Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

22
Set14

A quem me segue e estranha a minha ausência:

Fátima Bento

Adorei o comentário que me deixaram no último post - e que teve precisamente o efeito que eventualmente estaria intrínseco: levou-me a pensar que vai estando na altura de voltar a isto MAS enquanto me preparo para a coisa, penso que devo tentar explicar o melhor que me for possível, a razão da minha ausência.

Acredito que não seja muito fácil de entender, mas vou tentar simplificar.

2012 e 2013 foram dois anos estranhos. Foi a doença do meu sogro, e o meu acompanhamento da mesma, e o ano seguinte engolido pela do meu pai. Começando no vai-vem diário ao hospital, seguido pela assistência 24/7 que lhe dei em casa nos últimos meses de vida, culminando no seu falecimento e em todos os trâmites que se lhe seguiram: tribunal, reconhecimento do corpo na morgue velório, inumação. Comigo nos comandos, inabalável e forte como um touro. 

Depois, perdi-me.

O meu pai era A MINHA FAMÍLIA. Não me entendam mal, a minha irmã e a sua descendência também são a minha família de sangue, mas o meu pai era a minha raíz, o meu pilar. Era o sinónimo completo da palavra. 

E, de repente, fiquei sem norte. Levei algum tempo até ser 'atingida' por essa realidade e mais: pelo fato de sentir que faltavam dois anos na minha vida. Porque ambos passaram entre sustos e corridas, entre situações novas... e isto tudo com os   outros problemas - que lá porque são 'secundários' não deixam de ter impacto e de nos obrigar a agir.

Em Finais de Maio tomei uma decisão, fiz uma chamada e marcámos o inicio da minha psicoterapia para meados de Junho.

E soltei-me de tudo o que era obrigação. Passei a ler, a fazer jigsaws e a jogar mahjong, a pintar livros de colorir. A ver muito cinema. E pouco mais. Deixei de ter assunto para vir aqui publicar, e para mais começara a medir a minha (não do blogue) 'qualidade' pelos recortes que o blogue recebia. Cortei também por isso - essa razão não deve ser nunca o que nos faz correr no que diz respeito a alimentar estes recantos.

Comecei a terapia, e continuei com a minha rotina, onde fui inserindo pequenos hábitos necessários. Fui-me (re)conhecendo, e descobrindo. Mas ainda sem algo que justificasse um retorno em grande ao mundo blogosférico.

Fico grata por haver quem sinta a minha falta. Muito a sério, a coisa que todos mais queremos é ser gostados, o que dentro dos limites do razoável (manter-nos fieis a nós próprios) é instintivo e incontornável.

No entanto ainda mora aqui dentro um 'mal estar' que não é bem isso, mas que me inibe um pouco de escrever aqui.

Sei que vou ter de ultrapassar isto, por razões óbvias: lá porque mudei (mudei tanto... e vou continuar a mudar) não me divorciei dos carateres - que neste momento só entram em mim e não saem.

Assim que estiver preparada, têm a minha solene promessa que serei assídua. Mas por enquanto, vão ter de ter a paciência de ter novidades por aqui de quando em vez.

Obrigado por estarem por aí. Eu continuo por aqui.

Juro.

7 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

liv.JPG

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora