Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

... e o que não vou ver no grande

Sem quaisquer preâmbulos:

 

A promessa (eu devia estar a dormir para ter entendido isto...):
- um filme à boa maneira de Cecil B. DeMille. Lembrou-me logo 'Os dez Mandamentos'. Até os ateus se pelariam por ver uma 'COISA' daquelas feita HOJE, em 2014... a seguir pensei no Ben-Hur original, com o mesmo Moisés, perdão, Charlton Heston, de William Wyler...
- um épico bíblico. Digam o que quiserem, mas do que me ocorre agora de repente do Antigo Testamento, a história do Jonas e da baleia, e esta, a de Noé e a sua arca, são as mais inverosímeis de todas. Mas, what the coiso, perdido por cem perdido por mil, se era a história da arca do Noé, segurassem na coisa pelos ditos!
Mas não! Tinham de inventar, de todas as maneiras.
E diz a Sábado que é preciso ver para fazer uma ideia do todo, e coiso.
E pelo que diz a Visão (aivalhamosantinho!!) que aquilo tem tudo o que se lembraram que eu não gosto num filme. Não se esqueceram de nada. E pelo que dizem, não bate a bota com a perdigota vezes demais.
Ou seja: o filme da Páscoa (de rebolar a rir, não fora a coisa preocupante, para dizer o minimo), está 'desvirtuado até à medula.
Por isso, estas eram as perguntas que os papás que fossem ver o filme com os petizes poderiam esperar seriam:
- Ó mãe (ou ó pai, mas vou manter-me pelo mãe, deslarguem-me!) porque é que Deus só salvou dois animais de cada (um macho e uma fêmea) e deixou morrer os outros todos? Se as pessoas tinham sido más e tinham de ser castigadas, os animais não tinham culpa...
- Ó mãe, se só ficaram eles vivos, como é que repovoaram a terra? O pai teve de fazer bebés à mãe, e o irmão à irmã, foi? E como é que eles conseguiram ser assim tantos se levam tanto tempo para nascer?
- Ó mãe, só eles é que eram bons, e os outros eram todos, TODOS maus?
- Ó mãe (esta é um must) porque é que deus é mau?
Isto era o que seria de esperar, a serem fiéis ao que vem no Grande Livro.
Agora pelo que me foi dado saber, a resma de perguntas continua ad aeternum.
Ou é de tal modo descoisante, que os putos não fazem nem uma...
ESTE, eu garanto que não vou ver. Nem que me paguem o bilhete, me ofereçam as pipocas e ainda me paguem o jantar.
NO.
CAN.
DO.

2 comentários

Comentar post