Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Para sempre

Dia do pai, também do meu

  "Aí no final do arco-íris, não acredito que tenham calendários, pelo que deves sentir um sopro morno no lugar do coração quando me lembro de ti. O que quer dizer que sentes todos os dias, e hoje, 19 de Março não é diferente. Porque mesmo que não dê por isso, estás sempre comigo. Lembro-me da tua gargalhada, do teu sorriso, das nossas zangas épicas, que duravam o tempo da discussão e estava tudo bem em seguida, mas que deixavam quem ouvia sem pinga de sangue (muito (...)

Eu sou uma desgraça...

A sério. Pois que no próximo sábado, como toda a gente sabe, é dia do pai. Vai daí, tenho a celebrar o dia do pai dos meus filhos. E é que já andava há p'rái duas semanas a queimar neurónios: como dar-lhe um presente que não tenha impresso qualquer coisa como "melhor pai do mundo" - porque isso é para @s filh@s darem aos pais - e de alguma maneira estampar-lhe pelos olhos dentro que ele é um mega-hiper-super-pai. (...)

Nunca celebrámos este dia

...como não era hábito festejares os outros, o de aniversário, o Natal, e a entrada do ano, mesmo quando calhava estarmos juntos. Não era a tua praia, e eu respeitava, nós respeitávamos. No entanto, agora olho para trás e digo-te: fazia um ramalhete com todos esses dias pré destinados no calendário, em que os marketeers deste mundo nos dizem que são especiais por-isso-vá,-ide-comprar-qualquer-coisa, agarrava em ti e passava todos eles contigo               assim, mesmo (...)