Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Ainda da política, mas desta vez nacional

28.05.14 | Fátima Bento

No domingo, não votei.

Não foi preguiça, foi mesmo protesto; não votei.

E tinha jurado não voltar a votar até que o panorama politico nacional me fizesse acreditar em  algo de diferente. Fartinha até à medula do voto de castigo: está lá o PSD? Então desta vez, TUNGA, PS - ou vice versa

(apesar de não me pautar muito por aí que eu já votei em todos os cinco partidos... mas nas legislativas, acabava quase sempre por ser ou carne ou peixe)

Mais: cheguei a jurar que só ia às urnas nas legislativas se o António Costa desse um passo à frente. António José Seguro era mais do mesmo, e apenas o habitual 'castigo'.

E não é que ontem o António Costa avançou mesmo? 

Toda a gente à espera que o homem se contivesse para a Presidência da Republica, e eu a espernear e a dizer que se o gajo fosse português com um 'P' que se visse, avançava quando sentisse que o país precisava. 'Ah, e tal, que não, que o AJS, e coiso', e eu, 'se se guardar para PR também não vou lá nessa altura'.

KAPUT.

E pronto.

Eis que começou a soprar uma levíssima brisa de esperança (levíssima, que a gente já não acredita em milagres).

E lá vou eu ter de cumprir a promessa... venham elas, e antecipadas, ó fáchavor!

4 comentários

Comentar post