Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Ó vida! Vida! É que já chegava, não????

14.11.17 | Fátima Bento

Ok, pensei que já me tinham acontecido porcarias suficientes.

 

Por ordem cronológica e de gravidade, o cancro da minha irmã - que passou, felizmente, o cancro do meu pai, idem, o cancro do meu sogro, fatal. A diabetes do meu pai, fatal. A minha psique avariada e o meu Id destruído e a ser reconstruido que me custou 3/4 da minha vida inteira a compor - e ainda há muito trabalho pela frente. A depressão da minha filha, a mudança para Londres, os ataques de pânico geridos ao telefone daqui... a depressão do pikeno . tudo somado já passei mais horas da minha vida em gabinetes de psicólogos, psiquiatras, psicoterapeutas e psicanalistas de que em qualquer outro lado.

 

E agora,

boom-2028563_960_720.png

 

caiu-me o céu em cima da cabeça. Uma situação que eu, que gosto de antecipar tudo, não vi chegar. E que me deixa completamente paralisada...para dizer o mínimo. E em completa negação.

 

Socorro. É que já chegava.

 

Dasse, não há-de haver assim uma pausa? Alargada, sff?

 

 

 

P.S: Sosseguem, que o meu casamento está bem e recomenda-se. Fico-me por aqui...

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.