltar a) ter.

 

No desafio Arte e Inspiração, participam  Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno EverdosaCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroImsilvaJoão-Afonso MachadoJosé da XãLuísa De Sousa, MariaMaria AraújoMiaOlgaPeixe FritoSam ao LuarSetePartidas

 

Para referencia, esta foi a obra que serviu de inspiração aos textos desta semana 

edvard_munch_-_the_scream_-_google_art_project.jpg

 "O Grito", de Edvard Munch

 

Amanhã, aqui, será revelado o quadro para a próxima semana. Não se esqueçam de passar por cá e deixar a vossa primeira palavra...

24
Set21

Estou quase a fazer anos, e o presente é para vocês!

- e desta vez não é um livro ;)

 

pexels-photo-5704738.jpeg

 

Faço 54 anos no primeiro sábado de outubro, dia 2, e resolvi fazer um pequeno passatempo em torno de "tão importante data".

 

Primeiro, vou mostrar-vos o prémio - que não, não é patrocinado.

Captura de ecrã 2021-09-24 162635.png

Como podemos participar, perguntam vocês? Simples, só tem de responder a quatro perguntas. De entre quem acertar três delas, o randomizer escolherá o vencedor.

 

  1. Em que ano nasci (é só fazer as contas...)?
  2. Quantos gatos tenho e como se chamam (muahahahah)?
  3. Qual é o meu primeiro nome (já o disse mais de que uma vez... quem esteve atento??)
  4. Finalmente, digam lá, o que é que eu mais gosto de fazer (aqui aceito múltiplas respostas, desde que goste muito, estará correto)

 

(ah, e por último, os membros do #GrupoDosLápisDeCor ficam também incumbidos de deixar as vossas datas de nascimento - não é preciso o ano. É que eu gosto tanto de dar os parabéns a quem faz anos que nem imaginam)

 

E então fico à espera das vossas respostas. Quem arriscar uma resposta desde agora até domingo às 23:59h, tem direito a  um pequeno mimo extra, caso seja vencedor. Mas atenção: podem participar até ao dia do meu aniversário, inclusive

 

Convoco desde já os suspeitos do costume Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno EverdosaCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroGorduchitaImsilvaJoão-Afonso Machado, (os restantes serão chamados no post seguinte) mas atenção: todos, mas TODOS MESMO que passarem por aqui - ou pelas redes sociais - podem e devem participar. Mas as respostas têm de ser deixadas aqui no blogue, para eu não andar feito tonta a catar respostas por mais de que um lugar, ok?

E então, 3, 2, 1...

Nota:

Este sorteio só terá lugar com um minimo de quinze participantes, até dia 2 de Outubro  às 23:59

23
Set21

Começamos pelos pés, s'il vous plaît...

É pó corpo e pá alma #2

 

pexels-photo-1557252.jpeg

 

Vamos abrir uma rubrica nova, que há-de aparecer quando calhar, e cujo nome está no subtítulo deste texto, boa? Até o repito e tudo, É pó corpo e pá alma (este é o #2 porque o das pestanas fabulásticas foi o primeiro). 

 

Vocês sabem - assim meio de fugida, sabem mas sem saber muito bem - que não tenho estado no meu melhor - embora estes últimos dias tenham sido mais melhores, como dizem os miúdos pequenitos. Como tal, uma das formas que encontrei de mimar a alma, é concentrar-me de vez em quando no corpo. 

 

Só podia começar por aqui: sabem lá vocês o estado em que os meus pés estão! Ando há que tempos a dizer que tenho de marcar uma pedicure, mas depois penso que há sítios tão melhores onde gastar os parcos euritos que guardo para os mimos, que tenho deixado passar o tempo. E sabem o que é barrar os pés com vaselina e no dia seguinte os pés estarem ainda mais secos porque nem conseguiram absorver nada? Não sabem? Então imaginem... 

