Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

O Expresso da Meia Noite e a arrogância bolorenta de João Soares

29.01.20 | Fátima Bento

expresso.jpg

foto: SIC

Na passada sexta-feira, assisti ao Expresso da Meia Noite, coisa que é quase habitual. E ainda estou um bocadinho estarrecida com o que para ali se passou. Passo a citar o dr. João Soares, por forma a fazer-me entender por todos vós - ou pelo menos assim espero. O tema, claro, foi o Angolaleaks.

 

"A tradição da formação soviética - estes tipos quase todos tiveram formação soviética incluindo o João Lourenço - e há uma tradição daquilo a que eu chamo a cabidela: é aquele universo soviético em que quando as coisas correm mal, há sempre um sanguezito..." (sic)

 

... e galhofa total no estúdio. Fica a dúvida: será que aquela gente sabe que está a participar num programa de informação?

 

"Eu não tenho nenhum encarniçamento pessoal em relação a ninguém, eu conheci o pai da dra Isabel dos Santos, só tenho pena de não a ter conhecido antes de ela ficar tão gorduchita, ela é capaz de ter sido uma mulher bonita..."(sic)

 

João Soares.jpg

foto: SIC

... acompanhado do riso cúmplice de Nicolau Santos, fazendo vir à memória aqueles velhos que veem uma miúda gira e começam a babar-se convulsivamente, desatando numa algaraviada de fazia e acontecia de quem já só faz e acontece na sua imaginação.

 

Mas esta afirmação é de uma veleidade, falta de educação, misógenia, PRECONCEITO com maiúsculas (pronto, deselegante, poderia concordar o visado e acabou a conversa), que me deixou uns bons minutos de queixo caído tendo apenas rodado a cabeça a 90º para confirmar se o homem-da-casa tinha ouvido o mesmo que eu.

 

E o que tenho a dizer é isto: na primeira parte da frase, em que diz "(...)só tenho pena de não a ter conhecido antes de ela ficar tão gorduchita(...)",  cheira ali a uma feudalidade que se metamorfoseia em colonialismo puro e duro. No entanto, a primeira coisa que me passou na cabeça foi... mas ele pensa que se a tivesse conhecido antes, ela ia cair redonda sob o seu charme e poder de sedução (#sóquenão)? É que nem vale a pena dizer mais nada.

 

Vamos dividir a frase em duas partes e comecemos pela segunda: é capaz de ter sido uma mulher bonita. A minha opinião, que vale o que vale, é que ela É uma mulher bonita. Não é isso que menoriza o facto dela ser uma ladra de primeira categoria, mas é bonita. 

 

E depois quais é a razão que leva João Soares a achar que ela é capaz de ter sido, mas já não é? Simples: "(...) antes de ela ficar tão gorduchita (...)

 

Não, agora é que não digo mais nada. O Dr. João Soares entrou no buraco sozinho e de vontade própria. Amanhe-se.

 

Amanhe-se com as barbaridades que saem daquela boca e com a arrogância que lhe é tão própria, notória, e enraízada.

 

E eu agora vou à minha vida. Na sexta feira disse que ia fazer um post visceral sobre o assunto:

Missão cumprida.

(já me sinto mais levezinha...)

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.