Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

05
Mar18

No rescaldo

Fátima Bento

Dormi sete horas. Acordei com o rosto inchado e com resíduos de adrenalina. Depois liguei o pc e descobri que o post que escrevi antes de me deitar tinha sido destacado pelo Sapo Blogs aqui, e na homepage do Sapo... e a adrenalina disparou outra vez.

 

Obrigada, Sapo!

 

E antes de mais, vou dar-me umas palmadinhas nas costas... estas duas últimas semanas foram a loucura: vi cinema, bebi cinema, respirei cinema. Convenci gente a ver cinema.

 

 

Propus-me a fazer as nove criticas dos nove filmes e tremi nas bases, que já houveram tantos projetos em que me engajei e falhei... mas fui fazendo, com calma, fui vendo os filmes que ainda não tinha visto, e escrevendo, uma de cada vez.

Ontem faltava a de Three billboards outside Ebbing Missouri,e eu já não me lembrava o suficiente de pormenores para conseguir fazê-lo... então às cinco da tarde desencantei o filme, encavalitei os os headphones na cabeça, e revi-o. Aí a 20 ou 30 minutos do final tive o momento eureka, minimizei o programa, e abri o editor. Meia hora depois estava a editar ortografia e gralhas, e a publicar a última das nove criticas. E comecei a fazer a contagem decrescente para a grande noite.

 

Para não me cansar com a espera, a final do festival veio entreter a noite - e não vou falar disso agora.

 

Logo em seguida mudei para a Sic, e passadeira vermelha done (é que não vi nadinha, só espreitei o Instagram, e de fugida!) e começou a noite. O Tomás veio e sentou-se ao meu lado. Ainda falei com a Inez, que nem sabia que a cerimónia era ontem e como tinha de se levantar cedo, não ia ver.

 

E pela primeira vez em pelo menos sete anos vi a cerimónia acompanhada pelo meu filho. Fiz algumas apostas genéricas com ele -  e ganhei todas.

 

O bom disto tudo, agora andando um nadinha para trás, é a sensação de superação. É o ter conseguido fazer um trabalho bom, por carolice, porque me deu - e dá sempre - um gozo dos diabos acompanhar as cerimónias de prémios - que salvo erro começam nos Emmys, depois passam pelos Globes, Sag Awards, Baftas (não dá para ver, bem tentei - para o ano vou ponderar dar um pulo a casa da gaiata...) e ontem os Óscares.

 

Não, ninguém me pagou, nem me paga, para fazer nada disto. E boa parte da magia está aí: isto é feito pelo prazer que me dá.

 

Agora - e como vai sendo hábito fazer-se o apelo - se me quiserem enviar bilhetes para estreias, ante estreias ou o que for aceito e vou. Porque gosto mesmo disto, do cinema, das emoções que transmite, do óbvio e do que está nas entrelinhas.

 

Logo falarei do Festival da Canção. Embora, adianto já, não tenha muito a dizer sobre o assunto...

 

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Leituras do momento

1507-1 (1).jpg

 

Cartas-da-Toscana.jpg

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

bloglovin1.jpg

 

Instagramem-me:

Aqui e agora