Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

10
Nov18

Desafio das 50 perguntas

Fátima Bento

A Célia, a Marquesa e a Bruxa Mimi desafiaram-me para a tag das 50 perguntas. 

E se há perguntas igualinhas,meia dúzia são diferentes. Por isso vou fazer assim:

 

Vou respoder ao desafio que a Célia enviou, com as 50 perguntas, de rajada, i.e., telegráficamenta. No "desafio às fatias", vou respondendo de forma mais composta. Bale? 

 

Então cá vai com o devido agradecimento à Célia pela nomeação.

tag das 50.JPG

 

1 - O que mais odeias em ti?

Odiar é um termo tão forte! Há coisas que gostaria fossem de outra forma, como conseguir ter uma força de vontade de ferro. Não tenho, e tenho um rol de atenuantes, mas lá que gostava, gostava.

 

2 - Peso

30 quilos. Acima do que devia.

 

3 - Se pudesses visitar qualquer lugar no mundo onde é que irias e por quê?

Ia à India. Pela diferença de culturas.

 

4 - A última coisa que te fez chorar

O filme Bohemian Rhapsody deixou-me com um nó na garganta: vi o Live Aid em direto, e foi mágico ver do lado dos bastidores, e do palco... mas chorar a potes foi com o filme Wonder. Vai lá vai...

 

5 - Se pudesses voltar atrás no tempo, o que mudarias?

Nada. 

 

6 - Eu não vou morrer sem…

... escrever um livro de ficção.

 

7 - Quanto tempo levas para ficar pronta para sair?

Algures entre os cinco e os sete minutos. E estou mesmo a falar a sério.

 

8 - Último lugar que estiveste

Na cozinha. 

 

9 - Comida favorita

Italiana e indiana. Privilegio a primeira, a menos que conheça e confie no restaurante da segunda...

Das coisas que faço, gambas a l'ajillo, bem picantes.

 

10 - Comida que não comes de forma alguma

Não gosto MESMO de muita coisa, que não como, por principio. Mas nesse sentido tenho, definitivamente, um preço. Depende do que pagassem (para  comer quase tudo)...

 

11 - Música do momento

Neste preciso momento estou a ouvir Sinatra.

 

12 - Vivo perdendo…

... tempo. Rásmapartam...

 

13 - Uma frase…

If you can dream it, you can make it - Walt Disney

 

14 - Último concerto a que foste

Sarah Mckenzie, no CCB, no dia 3 de outubro

 

15 - Última mensagem no whatsapp

Nada, ora! (com a minha cabeleireira)

 

16 - Última vez que te stressaste

Na última vez que o meu filho faltou ao curso.

 

17 - Tira uma selfie e mostra

Não me importo que me tirem fotos, mas detesto selfies! No can do!

 

18 - Uma música com a palavra AMOR

Endless love

 

19 - O que é feio, mas que tu achas bonito?

Os gatos Sphynx

 

20 - Mostra a última foto do teu instagram

bilhete.JPG

 

21- Uma frase que a tua mãe diz sempre

Não me lembro de nenhuma.

 

22- Eu estou...

No sofá, toda derretida com o Ippo ao lado...

 

23 - Eu sou... 

... louca por cinema.

 

24 - Eu quero… 

...ser feliz muitas vezes.

 

25 - Ser amigo é...

... começar a conversa onde a acabou... mesmo se tiver sido há anos.

 

26 - Quando morreres...

... quero ser cremada.

 

27 - Um livro

A minha avó pede desculpa, Fredrik Backman

 

28 - Um filme

Deste ano, BlacKkKlansmanSete estranhos no El Royale

 

29 - Uma meta a cumprir este ano

Continuar a destralhar.

 

30 - Queria ser uma formiga para…

Não queria. De todo.

.

31 - Calças ou vestidos?

Vestidos no Verão, calças no Inverno.

 

32-O que te faz feliz na TPM?

Bem, era açúcar. Em qualquer forma. Agora já é muito de vez em quando...

 

33-Sê feliz...

... não te esqueças que em caso de incidente aéreo, antes de colocar a máscara a alguém, tens de a pôr tu. Faz disso o teu lema de vida. Sem garantias, mas com mais hipóteses.

 

34-Queria ser...

... arqueóloga, quando era gaiata.

 

35 - Queria ter...

...saúde, sempre.

 

36 - Se eu fosse homem (mulher)...

... não seria muito diferente de quem sou.

 

37 - Uma pessoa que tens de/queres conhecer pessoalmente

Ó pá, sei lá! O António Lobo Antunes, quiçá!

 

38 - Cerveja é…

Ruiva e artesanal. Não gosto de cerveja loira.

 

39 - Na noite passada...

Dormi que nem uma pedra.

 

40 - Poderia ficar horas...

A fazer jigsaw puzzles.

 

41 - Uma careta…

Para quem cospe para o chão. Isso e um tabefe.

 

42 - O teu lema

Não faças o que não queres que te façam.

 

43 - Morres de medo de...

Diria já de nada, mas depois da última aventura do Ippo (que contarei em breve), acho que tenho medo de um punhado de coisas de que nem tenho noção...

 

44 - Darias tudo para..

... salvar a vida dos que amo.

 

45 - O teu maior defeito que é uma grande qualidade

????

 

46 - A tua maior qualidade que é um defeito

A paciência.

