Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Até para sempre

09.07.19 | Fátima Bento

kiss.png

Mia, 18/02/2005 - 07/07/2019

 

Publiquei há dois dias atrás, no Instagram, uma foto acompanhada pla frase "A Mia foi para o céu dos gatos". Ontem imaginei o céu noturno e senti que ela seria uma nova estrela. Todos estes lugares comuns nos veem à cabeça quando nos dói, e queremos fazer uma vida normal. E tomamos fielmente os comprimidos para adormecer depressa.

 

A noite passada ainda recordei, e quase pude sentir, as costas dela nas minhas, destapadas, como ela fez todas as noites durante 12 anos (os primeiros dois foram difíceis), As duas esticadas. Antecipei a sua falta ao meu colo no Inverno, dentro do edredão.

 

Queria chorar a falta que ela me faz, a importância, o amor que me deu nestes últimos catorze anos, mas não consigo, a emoção está toda bloqueda cá dentro.

 

O Ippo e a Piccolina andam tristes. Eu faço mimo, mas não brinco. Pode ser disso, pode ser porque sentem a sua falta... mas esta casa está sombria (a despeito do sol), quando estou sozinha.

 

E pensar que tive para cima de um ano para me preparar... é que não há como.

 

Não há mesmo como...

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.