Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

29
Jul16

O livro que nem coiso nem sai de cima, raios partam o Levy...

Um compromisso é um compromisso. E há-os mais e menos difíceis de cumprir - o que não tem tanto a ver com o objeto, mas com o contexto em que se insere.

Tendo em conta que me propus a participar na maratona Fusão, como aqui contei, decidi começar pelo 'Ladrão de Sombras' do Marc Levy.

E valha-me deus, que não saio da pagina 54!

Previsível, dirá quem me conhecer bem: com as pequenas torres de livros que vou acumulando à cabeceira, por forma a escollher o livro 'que me está a apetecer a seguir', isto de escolher cinco para duas semanas, apostando em lê-los independentemente do que me apeteça... estava-se a ver que ia dar cocó.

Ainda mais começo com um autor de quem nunca li nada... proponho-me Lobo Antunes (o primeiro do mestre) numa maratona (sacrilégio!)...

Os outros três até me parecem pacíficos, o sueco, tem de ser lido e é um género que se lê bem (embora me vá deixar exaurida, bem sei), o do Cachapa sei que vou gostar, e 'A amiga Genial' não tem por onde falhar.

Isto por ora.

Neste momento vou deitar-me e entrar desencalhar da p.54. Amanhã ou avancei ou  troco.

Bacci

2 comentários

Comentar post