 

47-Uma blogger que tu admiras e 3 qualidades dela

A Joana. Pela energia inesgotável que tem. Pela força de vontade com que põe todo o tipo de ideias em prática. Pela forma como escreve (adoro!)

 

48 - Que horas são?

10:57h

 

49 - 5 palavras com a letra V

Vitória, vaidade, verdade, veleidade, veneno.

 

50 - Indique 5 pessoas para essa TAG!

MãeTástica, A 3ª face, o último fecha a porta, domingo à tardeC.S.

26
Set18

Como vai ser mês do self care - perguntas e respostas

Fátima Bento

heart-wood-love-wooden-161711.jpeg

 

Estamos quase em outubro - se tirarmos o fim de semana da equação, faltam dois dias! E como informei antes, este vai ser um mês temático, dedicado a cuidarmos de nós - por dentro e por fora. De certeza que terão perguntas, por isso vou tentar responder a algumas - se tiverem mais, usem a caixa dos comentários, que tiro as dúvidas todinhas!

 

 

Com self care queres dizer mimar-me?

Também. Self care tem a ver com tirarmos tempo para nós, parar, observar, pensar, no fundo crescer um bocadinho enquanto pessoa.

 

Não tenho tempo para nada... achas que vou conseguir arranjar tempo para seguir os teus conselhos?

A minha ideia é que é possível conseguir fazê-lo sem alterar o dia-a-dia. Acredito que será possível seguir as dicas sem penhorar as suas rotinas.

 

Achas que um mês vai virar a minha vida do avesso?

Acho que poderá despertar a atenção para pequenos pormenores em que nem reparamos na azáfama diária, e que a atenção que lhes dedicaremos, poderá fazer alguma diferença, sim. Mas não será algo completamente radical - nem é essa a ideia...

 

Afinal em que vai consistir o desafio?

Todas as manhãs publicarei um pequeno desafio para o dia: por exemplo, só hoje, substitua o café do meio da manhã por chá, Para variar, quebrar os hábitos que temos e fazemos sem pensar, para obrigar o cérebro a ligar-se. Nesse caso direi para se concentrar no rasto que o agitador deixa no liquido enquanto o mexe, na temperatura do mesmo quando toca nos seus lábios, no sabor do chá. Só por um dia, uma vez. Se quiser continuar a fazê-lo, é consigo; o desafio é curtinho e imediato... fundamentalmente baseia-se no principio das micro ações: por pequena que seja, qualquer mudança pode melhorar nossa existência!

 

Então o que posso esperar? Conselhos de auto ajuda e afins?

Pode esperar que o desafie a olhar para dentro, mesmo que não dê por isso. Que, de quando em vez, faça uma coisa diferente do que é habitual, mesmo que não se aperceba.

Poderão haver três ou quatro desafios que envolvam um pouco mais de empenho, tirar 15 minutos, ou mesmo meia hora de um dia, só para si, mas prometo que vão ser exceções.

 

E no final do mês, o que posso esperar?

Eu espero que se sinta mais desperto, mais atento, mais conectado com o que o rodeia. Mas cada pessoa é diferente, por isso variará, decerto.

 

Existem regras para seguir este desafio? Quais?

Não gosto da ideia de balizar algo que se quer livre. No entanto, gostaria muito de saber quem tem vontade de aceitar o repto.

Era giro, por exemplo, se os blogues que estiverem a fazê-lo, colocassem o selo - imagem abaixo - na lateral (com ou sem hiperlink para a descrição do desafio).

Também me parece que seria positivo divulgar a ideia nos vossos blogues, para que mais pessoas possam usufruir da experiência... no entanto tenho de frisar uma coisa: sintam-se à vontade para trocar uma micro ação por outra, passar por cima de algumas que não vos digam nada, se for o caso. Deixar uma para outro dia, repetirem alguma de que tenham gostado especialmente... a última palavra é vossa.

 

Por isso gostaria mesmo que me deixassem nos comentários um vamos a isso, um conta comigo, ou qualquer coisa do género. Porque no final do mês de outubro, seria a cereja no topo do bolo, poder de contar com um pequeno texto vosso sobre o que foi fazer o mês do self care, a ser publicado aqui, com um link para o espaço de quem o escreveu.

 

E se resultar porque não fazer outro, mesmo que subordinado a outro tema?

 

Vamos todos a isto? E sim, eu também farei o que for sugerindo, palavra de Fátima Bento!

 

marca d'agua.JPG

 

 - sintam-se à vontade para levar a imagem convosco!

 

Até já!

 

25
Abr18

Tag Primavera #1

Fátima Bento

A querida Happy nomeou-me para o meu segundo desafio de Primavera  (ó aqui o primeiro!), sendo que este, como o nome indica, é (mais ou menos oficialmente) o #1

 

Tag primavera.PNG

 

 

Mulher que não sou para fugir a um desafio, aqui vão as minhas respostas:

 

1. Qual a temperatura ideal para um dia de primavera perfeito?

 24º, 25º.... mas se for mais alta não me queixo (muito pelo contrário...)

 

2. Se te pedisse uma sugestão de passeio para estes dias mais floridos, qual seria?

As amendoeiras em flor no Alarve ou as cerejeiras em flor no Fundão. Ao pé de casa? Um passeio a pé na marginal que leva ao Seixal, com paragem na esplanada para beber uma sidra bem fresca, ou uma tónica (eu adoro agua tónica!)

