Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

04
Abr18

Eu e o outro: segundo dia.

Fátima Bento

Hoje pus o ginásio de folga, porque ontem estava sentadinha imóvel e não havia músculo que não me doesse. Por isso resolvi deixar o ácido lático fazer o que lhe compete - que não me lembro o que é, e não vou pesquisar - e fiz-me à estrada com o substituto, para ir ao cinema.

 

RPO-620x349-IT.jpg

 

 

E fui ver o Ready Player One, do Steven Spielperg, com os efeitos todos, óculos 3D cadeiras a mover, safanões, inclina para trás, para frente... água na cara... ou seja, nem me perguntem se o filme foi bom, que eu só vou ter opinião quando o vir num écran normal: a estimulação multi sensorial deixou-me sem saber se era dos raios que vinham de cima, do vento que soprava, dos solavancos quando os carros batiam... mas gostei. Bué.

 

Não trocava esta experiência; até porque não me deu jeito nenhum pagar o que o bilhete custa, mas como na semana passada não fui vê-lo e acabei por ter a sorte de o apanhar ainda na sala 4DX, lá fingi que não vi os dígitos no visor quando dei ok antes de marcar o código.

Mas a experiência mereceu o que custou.

 

Quanto à condução do outro, hoje foi intuitiva, não houveram sobressaltos nem sustos de maior, já consigo fazer o ponto de embraiagem, e quase que acerto com o timing de tirar o pé (quando não acerto, o gajo ruge a plenos pulmões, ráisopartam).

 

O que gosto mais no carro: os retrovisores panorâmicos E o ar condicionado. O Rocinante tem muitos ângulos mortos, é muito comprido, este praticamente tem a traseira a 90º, e os 5 ou 10 segundos que tenho de esperar entre abrir o pisca e mudar de faixa para ultrapassar (não vá estar algum escondido no ângulo morto - apanhei grandes sustos quando o comecei a conduzir...), neste caso não se aplica, a visibilidade é total.

 

Mas continuo a afirmar: que venha o meu corcel! Mesmo todo sarapintado de tinta, que o prédio aqui ao lado esteve a pintar e o vento ajudou a tinta a espalhar-se, qual spray, pela carroceria, plásticos, vidros... o condomínio está incontatável... e eu passadinha que o meu carro é antracite e o prédio foi pintado de amarelo areia... e tratar do meu lindo com o amor e carinho que merece custa a módica quantia de €150... não será assim tanto, MAS não estou com estômago para pagar pela merda que outros fizeram... 

 

E o barulho que o silêncio faz é uma coisa que me põe mesmo a bater mal... MESMO...

 

De resto, seja em que circunstância for... os problemas resolvem-se falando, comunicando.

 

Assim, NÃO.

 

11 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

A ler agora

heartf.JPG

 

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora