Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Dia levezinho

22.08.17 | Fátima Bento

Ontem tive terapia, coisa que parou com as férias - foram 5 sessões de interregno. Geralmente, por mais leve que esta seja, no dia seguinte estou sempre mais mole, acordo mais tarde... mas hoje estava determinadíssima a ir à praia (depois do fiasco de ontem...), nem que chovessem canivetes abertos, e coiso... deixei o cesto preparado, de manhã era só juntar-lhe a água, pegar nas chaves e dar à sola.

 

Acordei e pelas frestas do estore parecia cinzento - como parece sempre. Fui até à sala a tropeçar nos pés e a fazer figas para que o tempo não estivesse de feição, aiquetenhotantosonotantosonotantosono...

... e estava cinzento!!!! (depois soube que era nevoeiro)

zz.png

Rodei nos calcanhares a 180ºe fui continuar a soneca. Até às 9:30h (maluuuuca! há praí um mês que não acordava tão tarde - sem contar com os dois últimos fins de semana...)

 

Abri os olhos pela segunda vez e fui até à cozinha fazer as coisas do costume, decidida a ir ao cinema à hora de almoço - andava cheia de vontade de ir ver  De braços abertos desde que estreou, e tenho para mim que esta quinta vão arrumá-lo em sessão de final de tarde e a essa hora tenho mais que fazer de que enfiar no cinema. E fui.

 

Ou seja, o meu dia hoje foi uma coisinha que, pronto, sóbeu bem, mas espremido deu poucochinho. Quando voltei ainda parei no hipermercado, por forma a despachar os jantares de hoje e amanhã. 

 

A estupidez toda é que estou cansada.

Acreditam?

O desplante!

Nao fiz nada e estou que não posso...!

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.