 

3. Se tivesses de escolher uma cor para esta primavera qual seria?

Geralmente Primavera é sinal de amarelo-gemada. Ou rosa pastel, ou azul claro - mas este ano a coisa está-me a fugir para tons um nadinha mais vincados (exceto o rosa, que gosto clarinho), porque parece que a meia estação é uma coisa em vias de extinção...

 

4. O que esta estação significa para ti?

Um lufada de energia. Depois dos dias escuros de Inverno (eu SEI que tenho de comprar o aparelho de fototerapia!), o sol começa a brilhar, e o moral vai mais com a luz que com as temperaturas - que também ajudam, ao subir. É um recomeço, sempre.

 

5. Qual será, do teu ponto de vista, o grande acontecimento desta primavera (seja pessoal ou público)?

Bem, voltei ao ginásio cheia de vontade, estou a ser acompanhada pela nutricionista, coisas que eu dizia que não faria. Acho que vou a caminho de uma melhor eu - melhor para mim, de quem me esqueço às vezes. E a Primavera está a ser esse recomeço.

A nível público, entre o descalabro do Processo Marquês, o escândalo - a mim deixa-me de boca aberta oa dimensão que estas coisas atingem - que envolve o Salgado e o ex-ministro Manuel Pinho, e o conflito na Síria (que infelizmente mexe muito diretamente com a economia, que é o pior que pode acontecer...), honestamente nem sei que diga... posso falar do fracking e do furo que estão a fazer ali para as bandas de Aljubarrota -  se não me engano - para extrair gás de xisto, e que tem tudo para provocar uma calamidade... (esperemos mesmo que não...)

 

Ora agora as regras da tag, que passo a copiar e colar do blogue que me nomeou:

 

Responde a estas 5 perguntas de forma rápida e publica as tuas respostas no teu blogue. 

Faz uma hiperligação para o blogue que te nomeou. (de certeza que o seu autor vai adorar conhecer-te melhor e ainda podes dar a conhecer o seu trabalho aos teus próprios leitores)

Nomeia 3 bloggers que gostavas de conhecer mais e desafia-os a completar a mesma tag."

 

Vai daí óspois, vou nomear estas três colegas: a Simple Girl, a Mimi e a Joana.

 

Fico à espera das vossas respostas!

15
Dez17

EndlessXmas

Fátima Bento

Descaradamente fanei o tag EndlessXmas à Mariana, que me deu a sua benção - felizmente que não quero ter pesos na consciência nesta altura do ano...

 

News Flash: Estou a entrar no Espírito da coisa e a culpa, em grande parte é desta menina... 

 

E então sem mais delongas aqui vão as minhas respostas às perguntas em cima da mesa...

 

f1890ba67f94675a772af545a874d56f.jpg

 

 Qual é o teu filme de Natal favorito?

Ah, é mesmo o Love Actually. Tem tudo (e todos!) o que eu gosto!

 

 Tens tradições de Natal?

A nova consiste em eu e o marido tiramos um final de tarde, apanharmos o catamarã e ir ver as luzes da Baixa. Costumamos jantar por aquelas bandas mas não é obrigatório. Um chocolate quente, um vinho quente ou umas castanhas assadas, e a coisa sabe-nos pela vida!

 

 Doces de Natal favoritos?

Eu gosto de doces, ponto. Ando a reduzir, mas há doces - como o pão de ló de Ovar - que adoro. E ovos moles, apesar de serem tão, tão doces - ou por isso mesmo. Mas de Natal não sou assim fã de nada... demasiado óleo atrofia-me o sistema... mas pronto umas azevias de grão caem sempre bem. E adoro rabanadas, mas faço-as em qualquer altura do ano - os americanos chamam-lhes french toast, eu gosto mais do nome que os franceses lhe dão, pain perdu... as minhas são embebidas em leite, passadas em ovo e fritas depois, em pouco óleo (de amendoim), que é descartado a cada quatro. Finalmente polvilhadas com açúcar e (MUITA) canela, que é termogénica  - funciona. principalmente, para a consciência... 

 

 Vela perfumada favorita de inverno?

Ah, de maçã e canela, sem qualquer duvida! Nada me cheira mais a Natal!

 

 Luvas ou cachecol?

Ambos. Mas apesar adorar luvas, consigo aquecer as mãos nos bolsos. Já o pescoço não dispensa o cachecol - não me falem é em camisolas de gola alta...

 

 Lembranças favoritas de Natal?

Ah tantas! Mas a primeira foi de a minha mãe me ir acordar à cama e me levar ao colo para a cozinha (eu teria uns três anos) e eu ficar a tremer, literalmente com a excitação de ver todos os embrulhos que o Pai Natal tinha trazido! A mãe sentou-me na mesa ia-me trazendo os embrulhos que eu desembrulhava. Tremi o tempo todo.

A noite de Natal era uma descarga de adrenalina descomunal.

Já com os meus filhos, houve um ano que a Inez queria uma aparelhagem para ter no quarto, e eu convenci-a que não tinha conseguido comprar  e, apesar de ser um cocó a mentir, consegui! A embalagem foi guardada por detrás da árvore, e quando já tinham sido abertas todas as prendas, dissemos-lhe para ir ver que raio era aquilo que ainda ali estava. Quando abriu, abraçou-se a mim e esteve uns bons dez minutos a chorar. Depois sentou-se no chão e volta e meia desatava em soluços...

 

 Ficas em pijama ou estás a preparar-te para a manhã de Natal?

