Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

O que me ficou da noite eleitoral

- e que guardei, embora sem vontade nenhuma

Ou seja, foi mau. Tudo foi muito mau. Valeu que a abstenção que, tendo sido imensa, foi menor de que era esperado.   No entanto que fique claro que essa abstenção terá de diminuir,  já que o papão está mesmo aí, e já não é, de todo, um mito urbano...   Para além da tristeza do resultado - no cômputo geral foi um ponto de diferença, e um ponto é pouco mais que nada - fiquei estarrecida com o discurso de Rui Rio.   Sem deixar espaço para dúvidas, o "pai" Rio pegou no (...)

Às urnas!

- vamos defender esta liberdade que é nossa.

  Gostaria mesmo de ter qualquer coisa iluminada para debitar sobre o tema, mas não tenho. Poderia falar sobre os candidatos, da urticária que me provoca a recém trabalhada dicção de Ana Gomes, que não é a candidata que me poderia arrebatar com a sua paixão, e que resolveu deitar fora o bebé com a agua do banho, restando aquela arvela que fala uns decibéis abaixo do sofrível. Claro que se estivesse a transpirar fervor por todos os poros, me havia de recordar do incidente da (...)

A regra do carrinho de bebé, as ervas daninhas as passadeiras e as eleições ao virar da esquina...

Conhecem a regra do carrinho de bebé? Não?   Quando estaciono o Rocinante, faço-o em espinha (o gajo é bastante comprido) sempre que possível, e deixando entre o carro e a parede, espaço suficiente para caber um carrinho de bebé.   Não é ciência.   E depois há isto! Mais ao fundo, o Rocinante. Mais perto, ao lado, um carro (também Toyota) enorme, lindamente estacionado em espinha. Mas... praticamente encostado à parede! Tive de passar pela estrada para entrar no prédio - (...)

Quando a piada a perde.

Sabem aquela piada que se contava enquanto decorria a campanha eleitoral americana?   "Se Bernie Sanders ganhar, será o primeiro presidente judeu na história dos Estados Unidos; Se Ted Cruz ganhar, será o primeiro presidente hispânico na história dos Estados Unidos; Se Hillary Clinton ganhar, será a primeira mulher presidente na história dos Estados Unidos; Se Donald Trump ganhar, será o último presidente na história dos Estados Unidos."   Sabem?   Perdeu COM-PLE-TA-MEN-TE a (...)

E eu a pensar que o Cavaco Silva era capaz de um gesto radical antes de sair de cena

... sou muito ingénua, burra e idiota. A sério, às vezes sinto-me assim. Com discurso a demonizar os programas dos partidos mais à esquerda no acordo com o PS - de que se desconhecem os contornos efetivos, dr. Costa, pecadilho (quase) imperdoável - e toma-lá-bolachas, vais à AR e cais de seguida. Começa a novela, baralha e torna a dar. Estamos no inicio da procissão? Já saímos do adro? (...)

Politica-de-haters?

Este título será estranho, mas todos estamos familiarizados com os haters que pululam nas redes sociais, na blogosfera, na world wide web, todos conhecemos a expressão, certo?   Mais simples, todos nós conhecemos alguém, ou vários 'alguéns' que, mais de que ser do Benfica são anti-Sporting, mais de que ser do Sporting, são anti-Porto, mais de que ser do Porto são anti-Benfica. E baralha e torna a dar.   Ora nesta meada politica sem ponta (e divertidíssima, perdoem o (...)

Adenda

... ao post que publiquei no domingo: Afinal de contas, vivemos em democracia, e o resultado foi a escolha da maioria dos portugueses. E portugueses somos todos. {de qualquer maneira, os dias que enumero está altamente inflacionado. Não chegamos nem a meio, até sermos chamados a colocar outra cruz noutro boletim, e este noutra urna...}