Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Cosmética bio, vegan e afins

Coisas que me encanitam - 2020 #1

22.01.20 | Fátima Bento

vegan.jpeg

 

Agora não há marca que não tenha uma linha Bio, já para não falar daquelas marcas que surgiram agora, quais cogumelos, puramente Bio - a apostar que grande parte pertence a um grande laboratório com outro nome, já batido, e que de Bio (até agora, pelo menos) não tem nada?

 

E champôs, geles de duche, leites corporais, cremes de mãos e pés, mais bálsamos labiais, tudo Bio ou Vegan? Há-os em muitos espaços - onde vejo mais é no Celeiro, já que não vou aos outros - e já começo a ver no hipermercado...

 

Então vamos lá pensar todos juntos:

     1. Cruelty free

Esta é a situação que mais me dói. Física e psicologicamente. Mas ajudem-me: para chegarmos a este carimbo, quantos animais foram sacrificados das mais hediondas formas? Agora, só comprar cosméticos cruelty free, deixa-vos com a consciência mais leve? A mim não, não consigo deixar de pensar no que foi preciso para chegar aqui. E acho, honestamente, que devo usar a palavra alegadamente antes de "chegar aqui"...

 

      2. Bio e Vegan

Em boa verdade, não sei o que é um cosmético vegan. Sei que o veganismo é o vegetarianismo levado ao extremo, portanto, se calhar até estou mal informada. Vejo às vezes em embalagens "suited for vegan" ou "adequado a vegetarianos"... presumo que sejam à base de plantas e/ou legumes, não tenham corantes, conservantes, nem aromas artificiais, e se assim é, deverão ter um prazo de validade curto, só pode. 

Mas admito, sou cética até no que aos alimentos diz respeito. Enquanto deparar com hortas biológicas junto a autoestradas, tenham santa paciência. Há, de facto pequenas e resguardadas hortas que produzem vegetais bio, e que vendem a pequenas mercearias igualmente bio. Há. Mas vamos nós adivinhar quais os verdadeiros e quais são os outros...

Voltando ao tema incial: 

Ser bio, cosméticamente falando

  • é não usar maquilhagem;
  • lavar o rosto com água e sabonete de glicerina, e hidratar com lanolina, ou similar;
  • lavar o corpo com o mesmo sabonete, e hidratar com óleo de amêndoas doces;
  • o cabelo deve ser lavado com sabão azul e branco, usar azeite como condicionador ou máscara (consoante o tempo de exposição) - também pode usar o óleo de amêndoas doces para o efeito - enxaguando com água em abundância ;
  • para os pés, mãos, lábios: vaselina.

 

Resumindo:

Não compliquem. Não gastem pequenas fortunas em produtos que, alegadamente, são bio, ou vegan. A natureza tem e dá! Podem, inclusive, aprender a fazer os vossos cosméticos!

#Besmart!

 

(eu, que não sou hipócrita, tenho de admitir: uso a linha Slow Age da Vichy, e o leite 3 em 1 mais  agua micelar da mesma marca; nunca procurei simbolos que me digam se é cruelty free, ou o que for. Assumo.)