Se ficar em casa, tenho um pijama de Natal. Se sair, lógico que não fico de pijama, duh!

 

 A tua música de Natal favorita?

Christmas Song, de Nat King Cole.

 

 Quem é a pessoa, da tua lista, que é mais difícil para fazer as compras de Natal?

O meu marido. É que para ele TEM de ser uma coisa ÚTIL. E não pode ser um livro, que a mulher dos livros sou eu, se comprar vai para a minha biblioteca, de modo que é batota... e não gosta de perfumes, não usa. De dar em doida...

 

 Podes dar os nome de todas as renas do Pai Natal?

Dancer, Dacher, Donner, Comet, Cupid, Vixen, Prancer, Blitzen e Rudolph!

 

 Qual é o presente mais estranho que tu já fizeste?

Cachecóis, muitos cachecóis. O único que fiz... que me lembre. Não tinham nada de estranho...

 

 Fazes resoluções de Ano Novo e cumpres essas mesmas resoluções?

Não faço, porque não cumpro. Este ano vou fazer, mas nuns moldes diferentes dos habituais...

 

 O que está no topo da tua lista de Natal?

Amor. O que nos une, a mim e ao Victor, a nós e as filhos, às gatas de casa, aos bichanos do quintal. Às minhas pessoas daqui da blogosfera, aos meus amigos do peito. Amor.

 

 A tua árvore é verdadeira ou falsa?

É MESMO uma árvore de Natal, não é falsa. Mas é artificial, que é mais ecológico... apesar deste ano o mais ecofriendly seria um #pinheiro bombeiro, mas o Espírito bateu-me demasiado tarde... (mas estenderam o prazo até dia 17, corram!) No próximo ano, não falha!

 

Tu compras presentes antecipadamente ou esperas pela última hora?

Neste momento tenho uma listinha pequena de pessoas que não ligam ao Natal, por isso as prendas foram compradas esta semana. Mas quando era uma lista com L maiúsculo, começava as compras em setembro, outubro no máximo!

 

 Onde tu moras caí neve?

Não. Nem artificial...

 

Agora vou desafiar três bloggers para fazerem este desafio (podem desafiar os que quiserem, meus amores...) Alexandra, Triptofano, e Happy. Depois passem a outro e não aos mesmos...

merry-christmas-banner-clipart-merry-christmas-ban

28
Set17

Desafio já fiz/nunca fiz

Fátima Bento

Ora e não é que esta rentrée ainda sabe a Verão e os desafios pululam que nem cogumelos (portobello, que dos que já provei são os que gosto mais) nesta blogosfera, e eu nunca digo não a um desafio - já correntes, esqueçam, batem no meu FB ou na minha caixa de email e morrem.

Por isso aceitei com muito prazer o convite do querido Triptofano e eis aqui mais um bocadinho de mim...

 

20661143_3gQQq.jpeg

 

Ora vamos então às regras do desafio:

 

 Responder a todas as perguntas apenas com "Eu já" ou "Eu nunca" .

 Responder à última pergunta com "sim" ou "não".

 Colocar a imagem oficial do desafio (obrigatório).

 Referir quem vos passou o desafio.

 Passar o desafio a pelo menos 4 pessoas (semi-obrigatório)*.

*não é de todo cariz obrigatório porque nem toda a gente gosta de nomear, era porém para dar alguma continuidade ao desafio.

 

 Claro que vou contornar as regras! Agora sim, não, já, nunca! O meu teclado tem mais teclas!!!!!

 

 
1. Eu nunca fiz um interail ...com grande pena minha - agora já há interails para cotas, mas já não há pachorra, nunca fui de facto mochileira, não vai ser agora: a idade pede um certo panache! Não é preciso um Ritz Four Seasons, mas conforto oblige, please!
 
2. Eu já participei num concurso quando tinha ou 14 ou 15 anos e fiz um texto para uma revista sobre a veleidade como o sexo era encarado (ah ingénua! Ninguém tem 14/15 anos, já diz o tio Herman...). Bom, ganhei o primeiro prémio, mas não sei se foi pela opinião - verdade que há 35 anos atrás até poderá, também, ter sido...
 
3. Eu nunca conheci a pessoa que mais admiro que neste momento é capaz de ser o Marcelo. Ainda não estivemos no mesmo sítio à mesma hora, senão tinha a selfie da praxe! Até o meu filho e amigos querem tirar uma!
 
4. Eu já caí na rua, ó se!!! E as minhas quedas são, no mínimo , épicas (também tenho aqueles desequilíbrios que esfolam o joelho ou a palma da mão, mas esses não contam)! E ando a rir-me delas três dias...
 
5. Eu  desmaiei devido a quedas de tensão, as vacas! E quando estava grávida da minha filha várias vezes, por causa das mesmas. 
 
6. Eu nunca estive em coma alcoólico - Não. Mas já cuidei de quem estava - a parva, que me podia ter saído o tiro pela culatra... morava sozinha e ela apareceu-me em casa e apagou. E eu passei a noite toda a dar uma de enfermeira, e ver se ela respirava, bebia agua, café... de manhã lá arrebitou. Mas apanhei um susto que me serviu de emenda: chama o 112, burra (na altura ainda era 115)
 
7. Eu nunca experimentei drogas - Só receitadas. Man, eu nunca fumei um charro - yup, façam um estudo à minha pessoa. No entanto já tomei coisas que não passam pela cabeça de ninguém... daquelas que a gente tinha a receita em triplicado, apresentava BI para levantar na farmácia e andava com uma cópia da receita para o caso de ser apanhado com aquela gaita...
 
