Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Retirar a alma ao que é um pedaço de mim?

Quem me conhece deste e doutros espaços sabe que quando os silêncios se prolongam, ou se entopem com esferovites que não têm muito a ver com a minha forma de raciocínio e de o expor, é sinal que anda alguma coisa a passar-se. 

Quando criei esta nova 'residência' tinha por fito deixá-la espraiar-se, crescer para cima ou para os lados a seu bel-prazer, e a fazer-se 'porque eu posso' só por si. O único senão que me impuz (ingenuamente) foi a inibição de deixar o meu umbigo tomar protagonismo ou afetar o resultado do mesmo: este não era um blogue de queixas, nem de mágoas, nem similares. Isso tinha já ficado lá entremeado no outro endereço, e desta vez 'bora lá insistir no lado positivo', que há dias de sol, pois há.

Mas também há os que não são.

E, se respeito quem faz mão-cheias de posts quando está em dias de alma solarenga, que os guarda e posta nos dias mais cinzentos

- que os blogues também podem ser geridos como micro-empresas e essa é uma das formas mais eficazes, à luz dos tempos, de o fazer

a verdade é que eu não sou assim.

Raios me partam.

O(s) blogue(s) sempre foram uma continuação da minha pessoa, e não consigo retirar a alma ao que é um bocadinho de mim.

E por isso se há dias em que escrevo um post levezinho entre dois mais pensados, isso quererá dizer que me apeteceu aligeirar, ou que houve uma qualquer notícia parva que me fez saltar a tampinha. Quando o inverso começa a acontecer - posts pejados de inutilidades uns atrás dos outros, é sinal que me estou a forçar (o que é muito diferente de esforçar) de o manter com vivacidade e à tona,

porque diz que é suposto um blogue ser como um bebé irrequieto e estar sempre a mexer, sem dar descanso a ninguém.

Por isso, olhem, tenho um monte de coisas para partilhar. Mas não é agora.

Porque entre a saúde física e o desconforto emocional que me tem assolado, não estou com espirito para conversas.

Talvez mais logo, quiçá...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.