 

Eu explico: não sou ET, nem tenho cascos como os animais mas... ando sempre descalça. Sempre. só me calço quando vou à rua (duh!), e desconfio que é porque se me apanham a conduzir descalça me multam . Mas resumindo, estou com uns pés impróprios para consumo no que à estética diz respeito.

 

Para ajudar à festa, há um pequeno problema: eu a-d-o-r-o ter os pés arranjados. Mais de que os pés, só as mãos. E então, com a mania das poupanças, a tentar olhar mais longe comprei estas coisas:

 

IMG_20210922_192209.jpg

 

Mais não são que umas "meias/botinhas", ou o que lhe quiserem chamar, em silicone. 

 

Ora aqui a espertalhona acabou de tomar o duche há coisa de uma hora, passou pedra pomes (só ali, devo ter perdido um quilo e pouco) fui ao quarto, barrei os pés com um creme para calcanhares gretados - para grandes males, grandes remédios! - abri a saqueta onde vinham as sapatetas, e calcei as ditas, para a pele absorver melhor o creme. E depois - ó mulher, tu pensas????  - fui à cozinha, colocar as toalhas do banho na máquina.

 

E foi então, malta, que descobri o verdadeiro sentido da expressão patinar na maionaise!

 

 

- mas dentro das botinhas, ó lá  o que aquilo é... e depois voltei para a sala nos mesmos preparos, agarrada às paredes, e aquelas coisas ora fugiam para a direita ora para a esquerda, e eu aiaiaiaiai... só não me esbardalhei porque não calhou...

 

Fiquei, então, aqui sentadinha de pés na otomana, depois de berrar ao google para me avisar  passados sessenta minutos.

 

E eis que ele acabou de apitar e eu descalcei as ditas. Claro que tenho os pés todos transpirados, e ainda não vos posso garantir que resulte - mas neste momento estão mais suaves ao toque.

 

Por isso se quiserem experimentar, aqui vão as instruções:

 

  1. Preparem os pés com lima ou pedra pomes depois do duche, do banho, ou de os porem de molho dentro de um recipiente com água quente durante uns minutos - eu já experimentei de tudo, e a pedra pomes é o que resulta comigo (isto quando sou linda e a uso...)
  2. Ao deitar, repito AO DEITAR, barrar as extremidades inferiores e calçar as maledettas.
  3. Retirar na manhã seguinte, ou antes, se vos incomodarem - mas aguentem pelo menos uma horinha, sim?
  4. Façam isto uma vez por semana, ou a cada duas... ou pronto, uma vez por mês.

 

Agora, querem saber onde se compram? Só vos posso dar dois links: onde as comprei e onde tenho comprado coisas que não sei onde comprar.

 

Comprei na Shein, custaram-me €3,75. Mas podem comparar também na Amazon - as que podem ver se clicarem no link são só um exemplo, e o preço oscila entre os €10,29 e os €10,59. Mas há outras. E de certeza que também os podem comprar noutros sitios, eu só menciono o que conheço...

 

E mais: para quem luta com calcanhares gretados, há estas coisas fantásticas: 

 

Captura de ecrã 2021-09-23 184119.pngCaptura de ecrã 2021-09-23 184448.png

 

(é só clicar nas fotos - e podem confirmar que se as "traduções" dos chineses são más, as "adaptações" dos espanhóis também não são lá grande coisa...) "

 

O restante embelezamento dos pezitos vai ficar para amanhã, que hoje já não são horas para isso, preciso da luz do dia para ver bem as cutículas e coiso. Depois mostro como ficaram os ditos...

 

23
Set21

E o quadro da próxima semana é...

... desta vez nem mando rufar os tambores, avanço logo com a imagem...

 

edvard_munch_-_the_scream_-_google_art_project.jpg

 

Era suposto eu ter levado a lista de obras a votação, não era? Acho que sim. E levei? Garanto que não.