8. Eu já me vinguei de alguém que me fez mal; uma única vez, e foi à cobardolas: um ex-namorado-que-nem-era-bem-isso, era  mais uma amizade com benefícios que eram mais para um lado que para o outro (teria eu 19 ou 20 anos), apaixonou-se por uma amiga minha - não não me chateei -  foi até um alivio, a coisa era francamente estranha, eu nunca senti nada especial por ele e o gajo conseguia ser verbalmente abusivo quando estava comigo, pelo que às tantas ganhei-lhe um pó... - a minha amiga, recém divorciada cansou-se depressa dele e eu expliquei quais os botões a apertar para fazer mossa... o gajo ficou um caco. E eu juro que me senti bem. Porque, como dizem os putos, "eu que fiz!"  .Mas foi a única vez na vida que me vinguei. Acho que não vale a pena, mesmo. 
 
9. Eu tive um acidente, e não recomendo, ficamos de rastos. E ainda por cima não tive culpa, a caramela vinha em excesso de velocidade e nem tentou travar. Uma valente merda. De resto, já me bateram na traseira (ainda hei-de contar esta...), e já me espetei sozinha e parti a frente do carro, por razões perfeitamente razoáveis ( a sério...), e que não pude evitar... o papá pagou o estrago, que não foi barato... (esta não conto, porque não tem a ver comigo)
 
10. Eu andei de avião - Só tenho pena de não ter andado mais. Mas hei-de repetir muitas vezes... ainda para mais a minha filha acabou de comprar casa com quarto de hóspedes . Lá vai a British Airways ganhar dois passageiros frequentes...
 
11. Eu  bebi demais: duas vezes. A primeira andei uma semana a olhar para uma garrafa de Vidago vazia sem saber de onde ela tinha vindo... ao 8º dia lembrei-me. O Victor ficou possuído comigo... A segunda foi em Londres, no 20º aniversário da minha filha. Éramos uns 30, à volta de uma fogueira gigante no jardim, e eu não gostava nem de cerveja nem de sidra, e tinha levado duas garrafas de porto daqui... só partilhei meia, o resto foi meu... jurei nunca mais - e tenciono cumprir. É que se da primeira vez, estranhamente, não tive ressaca, da segunda tive. E uma ressaca na primeira vez que visitas Londres, é um pecado capital... é que é um dia perdido! Ah mas o vinho do porto continua a ser a minha bebida preferida.
 
12. Eu já confundi uma pessoa com outra; mas há alguém a quem isso não tenha acontecido???
 
13. Eu nunca me perdi num país/cidade estrangeira: partir à descoberta não é estar perdida. Nunca.
 
14. Eu tive uma experiência paranormal... ou qualquer coisa parecida. Felizmente tive testemunhas, senão achava que tinha emalucado de vez...
 
15. Eu  roubei beijos e abraços.
 
16. Eu nunca apaguei nada do facebook por ter poucos likes - ah, a minha conta pessoal estaria em branco!  
 
17. Eu já traí alguém... uma estupidez de adolescente. Serviu-me de emenda, é à cabeçada que aprendemos...
 
18. Eu já deixei de falar com alguém que me magoou. Bem foi ela que deixou de falar comigo, mas são pormenores. E a magoada fui eu. E há pouco tempo repetiu-se, com outra pessoa. Neste caso, a terapia deu-me capacidade para me proteger de gente tóxica e foi o que fiz.
 
Respondi com sinceridade a todas as perguntas? Sim, claro.
 
Quem eu gostava que respondesse?
 
Mula, DesarrumadaCélia, mais a Alexandra e a Happy (suspeitas do costume...)
 
14
Set17

Desafio desarrumações mentais

Fátima Bento

Ora eis senão quando o me querido amigo PP do blogue Insensato e a criadora do desafio, a dESarrumada me desafiaram para responder a estas perguntas. E eu lá sou mecinha para dizer que não??

Aqui vai, pois

 

1 - Se te pagassem 100.000€ para posares na capa de uma revista, a segurar uma garrafa de champanhe numa mão e com alguém ao teu lado a dar-te morangos à boca vestido com o fato-de-banho verde do Borat, preferias que essa pessoa fosse o Manuel Luís Goucha ou o Fernando Mendes?

 

O Manuel Luis Goucha. Havia de ser um regabofe. E além disso, resultaria num trabalho bem feito que ele é um profissional de mão cheia.

 

2 - Ias num cruzeiro, o teu barco naufragava, só havia dois sobreviventes e ambos davam à costa na mesma ilha deserta, com 4 metros x 4 metros. Teriam que obrigatoriamente conviver um com o outro todas as 24 horas do dia e ajudar-se mutuamente para sobreviver. Escolhias naufragar com o Donald Trump ou com o Kim Jong-un?

 

07-donald-trump-caretas-wtf.png

 

Sem dúvida, o Donald Trump. É um desejo secreto meu dar-lhe umas valentes arrochadas na pinha. Eu sou dura na queda, ele ia quebrar primeiro que eu de certeza... who's my bitch? mwahahahah 

 

 

3 - Estás de olhos vendados numa câmara de tortura a ouvir em loop os mesmos 5 CD's. Não sabes quanto tempo vais lá estar, pode ser 1 dia, pode ser um ano. Que banda sonora escolhias: Quim Barreiros ou Ana Malhoa?

