Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Um poema especial, entre tantos outros...

20.03.14 | Fátima Bento | comentar
Este poema foi para mim quase um hino - nem tanto ao que era como ao que gostaria de ser - desde que o ouvi pela primeira vez. E nessa primeira vez, ouvi-o pela voz de Maria Bethânia no Coliseu de Lisboa, no final dos anos 80, num concerto que ainda hoje guardo com o (...)

Só para ti, e nem é por hoje ser hoje...

19.03.14 | Fátima Bento | comentar
Aí no final do arco-íris, não acredito que tenham calendários, pelo que deves sentir um sopro morno no lugar do coração quando me lembro de ti. O que quer dizer que sentes todos os dias, e hoje, 19 de Março não é diferente. Porque mesmo que não dê por isso, (...)

Até que NEM a morte nos separe

06.03.14 | Fátima Bento | ver comentários (11)
Olha, garanto que já não me levanto a meio da noite do conforto da minha cama para espiar pela fresta da porta do teu quarto, zelar que estejas pacificamente a dormir. Nem me levanto do sofá, ou me dirijo de outro canto da casa ate à mesma divisão em que te encontras (...)

Fatima Bento's Oscar night

02.03.14 | Fátima Bento | ver comentários (3)
Todos os anos - podem ir ao outro blogue confirmar - eu segui os Óscares. O ano passado fiz on the spot o acompanhamento e comentários sobre as vitórias a cada categoria. No dia seguinte levantei-me e na blogosfera andavam nas bocas do mundo os blogues que falavam de (...)