Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

10
Fev15

Post a correr...

Fátima Bento

Continuo doente e de pc fechado, vou usando só o telefone. E com o mesmo, não consigo mudar a fonte nem justificar (nem corrigir) o texto. Uma grande gaita, portanto. A ver se, como amanhã tenho de atravessar o Tejo, me passa esta porcaria ou se fico com uma carraspana valente a ver se ma dão qualquer coisa que faça passar isto de uma vez...!

images (1).jpg

Farta de estar doente "chove-não-molha"!

16
Jun14

Fim de semana do demo, ishhhhhhhhh!

Fátima Bento

Só não entro por aqui a matar com um

ESTOU DE VOLTA!!

Porque blahh, estou doente com uma coisa que nunca tive e que me tem obrigado a estar a maior parte do tempo deitada.

Presumo eu, que seja uma úlcera no estômago, que vem fazer companhia à colite nervosa, perdão, síndroma do cólon irritável (que entretanto e como a nossa vida é uma pasmaceira sem stress, o marido também já arranjou uma de estimação).

Passei a noite de sexta para sábado a ser acordada a intervalos regulares por cólicas, ou espasmos, ou o que lhe quiserem chamar que nem me deixavam respirar durante uns segundos. Durante o dia piorou, estive deitada, que experimentei sentar-me e foi um deus-nos-acuda.

- Foste ao hospital?

- É que é já a seguir.

Quanto mais não seja porque ao fim de semana aquela coisa fica a menos de meio gás, e só há um médico de plantão, especialistas, népia. Exames? De segunda a sexta. Estava-me mesmo a ver, horas na sala de espera (sem me aguentar sentada, havia de ser lindo...) e depois ah, e coiso, é preciso fazer um exame XPTO, e (com a minha sorte até haveriam camas...) fica connosco até lá.

ÓY!

Por isso aguentei-me à bronca, e deixei-me ficar, mandei dois diazepans (ansiolíticos) pela goela abaixo à hora do almoço, com um iogurte liquido. E a coisa acalmou. Dormi duas horitas, e quando voltou foi com mais força, mas eu aguentei, que de hospitais estou farta. Nos intervalos entre o dormir e o acordada, li. Não podia vir para a sala para junto do marido que, coitado, teve um fim-de-semana-deus-me-livre, e o portátil, para eu poder jogar - posso passar um dia de roda de jigsaws (quando digo puzzles quem percebe de gaming pensa noutro tipo de jogos) - era preciso estar sobre o estômago. Fora de questão.

Ainda retomei a dose ansiolítica ao inicio da noite (o que me fez conseguir levantar e indicar ao marido o passo-a-passo do jantar para os dois, que acabou por ser para um que o filho deu de frosques com os amigos), e voltei para a cama e continuei a ler.

E quando o marido se deitou ao meu lado, lemos os dois.

No domingo consegui levantar-me e pôr-me toda torta no sofá com os pés na otomana, semi-deitada. Mas volta e meia ia para o quarto... ler.

À noite já consegui comer um iogurte, fruta e bolachas, e lá me aguentei na sala. Depois quando me deitei... li.

Faltava aproximadamente um terço do livro que tinha começado na sexta à noite, e que tem 408 paginas... só mais um bocadinho, só  mais um bocadinho, acabei a re-colocar a dust-cover e a colocá-lo de lado, marcador em cima.

Foi uma das melhores leituras de que me lembro, e foi recomendada. Mas sobre isso falo depois. 

A ver se a coisa continua a melhorar, que continuo a escrever, promise.

B'jinhos!

28
Abr14

É que contado nem dá para imaginar...

Fátima Bento

Ainda não passava da meia noite, por isso ainda não era segunda-feira.

Tínhamos dado o comprimido à Piccolina de tarde, e deixado o da Mia para quando os deitássemos: como ela se põe como de costume, ao lado da minha almofada, e só pegar naqueles (ui alguns dez quilos) de gata (!) virá-la de barriga para cima, e eu abro-lhe a boca e zuuut, lá para o fundo (senão a sacana cospe). Ontem foi 'trigo-limpo-farinha-amparo', nem rosnou, nem nada (o rosnar dela só serve para fazer barulho, a pachola)...