 

Furar os tímpanos, vale? Oh meus queridos, o Quim Barreiros, que admiro profundamente enquanto profissional (sem qualquer ponta de ironia - e de trocadilho) lixava-me os neurónios e (Triptófano, tapa os ouvidos e canta bem alto) não gosto da Ana Malhoa (mas no casamento do menino eu faço por gostar, sim?). Se me quiserem pôr maluca mas dentro do (in)suportável, ponham lá o Tony que até está na moda... endoidecia à mesma, mas pronto...

 

4 - Escolhe, rápido: uma martelada no meio da mão direita ou bater com o dedo mindinho do pé esquerdo na quina de um móvel?

 

Olhem, já parti o mindinho do pé numa aduela de uma porta... assimcumássim já conheço a dor e o que é preciso para recuperar (nomeadamente o tipo de calçado... assim como assim, ainda não começou a chover, dá para andar com o pé de fora...)

 

5 - Última pergunta desta ronda: se fosses eleito presidente de Portugal, e te fosse concedido um génio da lâmpada que só te pudesse realizar um único desejo relativamente às tuas acções políticas, tu optavas por aumentar o salário mínimo para 1100€/mês ou fazer com que nunca mais houvesse um incêndio em Portugal?

 

Canudo. Ia para os incêndios. Além do mais, por muito bom que o génio fosse, €1100/mês arrumava qualquer Portugal...

 

Para dar continuidade a este desafio, Alexandra, HappyMami... buga lá...

24
Ago17

Um pouco sobre mim . desafio aceite!

Fátima Bento

E a Fátima Bento, adorava conhecer a Fátima para ela me explicar como consegue ter uma energia inesgotável. E porque tenho a certeza que é uma pessoa maravilhosa com o maior coração do mundo.

E porque acho que toda a gente precisa de saber quem tu és, Fátima passo o desafio para ti! 

 

- Tripotofano dixit, e a pessoa fico toda derretida 

 

Por isso,e sem mais delongas, aqui vão as minhas respostas

 

1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolhias?

 

Essa pergunta deixa-me ambivalente... todas as épocas têm pontos fortes e pontos fracos... a época vitoriana, por exemplo - por um lado era luar e rosas (i.e., brilho e festas) por outro, pestilência e sujidade... a Idade Média foi A desgraça por excelência... e os anos 50 nos EUA? Stepford wives à pazada, em imagens Rockwellianas... acho que mais que uma época, ia até à Versailles de Louis XIV. Mas o Rei tinha de ser o mesmo do filme A little chaos/Nos Jardins do Rei -  e apenas nesse caso sim, poderia ser sua cortesã... what happens in Versailles stays in Versailles, eheheheh

 

2 - Um filme que te arrependes de ter visto?

 

Nem precisei de pensar: Waterworld, de Kevin Reynolds, com Kevin Costner. Um filme que levou tanto tempo a fazer e que tem tanta água, só podia ser uma imensa, enorme, absurda banhada! 

O mais incrível é que vi duas vezes!!! A primeira quando estreou e a segunda uns doze ou quinze anos depois...

(mas pronto, o ator fez um dos melhores filmes de que tenho memória: Danças com Lobos, que é o épico mais bonito dos épicos (quase) todos... e que foi realizado poelo próprio)

 

3 - Fotografar ou ser fotografado?

Fotografar. Quero fazer um workshop, mas primeiro tenho de comprar a máquina ...

Escuso-me a ser fotografada, porque neste momento não gosto da minha imagem plasmada em registo imóvel. O espelho chega-me - e gosto do reflexo, obrigada. Em Outubro lá terei de me submeter à tortura - uma pessoa só faz 50 anos uma vez...

 

4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blog amanhã, qual era o título do último post que irias escrever no blog?

 

Não apagava.

Ok, pronto...

"A todos vocês, os que aqui passaram ao longo de 12 anos, os desde o inicio e os (mais) recentes; sem vocês isto não tinha tido graça nenhuma"

Depois seguia-se um discurso lamechas ao correr das teclas. Sei como começaria (no título!) mas não faço ideia onde iria parar...

 

5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo?

 

O George Michael que tinha um coração do tamanho do mundo;

A Audrey Hepburn, que foi uma senhora elegantíssima e com o coração do tamanho do mundo.

 

6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

 

Nos meus tempos de Alcântara Mar, Kapital e afins, SABE DEUS o sacrifício que fazia! Salvava-se o Frágil, em que a música tocava uns decibéis abaixo, não se dançava à doido, e se podia conversar (ou só ser visto...), e eu gostava, do ambiente, do tipo de musica...

Agora? Jantar e conversar, dentro ou fora de casa. Mas com a hora de recolher sem ultrapassar as 2:00h - e já estou a ser buéééé radical!

 

7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

 

Não podemos obrigar os outros a gostar de nós. Tinha doze anos e foi o meu primeiro psiquiatra (um doce de senhor, com idade para ser meu avô) que me disse. É simples, toda a gente sabe, mas ainda hoje se acendem as letras que a compõem de quando em vez. E já a repeti a terceiros algumas vezes - geralmente implica ter um ombro molhado e uma caixa de kleenex à mão...

 

 8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

 

Ahahah... sou eu. 

