Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Post a correr...

Continuo doente e de pc fechado, vou usando só o telefone. E com o mesmo, não consigo mudar a fonte nem justificar (nem corrigir) o texto. Uma grande gaita, portanto. A ver se, como amanhã tenho de atravessar o Tejo, me passa esta porcaria ou se fico com uma carraspana valente a ver se ma dão qualquer coisa que faça passar isto de uma vez...! Fart (...)

Fim de semana do demo, ishhhhhhhhh!

Só não entro por aqui a matar com um ESTOU DE VOLTA!! Porque blahh, estou doente com uma coisa que nunca tive e que me tem obrigado a estar a maior parte do tempo deitada. Presumo eu, que seja uma úlcera no estômago, que vem fazer companhia à colite nervosa, perdão, síndroma do cólon irritável (que entretanto e como a nossa vida é uma pasmaceira sem stress, o marido também já arranjou uma de estimação). Passei a noite de sexta para sábado a ser acordada a intervalos (...)

É que contado nem dá para imaginar...

Ainda não passava da meia noite, por isso ainda não era segunda-feira. Tínhamos dado o comprimido à Piccolina de tarde, e deixado o da Mia para quando os deitássemos: como ela se põe como de costume, ao lado da minha almofada, e só pegar naqueles (ui alguns dez quilos) de gata (!) virá-la de barriga para cima, e eu abro-lhe a boca e zuuut, lá para o fundo (senão a sacana cospe). Ontem foi 'trigo-limpo-farinha-amparo', nem rosnou, nem nada (o rosnar dela só serve para fazer (...)

Do fim de semana

Pois que... adoeci. Estava-se mesmo a ver, andava há uns dias 'incomodada' com sintomas de sinusite, e a acordar com pontas de febre (a que eu ligo até 10 minutos depois de sair da cama) todos os dias entre as seis e sete da manhã - tenho a  agradecer a cortesia a uma ansiedade sem razão aparente, e a uma gata mimada que se lembra de chorar a plenos pulmões que nem bezerro desmamado mal o humano sai para o trabalho... e quando ela entra naquele esquema, é que nem é 'braço de ferro', eu dou