Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

30
Set22

E o quadro da próxima semana é...

Desafio arte e inspiração - semana #4

Isto hoje vai de chofre: eis o quadro

 

John_William_Waterhouse_The_Lady_of_Shalott.jpg

The Lady off Shalott de John William Waterhouse, foi escolhido pela nossa Olga.

 

E já sabem, é só escreverm o que vos vier à cabeça aí em baixo nos comentários.

 

(desculpem mas têm sido dias de tempestade, não me vejo livre desta gaita... 🤬🤬🤬)

 

23
Set22

E esta semana o quadro escolhido é...

Desafio arte e inspiração 2.0 - semana #3

Bom diaaaa!

Hoje vou fazer tudo ao contrário. Vou começar por chamar todos - Ana D.Ana de DeusAna Mestrebii yueCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroImsilva, João-Afonso MachadoJosé da XãLuísa De SousaMariaMaria AraújoMiaOlgaPeixe FritoSam ao Luar e Sete Partidas e dizer como o Robbie:

 

 

(só porque sim)

 

E agora que já vos dei as boas vindas, vou desvendar o mistério desta semana - tchan-tchan-tchan-tchan...

 

Severa, Malhoa.png

O fado, José Malhoa

 

Esta obra foi uma escolha da Ana Mestre, e em mim evoca muita coisa: desde logo, a minha juventude em que passei muitos serões com dois amigos a escutar Amália, com os ouvidos e acima de tudo, com a alma. Depois, salta do quadro a nossa nacionalidade, sabemos que isto é Portugal. Boémia. Noites brancas, faca na liga, marialvas e fado como sinónimo de destino (triste).

 

E a vocês, o que vos ocorre? Já sabem...

 

 

Recordo, a publicação deve acontecer na próxima quarta feira 28.

22
Set22

Sobrevivência

Desafio arte e inspiração V2.0 - semana #2

pexels-photo-1366929.webp

 

 

[Esta semana "a vida aconteceu" e eu meti os pés pelas mãos, não conseguindo escrever o post a tempo de o publicar no momento indicado.Vai daí vou agora - são 17:07 de quinta feira -  pôr mãos à obra, e publicá-lo em seguida]

 

Colocou todas as fotos em álbuns, e seguidamente guardou-as dentro de um baú. Pensou em trancá-lo, colocar -lhe um cadeado, mas não o fez. No entanto a pequena arca de madeira fazia-se presente, de quando em vez, deixando-lhe um gosto amargo na garganta que, se de inicio não desaparecia com facilidade agora começava a prevalecer cada vez menos.

 

Às vezes a única hipótese de sobrevivência era apagar, arrumar, afastar da vista, para que o coração não doesse tanto.

 

Entrou no quarto de arrumos e passou a mão sobre as ferragens de latão, o fecho encaixado... mente vazia, deixou o inconsciente trabalhar o que quisesse, mas amarrou a consciência num colete de forças. 

 

Piscou os olhos e apercebeu-se que não sabia há quanto tempo se encontrava ali, sentada no chão junto ao baú. Suspirou e recordou-se: aquela já não era a sua vida, e começava a duvidar que alguma vez tivesse sido.

 

Levantou-se, sacudiu o pó das calças de ganga e saiu do quarto. E sem se aperceber, levou consigo no inconsciente aquela foto da filha aos dois anos, vestida com o macacão cinza curtinho, junto ao quiosque azul.

 

Naquela noite recuaria no tempo e nos seus sonhos voltaria a abraçar aquele corpinho, veria aquele sorriso e ouviria aquela voz e ririam juntas, gargalhadas de pura felicidade.

 

Apenas, e só, nos seus sonhos mais escondidos...

 

Para referência este foi o quadro que inspirou este texto:

22359411_15Wop.png

Young Mother Sewing, Mary Cassat

 

Todas as quartas feiras eu e a Ana D., a Ana de Deus, a Ana Mestre, a bii yue, a Célia, a Charneca Em Flor, a Cristina Aveiro, a Imsilva, o João-Afonso Machado, o José da Xã, a Luísa De Sousa, a Maria, a Maria Araújo, a Mia, a Olga, a Peixe Frito, a Sam ao Luar, e SetePartidas publicamos um texto relativo ao quadro da semana, que é apresentado todas as sextas de manhã.