Já tinha dito que elas não se gramam, não já? Assim mesmo de todo e a ciumeira às vezes assume proporções descabidas... já não já?

O Vítor  pousou-a em cima da cama e eu comecei a fazer-lhe festinhas e 'ai que linda que é a menina da mommy - as mariquices do costume - e ele Não faças isso, estás a levantar pelos!, num décibel (UM! que aquilo não era horas de usar nem mais meio) acima. Foi o suficiente.

A zarolhinha (que neste momento está aqui a ronronar enquanto toma banho), que estava a espreitar pela nesga da porta entra de rompante precisamente quando eu tinha pegado na ruiva - para a colocar ao lado da minha almofada e ato continuo, dentro da cama - e com ela no ar, qual Rafiki a mostrar o Simba aos subditos, a outra infere um ataque de tal forma rápido e violento que me atingiu as duas mãos - para ser mais precisa, deixou-me o anelar direito feito num oito. Ralhei eu, ralhou o Vítor, veio o Tomás do outro lado da casa, pus a Mia dentro da cama (tadinha, rosnava e tremia), e a outra rondava a ver se tinha abertura para repetir a investida. O Vítor perguntava 'magoou-te?'e eu: dói mas ainda não vejo sangue e repetia é pá dói mesmo muito, pá dói c'umó raio... o Tomás lá levou a pequena delambida, e eu peguei no meu livro, depois de limpar a bola de sangue que se formou à dobra do lençol (sim, praticidade é o meu nome do meio) e ter dito mais meia dúzia de vezes que me doía muito, muito, e pus-me a ler, até acabar o livro.

HOJE, acordei com algum desconforto naquela mão. Fui olhar, e o meu pobre anelar está inchado. não o consigo esticar (muito menos dobrar) e pareço uma totózinha a teclar com dois dedos. Haviam de ver a luta que foi coordenar a colher com que comi o iogurte... quando faço algum gesto mais brusco, até fico mal disposta... 

Não querem lá ver qualquela besta me partiu o dedo?

Amanhã vou ao médico, se for caso disso manda-me fazer um raio x (mas o mais provável é que se farte de gozar comigo).

Mas, digo já: ESTA MERD@ NÃO TEM GRAÇA NENHUMA!

Dasse!

... a sonsa...

31
Mar14

Do fim de semana

Fátima Bento

Pois que... adoeci. Estava-se mesmo a ver, andava há uns dias 'incomodada' com sintomas de sinusite, e a acordar com pontas de febre (a que eu ligo até 10 minutos depois de sair da cama) todos os dias entre as seis e sete da manhã - tenho a  agradecer a cortesia a uma ansiedade sem razão aparente, e a uma gata mimada que se lembra de chorar a plenos pulmões que nem bezerro desmamado mal o humano sai para o trabalho... e quando ela entra naquele esquema, é que nem é 'braço de ferro', eu dou GG*, e levanto-me, irra!).

Pois como disse, no sábado andei mais mole, e à noite, depois de acabar o jantar (uma receita fantástica do último livro do Jamie) já nem quis ouvir falar em sobremesa. Foi o sous chef que fez o bolo de chocolate Milka, o meteu no forno, e eu depois lá lhe pus a cobertura... E comemo-lo quentinho com gelado de baunilha (o que é tãobom-tãobom-tãobom!).

Mas pronto, amarrei o cavalo a um poste e assim ficámos. 

Domingo foi passado assim de-va-gar, com sesta, medicação, e hoje ainda estou meio em papas, o que é natural (daqui nada vai Actifed e caminha, a ver se amanhã estou boa e me recomendo).

Por isso e com relação ao Projecto que anunciei no final da semana passada, sou obrigada a fazer alterações: por agora, fica suspenso. Depois a gente vê.

B'jinhos qu'esta vai fazer o que deve - tomar o anti-histaminico, e rumar à caminha, com um livro - que me emprestaram e que tenho curiosidade em ler pela descrição que me fizeram.

E depois é um ó-ó bom.

B'jinhos e até logo!

*GG - Good Game, expressão usada quando uma equipa se dá por vencida, em video games interativos

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

kinsella.png

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora