Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Dia da mommy, avojinha, mãe, mãe dos filhos dele, e, pronto, MEU.

A foto do dia sou eu com a minha filha-mais-velha-de-quatro-patas ao colo, e ela está na pose mais ternurenta do mundo; dormia profundamente há uns minutos, e resolveu esticar o bracinho à volta do meu pescoço. A bem dizer, já nem sentia o meu braço, pulso e mão esquerdos quando o flash disparou, mas ainda ficámos naquela posição de és-a-melhor-do-mundo-mommy-mesmo-com-cara-de-quem-acabou-de-sair-da-cama, durante mais uma meia hora. 

mommy.jpg

Mas o meu dia da mãe começou ontem. O pai dos meus filhos e a minha pessoa fomos ao cinema, à Lallao, e à Kiko .

E hoje às 8:30h o melhor filho deste mundo e arredores ofereceu-me o livro 'Coração de mãe nunca se engana', para memorizar durante as décadas que me restam (  ) que este foi o presente do Tomás neste DiaDaMãe2015.

A outra filha de quatro patas que me chama avó por meio engano, já que também a chamo neta, dorme a sono solto - o tempo presta-se a tal. E estamos, agora, todos em vias de toca-a-despachar-que-está-quase-na-hora-de-ir almoçar a casa da mãe do marido, pelo que, me voy. Inté.