Se se quiser juntar a nós, esteja à vontade, diga apenas que o vai fazer!

(o desafio termina na última semana de novembro )

 

16
Set22

O quadro desta semana é...

Desafio Arte e inspiração V2.0 - semana #2

Antes de mais, quero contar que deu a travadinha no teclado do meu pc, à séria. Começou por a fila de carateres de baixo - a que vai do z ao hífen - deixar de funcionar, e a seguir o cursor começou  a atirar-se para o inicio da frase, com tamanha vontade que nem com o mouse pad eu conseguia movê-lo. Ou seja, isto só lá vai de teclado novo, e se insisto em usar o meu portátil (que já tem uma mão cheia de anos) e o faço apenas para poder escrever no sofá com ele no colo, não me parece que seja fazível, o meu colo não é assim tão grande...

Ainda andei de volta das atualizações, põe e tira - só não formatei, mas parece que SE houver alguma hipótese daquele parvo voltar a funcionar condignamente, terá de ser por aí. Por isso, olhem, mandei tudo às cucuias e vim para o escritório, usar este pc. Contrariada, mas era pior se não houvesse outro cá em casa. Prontx.

 

 Por isso, com umas horas de atraso, eis a obra para inspiração desta semana:

 

Voilà!

quadro Cristia Aveiro.png

Young Mother Sewing, Mary Cassat

 

Desta vez a escolha foi da Cristina Aveiro. E que imagem bela... remete-me imediatamente para a ternuracalma, serenidade...

 

E a vós, Ana D.Ana de DeusAna Mestrebii yueCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroImsilva, João-Afonso MachadoJosé da XãLuísa De SousaMariaMaria AraújoMiaOlgaPeixe FritoSam ao Luar e Sete Partidas, o que vos faz sentir, ou vir à ideia quando o olham? deixem as vossas impressões ali ó:

 

 

Já sabem, texto a publicar na próxima quarta, apresentação do quadro seguinte às sextas de manhã.

 

14
Set22

Resiliência

Desafio Arte e Inspiração 2.0 - semana #1

pexels-photo-9398513a.jpeg

Forçou a chave, que cedeu ao finalmente rodar na fechadura. A porta rangeu queixando-se de todos os anos que permanecera fechada, e do interior uma vaga de pó misturado com um persistente cheiro a bafio, a velho e fechado embateu no seu corpo, levando-a a tossicar, uma tosse seca e irritativa. Deu um passou em frente e olhou em volta: a luz que vinha do exterior iluminava os quatro degraus de pinho que se erguiam em frente, e os três que desciam para a cozinha, à sua direita.

 

Subiu, entrou na sala, puxou os cortinados com cuidado, para controlar a poeira, abriu as janelas de par em par, abeirou-se do peitoril e respirou fundo. Os pinheiros erguiam-se, imensos e imponentes, e ela sentiu-se invadida por todo aquele verde que a tranquilizava. Rodou nos calcanhares e olhou a sala: estava exatamente como a deixara, há tantos anos. Aproximando-se da poltrona, removeu o lençol que a tapava e sentou-se, encostando a cabeça no espaldar.

 

Suspirou e fechou os olhos. Aquela casa trazia-lhe à lembrança tempos muito felizes da sua infância, antes do mundo se partir em pedacinhos pequeninos que tentou colar, debalde, por forma a não ter de recomeçar, que se reconhecer, de descobrir quem era de fato. Mas o estrago fora demasiado, e era impossível voltar a montar as peças do puzzle em que a vida se transformara, sem aviso. Pousou os olhos nas mãos que repousavam no seu colo, e num repente levantou-se e percorreu os restantes quartos, abrindo janelas, removendo teias de aranha com as mãos nuas: queria luz, ar puro, queria limpar as camadas de incertezas que se amontoavam, ligar um aspirador, passar nos móveis, no chão, fazer novo.

 

Na manhã seguinte começaria bem cedo, limparia tudo até aos cantos mais escondidos, depois escolheria as poucas coisas que queria manter e deixaria que levassem tudo o mais - de resto quase tudo. 

 

Com plena consciência de que as recordações e as memórias não se apagam nem se escondem, mas se encaram e superam, depois da casa bem lavada e limpa, estenderia um colchão no chão do quarto, colocaria uma luz ao lado, e recomeçaria, iniciando a busca pelo que realmente fazia sentido ter dentro.

 

Da casa, e de si mesma.

 

- Para referência, este texto foi inspirado no quadro abaixo:

 

Presistencia da memória, Salvador Dali.webp

A presistência da memória, de Salvador Dali.

Todas as quartas feiras eu e a Ana D., a Ana de Deus, a Ana Mestre, a bii yue, a Célia, a Charneca Em Flor, a Cristina Aveiro, a Imsilva, o João-Afonso Machado, o José da Xã, a Luísa De Sousa, a Maria, a Maria Araújo, a Mia, a Olga, a Peixe Frito, a Sam ao Luar, e SetePartidas publicamos um texto relativo ao quadro da semana, que é apresentado todas as sextas de manhã.

Se se quiser juntar a nós, esteja à vontade, diga apenas que o vai fazer!

(o desafio termina na última semana de novembro )

 

12
Set22

Pontos nos I's e final do suspense

- do desafio Arte e Inspiração, desde a primeira semana da primeira fase

pexels-photo-1375261.webp

Entramos na primeira semana da segunda parte do desafio dos quadros. Já sabem qual é a obra, está um ou dois posts atrás: é A persistência da Memória, de Salvador Dali, que me foi sugerido por dois de vocês, Sílvia e José da Xã.

 

E então já sabem: se ainda não escreveram, força: a publicação é para a próxima quarta feira. E na sexta apresentarei o próximo.

 

E vamos acabar com o suspense de uma vez: quem enviou os quadros já apresentados, foi:

 

  • A Grande Onda de Kanagawa de Katsushika Hokusai, foi a escolha pela nossa Peixa;
  • Stary Night de Vincent Van Gogh, foi escolhido por mim;
  • O grito de Edvard Munch, foi a aposta da Sónia, a nossa Charneca em flor;
  • 40 anos de Fátima Mano é uma obra muito especial para a nossa Isabel, IMSilva;
  • El sueño de Frida Khalo foi a obra que a Luísa de Sousa selecionou;
  • Sobreiro, Dom Carlos de Bragança/Malhoa veio do João-Afonso Machado;
  • O Beijo de Gustav Klimt, foi apresentado pela Ana de Deus e pelo José da Xã;
  • Ilustraçãodemoda de Almada Negreiros veio da Maria Araújo;
  • Cabelo perseguido por dois planetas de Joan Miró, foi enviado pelo José da Xã;
  • Several Circles de Wassily Kandinsky foi sugerido pela Biiyou.

 

E tanto quanto me lembro ficámos por aqui. Se estiver enganada, digam! Os próximos, vou dizendo que foi à medida que os vou apresentando.

 

IMPORTANTE: tenho obras que fazem o desafio chegar a 2 de novembro - contando já com mais duas escolhidas por mim, e duas que me foram sugeridas entretanto. Se desejarem que o desafio se estenda até ao final de novembro preciso que me enviem mais 3 obras! Por email para fatima_bento@sapo.pt, fáchavor.

 

E então olhá chamadaAna D.Ana de DeusAna Mestrebii yueCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroImsilva, João-Afonso MachadoJosé da XãLuísa De SousaMariaMaria AraújoMiaOlgaPeixe FritoSam ao Luar e Sete Partidas.

 

Digam coisas!

Bacci

 

08
Set22

The Queen is dead, long live the King

Morreu uma Grande Mulher e uma Grande Raínha

63049381_303.jpg

 

Morreu Isabel II, e não me perguntem porquê, fiquei triste. 

 

É claro que aos 96 anos era expetável que mais cedo ou mais tarde falecesse, mas ainda assim, sempre pensei que ela chegasse à idade da mãe, quase 102 anos...

 

E como isto funciona, o trono passou imediatamente a ser ocupado por Carlos III que, acredito, não deverá estar muito entusiasmado com a ideia... tenho a ideia de que ele sempre quis estar abaixo do radar, e não sob os holofotes... aos 73 anos, penso que talvez ele tenha vontade de abdicar em favor do filho - mas a honra é levada muito a sério, e tendo sido preparado durante toda a vida para ocupar esse papel, ira fazê-lo.

