Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Perder peso sem fazer (realmente) dieta - da fome a serio e da outra

Pois que uma das coisas que nos dizem, nos livros de dietas (um dia destes tiro uma foto com a pilha imensa que fui juntando ao longo dos anos), é ao facto que devemos prestar atenção a se temos mesmo fome, antes de levar o que quer que seja à boca. Certo. E temos nós a capacidade de destrinçar entre a fome física e a, digamos, emocional? Mais, lá porque sabemos a diferença, isso vai alterar alguma coisa? Existem muitos casos em que é recomendado que um psicólogo acompanhe o (...)

Os adolescentes, o casamento e a boa forma. Ou a boa forma e o casamento. Ou o raio que os parta.

Hoje estava eu a ler este post que merece mesmo mesmo ser lido e VISTO, e lembrei-me de duas vezes em que já se me levantaram os cabelos da nuca ao ouvir a mesmíssima frase dita com a intenção precisamente similar em duas situações dispares, e por duas pessoas diferentes. A primeira vez foi o meu filho (17 aninhos). "Estás a preocupar-te com gordura porquê? Tu até já és casada!" D (...)

Perder peso sem fazer (realmente) dieta #1

Primavera, solinho, e tal e coiso, e o pessoal todo a sonhar com a praia e a ter pesadelos com a linha. É não é? Pois. É que eu também sou gaja - não é que a testosterona não se preocupe com o mesmo...   Mas pronto, a questão é emagrecer a que preço?   Falo por mim... há alguns items a ter em conta quando pensamos em perder peso. A saber: Não é facil iniciar uma dieta, quando a cabeça anda perdida em mil e uma coisas diferentes. E, ao contrário do que dizem, não basta (...)

Por isso é que cada um de nós tem uma sobre os ombros...

Seja devido à crise, seja um fenómeno cíclico, como poderão garantir alguns sociólogos que se debrucem sobre o assunto, a verdade é que entraram na moda uma serie de coisas que parecem novidade, mas na verdade não o são. O minimalismo, a frugalidade, o retorno ao natural e biológico, o elogio do olhar para dentro e à volta, devagar, apreciando cada pequena coisa que nos vai enriquecer o dia... lamento, mas até aqui, nada de novo. Estamos todos e todas muito IN, a invadir os (...)