Não tenho garagem, nem parquemento, pelo que o Rocinante dorme ao relento. Há uns anos roubaram-me o rádio, e não voltei a comprar outro... a música que se ouve é do telemóvel... do meu telemovel. Geralmente ando sozinha, e quando não ando... temos pena... 

 

9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

 

Como levei anos e anos a encaixar merdas que só me fizeram mal, devo ter algures uma never ending lista...

Mas assim que me ocorra de repente, existem umas coisas que diria a um amigo de quem gosto muito (para quem ultimamente, à conta desse egoísmo disperso, tenho tido menos paciência)  e que tem as prioridades todas baralhadas... uma então é incontornável: o tempo não se tem, cria-se. Arranja-se. Fazem-se ajustes para criar furos. Aceito que tenha uma profissão exigente, mes ser preciso dirigir-me ao seu local de trabalho para tomar café e conversar, sempre... a mais das vezes no seu gabinete... não me lixem!

À conta disso já não o vejo há seis meses. Não faço mais concessões. Aliás, quem as tem - a concessões - são os bares de praia...

 

 

10 - Se pudesses conhecer mais alguém dos blogs, quem seria? 

 

E aí está a chamada "pergunta para queijinho!" Ai que lista...

Bom, work in progress é o meu querido desafiador. Também a Alexandra - qualquer dia passo-me da marmita, meto-me no carro e vou aí pespegar-te um beijo na (ao lado da) boca!

Depois conhecia de bom grado a Psicogata e o seu marido Moralez, a doce Kalila, a Mula de my corazón, a Chic'Ana de quem é impossível não gostar, a Happy já que temos umas coisas em comum, a Mami, para fazermos uma prova de vinhos juntas.... ó pá, conhecia mais, mas fico-me por aqui, para não assustar ninguém...

E já agora, as meninas e menino mencionados acima, não aceitam responder ao desafio?

 

the-tree-of-love-559.jpg

 

E para ti, Tripotofano meu amigo deafiador, um agradecimento grande grande!!!!

15
Mai17

Desafio - há tanto tempo que não fazia um!

Fátima Bento

Bem, há imenso tempo que não recebia um desafio. A Tania Tanocas desafiou-me e ó pra mim a aceitar!

 

As "regras" são:

Depois de responder às 11 perguntas, temos de indicar 11 blogs parar responder à mesma tag, não esquecer de colocar o selo da tag e também inserir o link de quem nos indicou. Bastante simples, por isso não percamos mais tempo com blábláblá e vamos a isso. 

TAG.jpeg

 

 

1. Qual o teu estilo de música preferido? 
Jazz e R&B. A única estação de rádio que oiço é a Smooth Fm; no entanto também, gosto de algum pop... depende - e muito - do meu estado de espírito. O mais importante é a letra... é por isso que, por exemplo, o álbum do Sting que mais gosto é o Sacred Love. As letras devem ter algo a ver com a fase que estava a passar na altura em que saíu...

 

2. Qual a peça de roupa preferida do momento?
Vestidos. A única chatice é que a depilação das pernas tem de estar sempre a 100% e eu sou tãããão preguiçosa no que diz respeito à minha imagem...

 

3. Qual o teu verniz mais de diva?
Ahahah, este termo é tão-tão... não eu, 98% dos dias!
Mas ok. Nas mãos um leitoso rosado e nos pés um bordeaux mesmo muito escuro.

 

4. Calções ou saia? Porquê?
Deus me livre dos primeiros! Além de estar em baixo de forma (mesmo bastante no negativo da coisa),e não ter idade para vestir tal isso, nunca gostei de calções. Já de saias gosto tanto das pencil como das longas.

 

5. Cabelo liso ou encaracolado?
Gosto do meu, liso. Com o corte certo, acordo sempre penteada. Fabulástico!

 

6. Salto ou sapatilha?
Salto - mas agora tem de ser cunha. Quando saio e sei que não vou andar quase nada, arrisco uns saltos mais altos e finos. Mas se é buffet é uma gaita que o ir e vir às tantas deixa-me um nadinha entortada...

 

7. Brigadeiro ou gelado?
Os dois. Tenho de alimentar a baleiazinha que há em mim - e a criança que ainda há cá dentro também é gulosa cum'ó raio...

 

8. Doce ou salgado?
Dou prioridade ao doce, pois dou. Mas à conta disso volta e meia dão-me umas ânsias de salgados que nem vos conto... e então fico-me pelas pringles clássicas como snack

 

9. Como defines o teu estilo?
Cómodo. A começar pelos materiais de que a roupa é feita, que não pedem ferro. De resto, em dias normais, sou um nadinha lady, embora às vezes mande tudo às urtigas, vista a primeira coisa que me vem parar à mão e enfie umas sapatilhas - o estilo que se lixe volta e meia é o que privilegio. No entanto, vestido e sandálias, esse género... relógio, sempre, um anel grande e (quando me lembro) brincos.

 

10. És do tipo consumista ou só compra o básico?
Depende do momento que a conta bancária atravesse. mas se estamos a falar de roupa, não levanto muitas ondas... ando pelo básico, e alguma ocasional paixão. Cosmética, já passei a fase de ter de ter tudo e de experimentar tudo... agora menos é mesmo mais. Inclusive nos de limpeza e tratamento... se houvesse um que fizesse TUDO de uma penada, era um sonho!