 

No entatanto, é tido como certo, por parte dos ingleses - não faço ideia se a opinião é partilhada por todo o Reino Unido - de que a sua monarquia tem um papel fundamentalmente turístico (foi-me dito isto logo na primeira vez que estive em Londres). Não conheço a realidade do papel da rainha em termos políticos hoje, mesmo sabendo que reinou durante setenta anos e que durante muitos deles teve um papel  muito ativo no Common Wealth. E foi, não tenho dúvidas uma grande mulher e uma grande Raínha.

 

Enfim, agora é o momento para dizer

Long Live The King

_97620044_1afdaf88-8e99-4bab-9f73-52eba8c2e1da.jpg

 

08
Set22

Sobre mim - Alma

- do Desafio Palavras sobre nós

pexels-photo-261681 Pixabay.webp

 

Alma é força, intensidade. Alma é o que damos de nós no que fazemos, quando o levamos a cabo com toda a vontade que vem de dentro, do fundo. Visceral.

 

Estou a atravessar uma fase meio dormente, em que faço porque me lembro, e tenho de me recordar, ou mesmo obrigar, a fazer.

 

Os meus textos de escrita criativa (o shortcut está no topo da pagina) transbordam de alma - chego a ficar com algo similar a uma ressaca depois de os deixar tão prontos quanto possível (existe em mim uma inquietação permanente de que há sempre algo a melhorar - que há - mas também sei que chega um momento em que tenho de deixar ir): não raras vezes, naqueles textos ficcionados existe tanto de mim, reminiscências, que me deixam exausta após a publicação.

 

Na minha vida, neste momento, não há muita coisa em que coloque a minha alma. Estou a atravessar uma fase meio dormente,  em que faço porque me lembro, e tenho de me recordar, ou mesmo obrigar, a fazer. Estou um nadinha em suspenso, a pausa entre a inspiração e a expiração, aquele momento de gravidade zero de um salto negativo, embora já tenha saído do modo de sobrevivência,e comece a andar pelo meu próprio pé.

 

Ainda apoiada - mas de pé.

 

- este texto insere-se no Desafio Palavras sobre nós, da Célia. É a palavra da primeira semana, Alma, dado que já cheguei tarde... para a semana há mais.

 

Bacci a tutti

 

07
Set22

Desafio Arte e Inspiração V2.0, semana #1

- outra vez...

Eis-nos aqui de novo para mais umas voltas, mais umas corridas!

 

E o quadro desta semana é - drums please...

 

Presistencia da memória, Salvador Dali.webp

... A persistência da Memória de Salvador Dali

 

E então pessoas mái lindas, o que vos ocorre quando olham para o quadro? A mim acode-me logo o calor (que é uma coisa que me tem acudido muito ultimamente, rásparta, a menopausa tem destas coisas - pareço de outro planeta), tempus fugit, loucura.

 

Surpreendam-me - ou não, mas usem os comentários para dizer de vossa justiça

 

E então chamo à cabine de som (para não variar) Ana D.Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno EverdosaCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroImsilva... e todos os outros que seguem dentro de momentos.

- BTW, os nomes estão por ordem alfabética...

 

Querem que lembre mais uma vez onde se devem manifestar? É ali, ó:

 

 

Bacci a tutti

06
Set22

É que é já amanhã a apresentação do primeiro quadro

do Desafio Arte e Inspiração v2.0

 

pexels-photo-139764.webp

 

Como digo no título, amanhã logo de manhã, vai estar aqui o quadro que nos servirá de inspiração ao texto a publicar na próxima quarta feira 14 de setembro. Por ser o primeiro, teremos excecionalmente, uma semana para esperar as musas. Já o quadro seguinte será partilhado na sexta feira dia 16, de modo a não coincidir com o desafio da Célia. Na prática, ficamos com menos um dia para a feitura da demanda de que na anterior "temporada". Mas we can do it, certo?

 

Então, já sabem: amanhã é aquele dia em que deixamos nos comentários a primeira coisa que nos vier à cabeça quando olharmos para o quadro, ok?

 

Conto com todos vocês, Ana D.Ana de DeusAna Mestrebii yue, Bruno EverdosaCélia, Charneca Em FlorCristina AveiroImsilva e todos os outros que mencionarei no post de apoio - mais

todos os bloggers que se quiserem juntar a nós.

 

Bacci a tutti

*foto Tim Gouw, Pexels

Pág. 1/2