Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Pelos cabelos

bun-girl-hairs-9634.jpg

 

Um anúncio de uma parafarmácia pergunta-me, em letras garrafais: "Já pensou na saúde do seu cabelo hoje?", e um pouco abaixo garante-me um "diagnóstico gratuito até 13 de Outubro" com a foto de uma ampola anti queda (de uma marca que respeito bastante) ao lado. 

 

Primeiros: o cabelo do pessoal estará a cair, ou pelo menos a começar a cair, PORQUE NESTA ALTURA DO ANO, CAI. Normal e expectável, ok?

 

Segundos: o diagnóstico do meu cabelo faço eu, sem problemas: está sujo. Mesmo, já levou champô seco, pelo que está com um ar todo pipi, o sonso, mas está sujinho que dói... 

 

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    11.10.18

    É tudo marketing, a arte de criar necessidade daquilo que não precisamos... 
  • Sem imagem de perfil

    P. P.

    11.10.18

    Aminexil que não é Minoxil, de acordo com o meu dermo.
    Muita publicidade enganosa, mesmo.
    Só que depois, em relação ao rosto fico dividido a respeito do que usar. É que quando comecei a ter queda de cabelo severa, reação emocional ao cancro da minha mãe, cheguei a usar uma linha que ficava a 150€, se não estou em erro para 15 dias. Resultados, cabelo oleoso e mal cheiroso.
    Será de estranhar que, por vezes, cremes de marca branca ocupem bons lugares na relação qualidade/preço? Se disse que continuo a gostar da Nívea da lata azul e Benamôr...
  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    11.10.18

    Não é de estranhar, não. O Trip vai dize-te o contrário... os genes ajudam muito... varia de pessoa para pessoa, mas há tanta tecnologia de ponta desnecessária, que parece só servir para aumentar os preços... 
  • Sem imagem de perfil

    P. P.

    12.10.18

    Lá está, a minha genética é favorável. O meu pai só ficou com rugas qdo com cancro, a minha avó paterna, só aos 90 e não são muitas, da família dela todos são louros e colarinhos, do avô paterno, idem...
    Um dia, uma farmacêutica disse que é muito fácil fazer um creme. O q o encaresse pode ser a marca, a embalagem, a tecnologia de ponta. Disse ainda que esta tecnologia de ponta, passados uns 4 anos, passa para os produtos de farmácia e supermercados, uma vez que, entretanto, existem novas patentes. Achei o discurso lógico. Até porque, sobretudo na fase do acne adulto, usei produtos muito caros de perfumaria sem resultados. Tal não aconteceu com alguns de farmácia e supermercados. Recordo uma vez, pele desidratada. Quem me salvou foi um daqueles boiões vermelhos da Garnier (não sei se ainda existem). O importante é cuidar.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.