Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Mais uma vez, obrigados

- em nome de nós todos

  Bastaria a foto, penso. Mas eu a debitar palavras é como a comer cerejas, nunca chegam. E ainda para mais no que diz respeito a este desafio.   Tem sido um previlégio tão grande dividir as quartas feiras com estes dezoito e talentosos bloggers (desculpem mas a palavra bloguistas dá-me arrepios). Todas as manhãs precipito-me sobre o pc e visito os blogues de todos os participantes neste desafio, em busca das suas díspares respostas ao desafio que a cor do lápis da semana (...)

Livros: o melhor e pior do ano

(e tudo porque sou uma cabeça de vento e me esqueci desse pormenor no post anterior)

  E quase me esquecia do mais importante, não era? Porém, nunca é tarde e por isso aqui estão os três mais: o livro de que mais gostei, o livro que mais me dececionou, e o pior que li.   O livro que mais gostei de ler   É tão difícil dar resposta a este item, incontornável em todos os balanços... até porque "quando o trunfo é livros, eu jogo autores", porque me sinto mais à vontade assim. Mas pronto, as regras desta alínea não são essas, por isso vou apontar como (...)

Grata

  Agradeço à equipa do sapo blogs o destaque de ontem    ... e à equipa que seleciona os destaques para a home page do Sapo (desconheço se é a mesma) o destaque de hoje.     Sinto-me honestamente agradecida! Obrigada Sapo!  

Obrigada, gente!

Antes de mais nada, quero começar o dia de hoje, aqui no blogue, com um agradecimento à equipa do sapo blogs pelo destaque da passada terça-feira. Depois de ter estado afastada por um tempinho, soube-me pela vida, como se um bem vinda de volta.      Obrigada, pois, a todos    

As 5 coisas boas desta semana, que me ocorrem...

  Mais uma semana em largura e não em comprimento... não consigo separar cada um dos dias. Continuo a culpar as noites, que me cortam o dia às fatias, e às tantas não sei muito bem onde acaba um dia e começa o outro...   Por isso, 5 coisas boas? A ver...    chegou o Verão (pelo menos até ver); as temperaturas subiram, o sol já brilha. Ir à praia, com o inquilino novo, parece-me mesmo muito difícil antes de ir para cima, mas quando regressarmos será possível. E já não (...)

O (mais atípico de que tenho memória) mês de (até parece mentira...) junho, foi assim...

  Vocês acreditam que Junho acaba hoje? Serio? É que eu não. Deve ter havido um qualquer engano, uma alucinação coletiva, e trocaram-nos as voltas, só pode! Julho vai entrar com temperaturas - e chuva, senhores, ainda ontem choveu! - que parece que estamos no Outono! Bolas, quando o Verão chegar, as praias vão ficar de lotação esgotada, que o pessoal vai andar a ressacar de uma meia estação infinita...    (não éramos nós que andávamos sempre a queixar-nos que ah e (...)

Estou (sem palavras)

E diz o Victor: tu nunca ficas sem palavras!   Recebo o Bloglovin daily digest. Acabei de abrir o email e tenho dois posts destacados. Juntamente com o Às nove no meu blogue, o Not so fast, A Beautifull Mess, o Coveteur, o Dolce Far Niente.   Volto a repisar o título do post.   Sou um grão de areia numa praia (muito!) grande, mas estou visivel!     Repito mais uma vez: estou sem palavras...