Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

17
Abr18

Sempre um pequeno milagre... e este com um nadinha de pixie dust à mistura...

Fátima Bento

Lembram-se dos gatinhos do quintal, aqueles seis a quem arranjei uma casota (feita a partir da maior caixa plástica de arrumos que encontrei à venda no Continente)? Três machos e três fêmeas, sendo que estas têm estado prenhes até às orelhas? 

 

A primeira, a Princesa, terá dado à luz, sabe-se lá onde, na quinta-feira. Apareceu no sábado, qual Carolina Patrocínio, ela que tinha um barrigão que até já lhe custava a andar, agora elegante como uma Barbie, para comer. Cada vez que vou dar comida, lá está ela. 

 

Ontem quando cheguei, a minha vizinha do lado disse-me que achava que as crias estavam dentro da casota. E eu, fiquei entre o emocionada e o descrente, que trazer recém nascidos para ali, onde dormiam os seis-adultos seria  incrivel, sendo as mães-gata tão protetoras... fui espreitar e estavam lá quatro pequeníssimos bebés. 

 

bebés.JPG

 

Então fiquei realmente emocionada! Aquilo é mesmo sinónimo de confiança!

Mas pareceu-me que a MiniMi estava coma barriga mais vazia, embora ainda grande e estranhei ela estar a comer e a olhar para dentro da casota... hoje levantei-me e ouvi que estão a desmontar os andaimes. Pensei ai que ela entra em pânico e move as crias, com a ansiedade sabe-se lá o que acontece... e fui à janela (quando só costumo ir da parte da tarde, já que nós, as que alimentamos as criaturinhas, estamos bem organizadas, e eles sabem a que horas devem estar todos juntos para pedinchar - e onde), para ver o que se passava.

 

Pois que estava a Oínhos, cá fora com a sua mega barriga e a MiniMi sai da casota. Pedem, pedem, aparece a Princesa. logo seguida pelo Bolinha Preta. Lá lhes dei de comer. Fiz uma pausa entre duas couvettes, e a MiniMi voltou imediatamente para dentro da casota, voltando a sair quando abri a segunda. Ou seja:

 

A MiniMi pariu ontem dentro da casota, porque é ali, debaixo da minha janela, que se sente mais segura. Querem coisa mais rara e ternurenta?

 

Eu estou tão derretida que nem vos conto!

 

E não acreditaria nisto se me contassem...

 

 

P.S: escusado será dizer que só ela e as crias dormem dentro da casota agora. Os outros passam, olham para dentro e seguem...

 

14 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

A ler agora

heartf.JPG

 

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora