Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

18
Out18

E então, no dia 16, celebrámos assim:

Fátima Bento

IMG_20181018_112225.jpg

 

O que fazer quando se comemoram 25 anos de casamento?

 

a) uma renovação de votos, com tudo a que temos direito;

b) trocar as alianças com que casámos por outras mais "atuais";

c) fazer uma viagem;

d) nenhuma das acima;

 

A nossa intenção sempre foi a terceira. Tínhamos um pequeno pé de meia e tudo - mas outros valores mais altos se impuseram, e o dito cujo teve de ser canalizado em necessidades mais prementes.

 

Vai dai que a que escolhemos (qual escolher, foi mesmo por via das circunstâncias!) foi a alínea 

 

d) nenhuma das acima;

 

Mudámos de ideias uma mão cheia de vezes, porque queríamos uma coisa diferente e especial. Noite fora? Que zona, que hotel... mas já enfiámos tanto barrete que a hipótese de isso acontecer nesta altura era um risco que decidimos não correr. Ainda colocámos a hipótese de ir para um onde já estive e cujo espaço e amenities são agradáveis - e os quartos são fantásticos! - e o melhor de tudo (se possível) era o restaurante... fui ao site, mudaram de chef, agora aquilo é gourmet (i.e. doses mesmo mínimas), pelo que o jantar ficava bem mais caro que o quarto.

 

Nota:Se me dispuser a gastar €200 num jantar, vou ao michelin-do-Avilez, onde, optando pelo menu de degustação, a experiência até é mais completa e agradável (e não tenho qualquer intenção de ir ao michelin-do-Avilez, para que conste).

 

Marcámos mesa no Jamie's Italian, porque gostei tanto do restaurante, e da comida! MAS uns amigos que lá foram há pouco tempo disseram que estava barulhento, e recordo-me bem que as mesas para dois eram todas extremamente próximas... pelo que não era o melhor para a intimidade que queiramos para este tipo de jantar.*

 

Ou seja, segunda-feira eu estava com uma mona descomunal. Terça-feira eram os Huge 25, e eu sem vontade de decidir nada, e cheia de vontade de ir jantar fora JÁ!, que queria encher o vazio que sentia com comida.

 

Valeu-me S. Victor.

 

Sugeriu que fossemos onde íamos quando namorávamos - e onde retomaramos o hábito de ir em todos os aniversários de há uns anos a esta parte, desde que descobrimos que o restaurante ainda existia.

 

E eu pensei.

 

E sim, parecia o melhor a fazer. Ali não tínhamos surpresas (que era a última coisa que queríamos!)! Bónus: na segunda ainda fomos jantar ao nosso restaurante indiano, e assim, calculando com alguma certeza o que pagaríamos no jantar do dia, pudemos acrescentar o jantar da véspera. E - como é habitual, aquele indiano é fantástico! - foi tão bom!

 

No dia D começamos por ir tomar o pequeno almoço ao café onde vamos aos sábados (sim temos um café-dos-sábados, e?), passeámos e no final da tarde lá fomos ao nosso restaurante. E foi excelente! Até os erros foram antecipados, o que nos fez dar umas risadinhas discretas... mas nada a dizer, as funcionárias deram o seu melhor.

 

O jantar (o prato que pedimos é sempre o mesmo, bife pimenta) estava cinco estrelas, o vinho muito bem escolhido (ahem... sou eu quem escolhe sempre o vinho...) foi tudo perfeito!

 

Ficaram bem assinalados, de forma simples mas ao mesmo tempo especial, os nossos 25 anos juntos!

 

 

- depois,e porque o chão, naquela bendita terra, é calçada no passeio e pavé fora dele, e aquilo e mais irregular que deus nos valha, eu dei um tralho daqueles... felizmente, fiquei apenas com o tornozelo magoado  - e só senti dores enquanto dormia e durante o dia de ontem - e hoje, ainda um pouco, mas nada de grave. Trambolhão épico, para uma noite que se quis inesquecível...

 

*claro que liguei a cancelar a mesa, na manhã de dia 16. É o minimo que se pode - e deve - fazer!

 

16
Out18

As minhas bodas de prata: 25 segredos/dicas/conselhos para uma relação feliz

Fátima Bento

marriage.jpeg

 

Porque se voltasse atrás, é que era já hoje outra vez!

 

  1. Preservar a identidade de cada um;
  2. Aceitar o outro como ele é;
  3. Ter projetos/planos individuais e separados;
  4. Fazer coisas juntos; partilharem os prazeres comuns;
  5. De vez em quando, dar uma oportunidade e tentar ver as paixões do outro pelos seus olhos...
  6. Fazer planos;
  7. Ter planos B;
  8. Seguir em frente quando os planos falham;
  9. Surpreenderem-se um ao outro (mesmo seja difícil para algum);
  10. Empatia, empatia, empatia;
  11. Comunicar, sem meias palavras nem temas tabu;
  12. Mandar o outro à merda se for caso disso, desde que não seja essa a frase que encerre a discussão;
  13. Aceitar as falhas do outro. Ninguém é perfeito (e há pessoas "partidas")...
  14. Namorar;
  15. Marcar encontros;
  16. Darem valor a estar um ao lado do outro - mesmo que um esteja a ver uma serie no pc e o outro um filme na TV - vivam os headphones;
  17. Criar tradições. Mesmo que seja a continuação de uma tradição de família, acrescentar-lhe um pormenor próprio;
  18. Comemorar: todos os motivos são bons: aniversários de namoro, de casamento, do primeiro beijo... não se lembram das datas?Inventem. Ou criem situações novas para celebrar:
  19. Andar de mão dada. A cumplicidade tem-se, mantém-se, constrói-se - não obrigatoriamente por esta ordem...
  20. De vez em quando viaje no tempo e lembre-se de porque é que se apaixonou pelo outro. Olhe para ele/a e reveja a pessoa que foi, e a pessoa que é agora;
  21. Elogiem-se. Desde o aspeto, a uma tarefa feita;
  22. Criem noites de gajas, noites de gajos, e noites de amigos, esta última, juntos;
  23. Confiem um no outro.
  24. Se o outro está consigo, é por escolha: o ciúme pode ser fatídico - um pouquinho, aceita-se, mas sem qualquer exagero...
  25. Digam amo-te sempre. Sempre, sempre. E nem sempre é preciso usar palavras!

 

20
Abr17

Freddie Mercury: foi há 25 anos...

Fátima Bento

... que o mundo assistiu à homenagem a uma das figuras icónicas da musica dos nossos tempos.

 

Houve UM Freddie Mercury e não vai haver mas nenhum. NUNCA!

 

 

Também o George Michael é peça única, por isso não há coisa melhor que juntar dois em um, numa amostra do show.

Para verem mais prestações, cliquem aqui

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

livro yalom.png

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora