Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Dos textos das quartas

Desafio caixa de lápis de cor

pexels-photo-4458554.jpeg

 

Escrever os textos de quarta feira têm sido um enorme prazer. No entanto tenho uma confissão a fazer: a minha inspiração não tem partido da cor. Geralmente surge-me uma história que quero contar, vou escrevendo ao sabor da vontade, e depois de cortar, alterar, editar uma e outra vez, muitas vezes ainda não surgiu a cor. E é mesmo antes de decidir publicar que insiro um pormenor colorido - e às vezes essa adenda baralha e torna a dar, e é mais edição...

 

Escrevo sempre aqui no dashboard, mas num dia em que o Sapo estava periclitante tive de escrever no Word, e descobri que era capaz de me facilitar a vida fazê-lo lá mais vezes; no entanto o hábito de criar os textos aqui tem sido mais forte. A primeira coisa que faço quando me preparo para escrever o texto, é abrir o banco de imagens e selecionar aquela que vai encimar o post. Escolha feita, foto colada, abro o dicionário, enfio os ear plugs no ouvido, abro o Spotify e coloco música instrumental (que as vozes distraem-me) como fundo e avanço. E muitas vezes fico a ver o cursor piscar na "folha" branca durante bastante tempo, enquanto imagens desconexas tentam criar narrativas na minha mente, uma e outra vez (não é isto, não é isto, não é isto), até que surge uma ideia em que agarro e corro com ela para a folha branca. E ali, é escrever ao correr do pensamento e deixar censuras para depois. No fim, depois das edições sucessivas de que falo no paragrafo anterior, passo o corretor ortográfico e pré visualizo. No "grande écran" descubro tanta coisa que não gosto, por exemplo, palavras que se repetem - volto ao editor e substituo com sinónimos, mas já aconteceu ter de mudar uma frase inteira por causa de uma palavra - pontuação errada - e às vezes ainda vacilo com certas vírgulas, e vejo-me grega para não usar reticências a mais...

 

Depois de tudo editado e polido, agendo a publicação para a manhã de quarta-feira (tem acontecido algumas vezes o dia já ter começado, fazê-lo depois da meia noite). Abro mais uma vez a pré visualização e clico publicar antes de ler pela última vez, o que faço em seguida, já com o espírito corretor no bolso. 

 

E depois, não volto a ler o texto durante uns dias, só lá para o fim de semana seguinte. Como está é como fica.

 

Aposto que alguns estão a pensar quanto tempo é que ela leva nisto tudo? Horas, várias. De há umas semanas para cá é sabido que nas terças à noite não há filmes nem séries para mim. Estou aqui no sofá, mas a cabeça está longe, entre letras, pontuação, imagens várias. 

 

Se deixo sempre para o último dia? Depende das musas se apresentarem mais cedo ou não, mas regra geral isso acontece quando tenho disponibilidade mental, e penso que inconscientemente já planifiquei o tempo por forma a ter espaço para ser criativa às terças...

 

E vocês MarquesaConcha3ª Face,  Maria AraújoPeixe FritoImsilvaLuísa De SousaMaria, Ana D., Célia, Charneca Em Flor, Miss LollipopAna Mestre Ana de Deus, Cristina Aveiro, bii yue, José da Xã e João-Afonso Machado contem-me como fazem para preparar os textos de quarta, estou curiosa!

 

P.S.: isto tudo porque ainda não faço puto d'ideia do que vou escrever para amanhã, (o amarelo). Caracoles...

 

31 comentários

Comentar post

Pág. 1/2