Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Oh pahhhhh....

26.01.15 | Fátima Bento

Eu não sei quanto a vocês, mas eu tenho os meus mais-ou-menos-pimbas de eleição, bem como os apelidados cá por casa de 'pastilha' (não por ser elástica=mastiga-e-deita-fora, mas) porque quando agarro num qualquer é uma ou duas semanas em repeat, e fáchavor de não se queixarem. 

E hoje o meu mundinho mais-ou-menos-pimba, que trago a rojo desde a adolescência, ficou  mais pobre. O meu querido Demis Roussus, o grego que nasceu no Egipto, morreu, na noite de sábado para domingo. Podia ter dado a este post o título "Goodbye my love goodbye", mas acho um trocadilho fácil, parvo e em última instância, de gosto duvidoso. Por isso, e porque todos os nossos mortos vivem enquanto nós vivermos, vou já pôr o best of, não tanto por homenagem como para matar saudades.

Demis-Roussos.jpg

 Até sempre

{tinha que fazer um trocadilho piroso no final do post, não tinha? Vá, cliquem no URL 'até sempre' (acima), e vejam um video clip dos anos 70...}

2 comentários

Comentar post