Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

17
Mai16

O problema, às vezes, é uma pescadinha-de-rabo-na-boca...

Fátima Bento

13245227_1098122543585961_2059559342860672178_n.jp

Em vez de fazer menção ao caso da rapariga britânica que aos 19 anos está a tentar subsidio por crowdfunding para remover as mamas, porque não se sentir enquadrada em nenhuma das duas "caixas" que a sociedade estabeleceu como sim-ou-sopas - e cujo namorado apoia a 100% (!!!!!) - dado que este caso é OU absurdamente simples OU terrivelmente complexo, vou abordar um caso prés-du-coeur, e que conheço bem.

Foi uma criança em que a masculinidade não saltava à vista, nem se escondia. Sempre gostou mais de bonecas que de bolas e carrinhos, mas também o meu filho A-D-O-R-A-V-A brincar com as minúsculas Polly Pockets, nas suas aldeias, em que se moviam sozinhas por meio de imanes. Mas ele cresceu e continuou sempre sensível, sempre suave, com as emoções à flor da pele, e comecei a pensar que era melhor os pais começarem a preparar-se para um futuro genro e não nora (acreditem, sem o mínimo preconceito da minha parte). Mas longe de mim levantar o assunto, que os pais são assim para o tacanho e poucochinho - e sim, estou a ser preconceituosa, mas com razão.

A verdade é que começou a revoltar-se por se sentir mal na sua pele, com o passar do tempo. E a fechar-se e a deixar a família do lado de fora da porta.

Nunca falei do assunto com ele, que sabia que fosse o fosse podia contar-me; o problema, penso eu, é que o receio de assumir perante o próprio as suas pulsões sexuais o assustava de tal modo que fugia de pensar nisso.

Há uns dias, soube através do Instagram que tinha saído do armário e tinha um namorado. Fiquei contente. Sempre achei que ele merecia tanto ter paz e ser feliz! Deixei-lhe um like, e refreei-me de lhe deixar um comentário lamechas.

No dia seguinte tinha sido bloqueada.

Afinal o meu querido e jovem amigo não saiu do armário: aprendeu a viver às escondidas. Já houve quem me perguntasse sabes que o F. saiu do armário, ao que encolho os ombros, não sei de nada.

Acho tão triste.

Tão, tão triste...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

as gemeas.png

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora