Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Continuando as leituras, com um imenso sorriso

22.05.14 | Fátima Bento

Acabei há bocado um romance de Elizabeth Adler, 'Romance na Toscana'.

Penso que já terei falado de Elizabeth Adler, que tem como principal caracteristica o facto de ser descritiva de uma forma que nos faz sentir lá, sendo esse  qualquer um dos diversos destinos, que constam sempre do título. E depois é literatura muito, muito cor-de-rosa, que é uma coisa que não consumo por princípio, mas que me anda a saber lindamente.

E este livro trouxe-me uma imensa surpresa no final, um bónus:

FELICIDADE

nunca me tinha acontecido, fechar a contra capa de um livro e sentir o coração quente, confortável, e um sorriso que me ia do coração aos olhos.

{escusado será dizer que já fui à fnac online e pôr quatro no cesto (sim que já começou a 'feira do livro' deles), para pedir daqui a uns tempos... sem pressas que ainda tenho dois dela para ler 'nos entretantos}

Mas, e como não gosto de 'colar' estilos e muito menos autores, já de seguida - para dizer a verdade li quatro capítulos ontem quando o comprei pelo que não vou, como ia dizer, começá-lo - quando me deitar, vou pegar nele com afinco, que me parece fantástico. Ele é "Os monstros também amam" (no original, Lo que esconde tu nombre) de Clara Sánchez, que é apresentado como um fenómeno literário internacional...

Depois conto. 
E a seguir, mais Elizabeth Adler, if you please ;)