 

11. Consideras-te vaidosa?
Não. Já fui, talvez ainda volte a ser... tento não agredir o próximo com desleixo excessivo, mas como não me dá qualquer prazer passar o creme, colocar a maquilhagem... esqueçam. Com a roupa é mais fácil, no meu guarda roupa tudo é intercambiável - não dei por isso mas comecei há uns anos a comprar peças que combinam todas umas com as outras! Se é mais clássico ou casual, depende mesmo dos dias... mas a vaidade não me assiste - e juro que tenho pena!

 

Finalmente, não desafio ninguém e passo a explicar porquê: já toda a gente - ou quase - fez este 'tag' por isso, um apelo:

 

jovem.jpg

 

E é isto!

B'jinhos 

 

14
Dez16

Desafio de Natal - sim, aqui se não me desafiam, agarro os desafios à má fila!

Fátima Bento

A m.M deixou o desafio em aberto,e como já toda a blogosfera (quase) o fez - e a criança em mim não pode ver nada e não querer também (e ninguém quer brincar comigo, chuiff ) - fui e peguei. 

tag.jpg

1. Qual é a tua comida ou doce de Natal preferido?

Do peito de peru recheado com frutos secos, acompanhado de couves de bruxelas glaceadas e cuscus com romã. E castanhas assadas ou fritas (das congeladas)

2. Qual é a tua música de Natal preferida?

Christmas song, cantada por desde Nat King Cole a Michael Bublé e pelos outros todos de premeio. Adoro.

3. Quais são as tuas cores de Natal preferidas?

Vermelho e branco. E aquele tom de castanho das bolachas de gengibre.

4. Preferes ficar de pijama, ou arranjares-te no dia e véspera de Natal

A pergunta de um milhão de dólares! Como sou eu que cozinho, por principio, nunca tenho paciência para grandes produções. E a camisola parola é obrigatória, o que limita logo o glamour da coisa... E o meu pijama é todo natalício, por isso também cai bem  

5. Costumas abrir as prendas de Natal na véspera ou só no dia?

Habitualmente, à meia noite, embora ache mais romantica a ideia da manhã de 25... mas ninguém se segura.

6. Se só pudesses oferecer prendas a uma única pessoa este Natal, a quem seria?

Ao marido. Super-hiper-mega marido.

7. O que mais gostas de fazer nas férias de Natal?

Let it be. Obrigatória, só a volta pela baixa - e este ano também pela Avenida e Marquês, para ver as luzes e fazer um jantar a dois. 
8. Já alguma vez construíste um boneco de neve?

Nope, chuiff 
9. Qual o teu filme de Natal preferido?

Definitivamente, Love Actually. Gosto de tudo no filme - e até tem o Alan Rickman!!!

10. Do que gostas mais, da véspera de Natal, ou do dia de Natal?

O dia de Natal, é o dia da ressaca. E não tem nada a ver com bebida... Na véspera, suuuuuubo os níveis de stress e no dia relaaaaaxo. Ainda assim, não consigo decidir...
11. O que é para ti o Natal?

Este ano é o menos indicado para responder a esta pergunta como se espera. Este ano, para mim, o Natal seria uma grande seca/imposição, em que ninguém se esforçaria, como de costume, para encaixar no Espírito - e não devia ser necessário o esforço, certo?

Por isso, vou resumi-lo a mostrar às pessoas que durante o ano me mimaram de alguma forma, que me apercebi disso e gostei, sob a forma de um presentinho mais, ou menos, simbólico - até à mocinha que me tira a bica à quarta feira, na pastelaria junto ao consultório do terapeuta! - e NÃO VOU dar presentes por obrigação. Não este ano.

(já tive a minha parte)

E nomear... ó Angela, ainda não fizeste? Então, fáchavor!

23
Jul16

Maratona fusão

Fátima Bento

Fui ver o blogue da Delícia de Amêndoa, e achei giro participar no desafio. As regras estão aqui, 

         « A maratona vai começar na segunda-feira (dia 25) e termina no domingo ( dia 7) vai durar 2 semanas e [tem] 5 temas, os quais são:

  1. ler um livro que tenhas na tua estante há mais de um ano
  2. ler um livro escrito por uma mulher
  3. ler um livro de um autor novo
  4. ler um livro com menos de 200 paginas
  5. ler um livro recomendado por outra pessoa »

Então aqui estão as minhas escolhas:

 

     1. O ladrão de sombras, Marc Levy; (pois. UM DOS que estão cá em casa há mais de um ano...)

     2. A amiga genial, Elena Ferrante (Vol1); (nas bocas do mundo; há alguém que ainda não tenha começado?)

     3. Eu sou a árvore, Possidónio Cachapa; (a ver se me rendo, toda a gente diz maravilhas deste livro...)

     4. Memória de Elefante, António Lobo Antunes (esta categoria é de loucos!);

     5. As instruções da Pitonisa, Erik Axl Sund (último volume da trilogia, recomendada pela Lénia).

fusão.jpg

A ordem não vai ser a apresentada: o livro de Elena Ferrante vai ser o último dos cinco - vou de férias a 8 e posso querer continuar a quadrilogia. Começo ou com O ladrão de sombras ou com As Instruções da Pitonisa. A trilogia sueca está a custar a ser encerrada, os dois primeiros volumes deixaram-me exausta. Quem já leu poderá compreender porquê - ou não...

 

À medida que for lendo vou falando deles aqui.

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

O passado.png

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora