Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Dumb and dumber...

20.06.14 | Fátima Bento | ver comentários (3)
Não tenho paciência para pessoas estúpidas. Lamento, até sou uma gaja porreira, mas acho um desperdício de tempo e paciência, há pessoas que é como falar para um objeto inanimado (e depois há aquelas que não ouvem nada do que dizemos, já com o que vão dizer a (...)

Coisas que me fazem espécie #1

12.06.14 | Fátima Bento | ver comentários (2)
Porque é que toda a gente usa a palavra comprimento quando devia dizer cumprimento? "Deixe-me comprimentá-la pelo excelente resultado..." "Temos de ter em vista o comprimento das regras impostas..." É assim, o comprimento do meu colchão é de dois metros, e cumprimento (...)

"Isto num tá fácil..."

02.06.14 | Fátima Bento | comentar
Segunda-feira. Ah como eu adoro segundas feiras... NÃO! Nem dá para explicar, mas juro que desde que acordei, às oito, até agora, NADA bateu certo. Está tudo na antítese do que devia.  Abro o pc, a primeira coisa que faço, TODOS OS DIAS é ir ao mail. IAS! Tinha a (...)

Porque já chega.

13.04.14 | Fátima Bento | ver comentários (2)
Não nasci para engolir hipocrisias ao pequeno almoço - nem, de resto, ao almoço ou ao jantar. Não tenho fação política de escolha e quanto a ideologias, peco por ser 'utópica ma non troppo' - o que eu penso e o que me faz correr, mexer, e como eu gosto que esteja (...)

A angústia da aspirante a tanto que não consegue nada...

25.03.14 | Fátima Bento | comentar
A minha cabeça não pára. Dá cambalhotas, mortais encarpados à retaguarda, vai buscar um tema, dois temas, três temas, começa, apaga, recomeça, corrige, guarda em rascunho, deita fora, recomeça já com outro tema. Hoje não saio disto. Quero escrever sobre tudo e (...)