Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

17
Mar18

Mais uma semana

Fátima Bento

5 verde.JPG

 

Esta semana teve um ponto alto e nada positivo que me apagou um bocado a visão das coisas boas. Foi na quarta: acabei por me esquecer do bom da segunda e da terça, e na quinta ainda estava abananada... nós quando somos mães nunca mais deixamos de o ser (para o bom e o menos bom) enquanto vivermos. Mas podia haver assim um Time Out, como no basquete, para respirarmos... irra... 

 

Bom, mas de memória, vamos lá arrumar a casa...

 

um.JPG

 

Levei o Rocinante para fazer a peritagem dos danos do acidente - e já falei do acidente e do ocorrido no caminho para a oficina, aqui na xafarica. Correu bem - a oficina deixou-me muito bem impressionada - e ficou de ir a arranjar dia 3 de Abril, dia em que deixarei lá o corcel e trarei uma pileca de substituição. Tendo em conta que até hoje SÓ conduzi o meu menino, se conseguir chegar a casa sem o deixar ir abaixo aí umas cinco vezes, é uma vitória! Mas ainda faltam duas semanas...

 

dois.JPG

 

Pensei em ir ao cinema ver um filme francês, mas acabei por decidir ficar por casa. Dei um pulo ao hipermercado e depois ao Aldi, decidi o jantar de quarta e descobri que teria que voltar ao hiper, que era só lá que havia um ingrediente que necessitava. Paciência, ficaria para o dia seguinte que não me apetecia continuar naquele vai-vem. Tirei um bocado e fui até ao rio, ler e ouvir musica no carro, sempre me deixa um bocadinho zen.

 

quatro.JPG

 

Fui ao hipermercado, e depois não consegui espaço para estacionar (a minha rua à hora de almoço é uma desgraça...), vai daí fui até ao Seixal e vi o episódio de Designated Survivor da quinta anterior no telefone, Os reflexos - da luz da rua no écran - são chatos, mas o Netflix+dados é a melhor invenção desde o pão fatiado.

À noite perdi a paciência como não me lembro de ter perdido até hoje. E era mais que necessário que acontecesse, mas... bolas...

 

cinco.JPG

 

Acordei atordoada, apardalada, e com nódoas negras na mão de ter dado murros na mesa na véspera. E vai de empurrar o tempo até chegar a hora de ir para Lisboa para a terapia. No caminho (ida e volta) li um conto do Mikel Santiago, El Perro Negro, que só confirma o que penso dele... muitíssimo bom.

 

 

seis.JPG

 

E chegamos a ontem. Foi um dia tranquilo. Pensei a ir ver Tomb Raider em 4DX, mas não estou com muita vontade de ver aquele filme... assim fui à Nespresso (vai dar um post), à Primark e à Fnac. Consegui comprar o presente para dar ao Victor na segunda - temi que estivesse esgotado. Comprei um livro que me despertou muita curiosidade da primeira vez que o vi e que estava em pulgas para adquirir, e três peças de roupa. Depois meti combustível e voltei. 

À noite vimos dois episódios de Peaky Blinders - a brincar já entrámos na terceira temporada! - tomei um duche demorado e deitámo-nos cedo, o que me deixou ler um bom bocado de um livro que já devia ter lido - e que estou a adorar.

 

E pronto, coisas boas, foram estas. Daqui a bocadinho tenho reunião de condomínio, que não será muito pacífica ... uma coisa (pouco) boa, hein????

8 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

A ler agora

heartf.JPG

 

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora