Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Apanhado da primeira semana (disto que foi uma espécie) de confinamento

confinamento.jpg

 

Não "cheirou" ainda a confinamento. Na sexta feira, primeiro dia, fiquei abalada pelo enorme, imenso numero de pessoas que encontrei no passeio ribeirinho quando voltava do supermercado. Bem sei que a responsabilidade de cada um parece que foi de férias, mas aqui as coisas não costumam ser tão excessivas; acredito que muita gente não soubesse que já estávamos em confinamento, e achariam que teria inicio nesse dia à meia noite. Até porque no dia seguinte, em que também esteve um dia bonito, não se ouviu um carro na rua, foi um sábado muito calmo.

 

Aqui no núcleo familiar a coisa está tranquila, eu só saio para compras - ontem fui à farmácia, hoje ao supermercado e não tenciono sair nos próximos dias. O Victor virá para casa em tele trabalho no dia um - ele e um colega estão a revezar-se a cada duas semanas, até ver, e a segunda quinzena calha ao meu marido.

 

Vê-se tv, escreve-se, não se lê como escrevi aqui ainda ontem, ouve-se musica. Mimam-se os gatos e recebem-se mimos em retorno. 

 

E andamos numa ansiedade desmedida. Ele são as noites dormidas com sobressaltos vários, e medo. Nem é de contrair o vírus... não sei, mas não consigo afastar o monstro que me vai consumindo as entranhas. Depois há outros momentos em que a coisa acalma e sobrevivo com a tranquilidade possível.

 

Mas não está a ser nada fácil, a escalada de números assusta. Há familiares, há as nossas pessoas e a inquietação é quase permanente. E há os relatos que vamos lendo muito a medo e que nos deixam sem chão. Comprei a Visão, mas não passei das gordas em cada pagina. Depois lerei, quando a curva estiver achatada, e o pavor destes dias amansar. 

 

Outra semana se anuncia, desta feita com um confinamento à seria, como em março do ano passado, parece. Veremos como vai ser...

 

E no domingo não se esqueçam de ir votar, nem da máscara, da caneta e do álcool gel!

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    25.01.21

    Verdade, Rute.
    E votámos, pois, apesar de ter sido um nadinha complicado. Fui ao local de voto duas vezes, votei na segunda já que na primeira estava impossível, um mar de gente sem final à vista...
    Se não tivesse votado nestas eleições tinha ficado tão frustrada... quanto mais não fosse porque teria sido a primeira vez em 5 anos que não o faria...
    B'jinhos e boa semana 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.