 

Portanto, esta semana tive de recorrer outra vez à lista do randomizer da semana passada... sendo assim, a obra desta semana é da autoria de Edvard Munch, O grito

 

random2.png

 

Então já sabem: é deixar um comentário a dizer a primeira coisa que vos ocorre quando olham para a imagem. 

 

A minha é dor.

 

E pronto, a bola está do vosso lado  

 

Partida...

...largada...

fugida!

 

A data de publicação do texto inspirado na obra é, já sabem, 29 de setembro.

 

No desafio Arte e Inspiração, participam  Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno EverdosaCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroGorduchitaImsilvaJoão-Afonso MachadoJosé da XãJorge OrvélioLuísa De SousaMaria AraújoMarquesaMiaOlgaPeixe FritoSam ao LuarSetePartidas

 

22
Set21

Magia

Desafio Arte e Inspiração - semana #2

 

pexels-photo-326055.jpeg

 

Deitado de costas na relva observo o céu estrelado, quase hipnotizado pela dança que as nuvens interpretam por entre as estrelas mais brilhantes que me lembro de alguma vez ter visto. É uma noite tão mágica que até a lua parece ter luz própria, penso, e vou sentindo os olhos a ficar pesados, ao mesmo tempo a relva se começa a assemelhar ao melhor colchão em que estive deitado. 

 

Completamente relaxado, não chego a adormecer. Pelo contrário, apesar dos olhos fechados, estou atento a cada som, a cada odor, a cada movimento à minha volta. Chego a sentir a luz dos pirilampos, se tal é possível!

 

Depois um som que nunca tinha escutado faz-me entreabrir os olhos. De inicio não vejo nada de diferente, até que consigo divisar um par de olhos brilhantes, minúsculos, meio escondidos atrás de um arbusto. Ouço a minha voz sussurrar que está tudo bem, que é seguro e pode deixar a proteção onde se esconde. Devagar, tentando entender se pode realmente confiar, acaba por se mostrar. É tão pequenina que, pondo as minhas mãos em concha, cabe confortavelmente ali. Observo-a maravilhado, atentando na perfeição de cada membro, e quase me perco naqueles pequenos olhos da cor do céu num dia de Verão sem nuvens.

 

De repente ergue-se e rodeia-me em reviravoltas graciosas enquanto ri, cada gargalhada soando como o tilintar de um minúsculo sino feito o cristal mais fino. Encantado, consigo ouvir a sua voz nos meus pensamentos, dizendo-me que sempre que acontecer uma noite como aquela, poderei encontrá-la ali, porque em noites assim a magia solta-se e tudo pode acontecer.

 

Lembro tudo isto como se fosse ontem, e no entanto já se passaram quase trinta anos. E pela primeira vez desde então, sinto que a noite se repete. Volto a deitar-me no mesmo local, olho aquele céu mágico, mas não consigo evitar sentir-me um pouco pateta, já que até hoje duvido que aquilo que recordo não tenha sido mais que um sonho... no entanto fecho os olhos e vem-me à memória aquela velha crença de que morre uma fada, por cada vez que alguém diz que não acredita nelas. E começo a repetir para os meus botões "eu acredito em fadas, eu acredito em fadas... "

 

E é então que, muito levemente, escuto um tilintar muito suave, tal qual se um sino feito do cristal mais fino. Sorrio, e sei: acredito.

 

No desafio Arte e Inspiração, participam Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno Everdosa, Célia, Charneca Em FlorCristina AveiroGorduchitaImsilvaJoão-Afonso MachadoJosé da XãJorge OrvélioLuísa De SousaMaria AraújoMarquesaMiaOlgaPeixe FritoSam ao LuarSetePartidas

 

Para referencia, esta foi a obra que serviu de inspiração aos textos desta semana 

Stary Night Vincent Van Gogh.jpg

"Stary Night", Vincent Van Gogh

 

21
Set21

Vocês vão ficar todas roídinhas de inveja

Do meu ultra-mega-hiper pestanão, vão ver...

person-woman-eyes-face.jpg

 

Quem me conhece pessoalmente sabe que eu tenho uma boca muuuuito pequenina (ide espreitar ao Instagram e confirmar, se duvidam...), sendo que já não uso batom há um ror de anos.

 

Felizmente, diz que tenho uns olhos grandões... nomeadamente quando me maquilho - o que não acontece muitas vezes, porque sou a preguiça em figura de gente, no que à beleza diz respeito. Mas, dizia eu, quando faço uso dos pós e pincéis a coisa fica mais bonita: a atenção é toda centrada para os olhos, e ó que linda qu'a moçoila é...

 

Mas mesmo os olhos têm um probleminha... tenho aquilo que eu chamo ternamente de pestanas de vassoura: ela existem, estão lá, mas não reviram. Já fiz permanente de pestanas - a técnica até transpirava, coitada! - e elas ficaram lindonas, aí durante uma semana, e tunga vai de descair para a sua postura habitual e é que não há máscara de pestanas que as revire! 

Então, há alguns dias, uma amiga mostrou-me fotos da filha com um "pestanão" de fazer inveja. Pelo menos aqui à pessoa que vos escreve. A João ainda gozou comigo, porque segundo ela, aquele efeito é facílimo de conseguir, basta usar pestanas magnéticas! 

 

Ora eu que quando tento - e oh, minhas amigas, já tentei mesmo muitas vezes - usar um revirador de pestanas, este ou nem chega a tocar nas ditas, ou vou com tanta sede ao pote que entalo a pálpebra, achei que no can do buccaroo, e levantei todas as dúvidas que havia para levantar. Mas ela conseguiu (!) passar-me o bichinho de experimentar. Diz que se aplica um eyeliner magnético e por cima deste,  um cílio e prontx!

 

Atenção que eu não ando na lua. Já tinha ouvido falar nisso, visto nas minhas redes sociais, mas via sempre aplicar dois, um por cima e outro por baixo, que agarravam um no outro e essa operação delicada não parecia ser para mim, fóbica dos reviradores e tuditudo...

 

Mas olhem desta maneira, fiquei convencida e acho que sim, vou experimentar! Vem aí o meu aniversário, logo seguido do aniversário do casório, e vocês hão-de ver fotos de mim toda bela e pestanuda, com cílios daqui até à lua .

 

Se tiverem curiosidade, fica aqui o link para o site onde a filha da minha querida João comprou os cílios dela.

 

E aguardem pois, os próximos capítulos, em surgirei como diva das mega-pestanonas!

 

16
Set21

E o quadro desta semana é...

- ... e quem será que o escolheu??

 

Gente, tenho uma novidade: acabou-se a democracia. 

(mas é uma única vez que eu não gosto de totalitarismos...)

 

Isto, porque:

 

Foram-me enviados, à razão de um por pessoa (que houve quem enviasse mais que um - eu incluída - mas acabou por não valer) 14 quadros, já incluindo o da primeira semana - o do texto de ontem. Ora, tínhamos pensado em fazer o mesmo número de semanas dos lápis de cor, 12+1, e aqui só temos um único a mais... vamos fazer um esforço e esticar o desafio mais uma semana, sim? Sim?

Eu decido por vocês: 

 

 

E como houve alguém que levantou a questão de que gostaria que o quadro fosse surpresa, decidi fazer um sorteio com as treze obras que faltam. Coloquei os nomes dos autores - queriam que eu colocasse o nome das obras, não? - no randomizer e saiu isto:

random.png

 

Portanto o quadro em que nos vamos inspirar para a próxima quarta feira, é:

 

Stary Night Vincent Van Gogh.jpg

Stary night de Vincent Van Gogh.

 

Agora já sabem: é só deixar num comentário a primeira coisa que vos ocorre quando olham para a imagem.

Para mim é sonho. É vocês? 1,2,3...

Pág. 1/2