Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Já têm livro para a praia? Não? É este !

19.05.14 | Fátima Bento

Foi na semana passada que o acabei, nem me lembro o dia, e tive vontade de vir aqui a correr contar - mas fiquei-me pela vontade...

Já falei nele um ror de vezes porque o comecei há 500 anos e não havia maneira de lhe dar continuidade... chama-se "As mulheres casadas não falam de amor", da Melanie Gideon, e - e essa foi uma das causas que o dito foi sendo ultrapassado por outros livros - tem 464 paginas. Um calhamaço para transportar na carteira, acabava por colocar outro, ou o reader, e depois de iniciar uma obra nova, ia até ao fim. Por isso este menino andou aqui 'aos trambolhões' até que decidi 'é desta', e agarrei-me a ele.

E porque compraste tu, Fátima, este livro, que não é bem o que costum(av)as ler? Pela forma como está escrito que achei curiosa. Para além da narrativa, tem a transcrição de emails com as respostas a um estudo do qual não temos as peguntas (o que puxa pela imaginação) e conversa no facebook em PM, bem como atualizações de status. Achei 'bizarro', e uma vista de olhos a correr faz-me achar que valia descobrir a novidade no formato.

Valeu.

O livro é... bem, é um romance, não sendo dado a romantismos extrapolados, mas a história desenvolve-se na velocidade exata, não é aborrecido, não 'cansa', e no fim... ficamos de sorriso parvo.

Este é, sem qualquer duvida, um livro de verão, de silly season, de quando queremos dar uma folga à massa cinzenta sem nos sentirmos mentecaptas, nem que estamos a destruir miríades de células cerebrais.

O volume, apesar de grande, não é pesado, de modo que só é difícil de transportar se a carteira for pequena... e a paginação tem espaços que fazem com que a leitura seja mais rápida de que o numero de paginas faria supor.

Para lerem a sinopse do livro, cliquem na foto (ou no URL sublinhado, lá em cima), que vos leva à pagina da Fnac online. E não se esqueçam que a Feira do Livro está mesmo aí ;)

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    19.05.14

    Aconselho. Para contornar a questão das respostas cujas perguntas desconhecemos, existe um 'truque' (posso contar por email - não é nada que não esteja lá, mas se toda a gente for como eu, não dão pela coisa à primeira :) )
    Mas há uma autora que aconselho a toda a gente que gosta de romances - e até a quem não gosta: Elizabeth Adler. Ela tem uma capacidade de descrição dos espaços, ambientes paisagens, que faz de cada livro uma viagem para o leitor. O primeiro livro dela que li foi o "Lua de mel em Paris", mas tenho aqui mais três. São realmente românticos, mas o que me prende mesmo é a sensação de viajar - sou mais de thrillers que de romances, apesar de ler de tudo.
    Mas o livro que refiro no post é muito, muito giro. Doce, mesmo.
    B'jinhos
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.