Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

O que me ri ontem no cinema :)

28.08.18 | Fátima Bento | ver comentários (2)
Voltei ao cinema(!!!) depois das férias para ver um filme francês - a escolha até poderia parecer difícil, não fora eu ter um deles aqui em casa para ver (quem manda estrear filmes com mais de um ano de atraso???), outro me parecer uma história muito totó, e o (...)

Coisas boas das férias

28.08.18 | Fátima Bento | ver comentários (10)
 - Centro geodésico de Portugal, Vila de Rei   Em retrospetiva, as férias tiveram coisas muito boas, a saber:   Comi que nem uma lontra. A serio... o meu excesso de peso não vem das refeições que faço, tanto quanto dos doces que ingiro, ansiedade oblige. Agora (...)

Cinema no Verão

03.08.18 | Fátima Bento | ver comentários (1)
Quem me segue no Instagram já sabe: em primeiro lugar que a minha conta é chata e pouco variada: ultimamente só publico fotos dos meus gatos, de livros  e de bilhetes de cinema (nas férias vario mais um bocadinho, prometo! - quanto mais porque, durante seis dias, (...)

Ah, que semana tão boa!!!!

22.07.18 | Fátima Bento | ver comentários (4)
Ah, semana em GRANDE!!!    (em homenagem à estreia de quinta, hoje a imagem é especial...)   Comecemos pelo começo...   (segunda-feira) O Tomás fez anos, e fomos almoçar (lindamente, de resto) ao Sushicome de Almada - e acho que ingeri calorias para dois dias...   (terça-f (...)

As minhas manias e filmes favoritos

20.07.18 | Fátima Bento | ver comentários (2)
Ora cá estamos com o tag da sexta feira, e que falhei na passada semana, pelo que esta semana vou responder a duas questões, das semanas 28 e 29 (de 52). A saber:   Hummm...   Tenho um jeitinho para me tornar indispensável que irrita... com o marido, o filho, os (...)

E hoje...

12.07.18 | Fátima Bento | ver comentários (4)
... é claro que não dormi!    E não durmo porque o pequenito dorme connosco e eu levo a noite toda com ele a acordar e a passear por cima de mim, e tenho de me levantar quando decide que tem fome (pelo menos ao caixote já vai sozinho!), ou então, como hoje, porque (...)