Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

O que me ficou da noite eleitoral

- e que guardei, embora sem vontade nenhuma

IMG_20210125_143607_059.jpg

Ou seja, foi mau. Tudo foi muito mau. Valeu que a abstenção que, tendo sido imensa, foi menor de que era esperado.

 

No entanto que fique claro que essa abstenção terá de diminuir,  já que o papão está mesmo aí, e já não é, de todo, um mito urbano...

 

Para além da tristeza do resultado - no cômputo geral foi um ponto de diferença, e um ponto é pouco mais que nada - fiquei estarrecida com o discurso de Rui Rio.

 

Sem deixar espaço para dúvidas, o "pai" Rio pegou no "filho" André ao colo e desatou a defendê-lo. Mau, muito mau. O diálogo com a jornalista a meio do discurso (foi a meio, não foi? É que se não foi, ele terá tido a mais curta e redutora intervenção da noite...) foi outro momento wtf? da noite. Os jornalistas já não esperam o momento das perguntas? Não foi só com Rui Rio, aconteceu o mesmo noutra intervenção, não tenho a certeza mas penso que de João Ferreira - corrijam-me se estiver errada.

 

Mas voltando a Rui Rio: ficou claro que votar PSD, neste momento, e enquanto Rio ocupar o lugar que ocupa, é o mesmo que votar Chega!. A mim chocou-me, e nem sou particularmente simpatizante* do partido, pelo que imagino a reação de muito boa gente com coração Social Democrata... (cheia de vontade de ouvir o Pedro Marques Lopes, esta quinta feira no Eixo do Mal... a demarcar-se de Rio, como já fez antes).

 

De infelicidade em Infelicidade, por muito que queira, não posso deixar de falar de AV. O clima de comício era deslocado: o homem não tinha ganho nem sequer o segundo lugar, para semelhante estardalhaço celebratório, nem estava já a apelar ao voto. Inflamou-se - como é hábito - berrou - como é hábito - chorou - como é hábito - e fez um truque de magia do camandro: demitiu-se e recandidatou-se numa única frase. Se isto não é poder de síntese, não sei o que é. Felizmente a SIC Noticias cortou a reunião herbalife a meio, mas isso fez com que não ouvisse o que li hoje de manhã, Ventura gritar a Rio que nunca seria governo sem o Chega, coisa que parece que o senhor já tinha entendido antes de AV o dizer.

 

Ou seja, foi mau. Tudo foi muito mau. Valeu que a abstenção que, tendo sido imensa, foi menor de que era esperado.

 

No entanto que fique claro que essa abstenção terá de diminuir,  já que o papão está mesmo aí, e já não é, de todo, um mito urbano...

 

* (ser) particularmente simpatizante: já votei PSD, PS, Bloco, votei no Jerónimo quando foi candidato, votei CDU nas autárquicas. Não sou particularmente simpatizante de nenhum deles. Mas sem leviandade: sempre que botei cruz, esse voto teve significado para mim.

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    25.01.21

    O Sá Carneiro dá voltas na tumba: isto é o oposto das intenções que tinha quando fundou o PPD... 
  • Imagem de perfil

    Charneca em flor

    25.01.21

    Coitado, e as voltas que ele deve dar quando aquele que a gente sabe se diz a reencarnação de Sá Carneiro?!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.