Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

26
Nov17

Irrita-me sentir frio

Fátima Bento

Leiam bem o titulo: não me irrita o frio, é mais o senti-lo.

 

Já fui uma friorenta de primeira, mas ao longo do tempo sou-o cada vez menos. De há uns quatro anos a esta parte cada vez estou menos permeável às temperaturas (mais) baixas. Mas não sou nenhuma heroína, e se sentir frio sou a primeira a ir buscar o bobby e a ligá-lo à corrente!

 

Mas gosto daquela sensação de valentia, com que fico quando como no dia dos meus anos mergulhei de pés juntos numa piscina gelada e do formigueiro que me corre por baixo da pele enquanto a temperatura do corpo e a dos elementos entram em sintonia. Que é o que se passa quando me deito na cama de top de alcinhas e a coisa vai nivelando até ficar super confortável.

 

Agora no primeiro dia em que o frio se fez notar, e eu tive de apertar o cardigan à volta do corpo fiquei danada. Ô coisa para que não estava preparada!

 

De resto gosto de tudo. Das tardes sossegadas com um chá e uma manta de roda de um livro ou serie que me sabem pela vida...

 

95cc8094610e431c5a1f2479cce99323.jpg

 

Agora parece que as temperaturas baixas vieram para ficar. Vamos ver quando vou buscar o bobby. Aceitam-se apostas...

 

01
Nov17

Os "meus" outros gatinhos

Fátima Bento

Lembram-se dos gatinhos do quintal?  Pois que no dia 16, logo a seguir ao domingo negro e dia em que eu fiz 24 anos de casada, havia previsão de chuva. Estando eu fora (mas não longe) a comemorar a data com o marido, se já estava com o sistema nervoso atrofiado por causa dos incêndios, e apesar de saber que era importante a chuva para ajudar a apagar o que ardia, fiz uma caldeirada na cabeça juntando o facto de ser o primeiro contacto dos bichanos com a água que ia cair que acabei num estado mental pouco mais que sofrível. Nessa noite dormi mesmo mal.

 

Ora dia 17 já em casa desencantei uma caixa de arrumação e 'bora arranjar uma casota para os pequenos se abrigarem da chuva. Se bem o pensei, melhor o Victor pegou na ideia e na caixa e fez uma casota à maneira para os gatinhos. Furo aqui, furo ali, passa arame, e finalmente mais uns furos na tampa, que ficou ligeiramente inclinada, para não acumular água, et voilá! Assim ficou o nosso trabalho: 

 

casota.JPG

 

E como logo a seguir choveu, fui à janela e tirei a foto possível com o telemóvel - já que não via nada e queria saber se tinha resultado...

 

casota 2.JPG

 

Fiquei tão contente! Estavam lá os três (na foto só se vêm as pernas das duas fêmeas, o macho está ao fundo)!

 

Tendo em conta, no entanto, que já passaram duas semanas, e que nesta fase eles crescem todos os dias - e de que maneira! - comprei outra caixa - a maior que fazem - que é muito alta, i.e., profunda, onde os três vão caber à vontade. Mais logo, aqui os dois engenhocas vão transformá-la e vou substituir uma pela outra logo "à hora da telenovela" - ao pôr do sol, que é quando os patos da quinta começam a grasnar, e calculo que recolham, e os melros começam a piar e a voar para a árvore onde dormem (muito melro há aqui atrás!); nesse bocado, eles três posicionam-se em lugares estratégicos para terem a melhor visibilidade e ficam ali um bom quarto de hora. 

 

É que, como as noites e manhãs estão frias, eles metem-se dentro, e só saem para comer, voltando para dentro logo a seguir. Nem sei como conseguem caber - dois deles estão enormes! - mas lá se ajeitam...

 

E é assim a vida daqueles bichanos. Ninguém lhes toca, porque não conseguimos chegar-lhes, mas são os gatos mais "caseiros" que já vi: nem defender o território conseguem, os palermas, quando aparece uma gata daqui do lado é vê-los a fugir!

 

Mas, garanto, são uns bichinhos muito felizes  

 

banner.JPG

 

26
Out17

BOM DIA a quem como eu tinha saudades...

Fátima Bento

... do friozinho.

 

c65b70bc921412a540170933589ada40.jpg

 

Diz o Accuweather que aqui estão 16º com sensação de 14º.

 

Se calhar estão, e o nº14 só me parece mentira de elevado porque já não passo por um há uns tempos - isto de não ter de sair de casa de manhã cedo tem destas coisas (boas). 

 

Mas o frio que se faz sentir advém, principalmente, de estar nevoeiro. Que já foi cerrado, mas agora começou a levantar.

 

Estive a dar de comer aos gatinhos e eis lá foi ela toda fresca de camisa de noite de alças para a janela.

 

Man!!!!!

 

Estive ali meia hora, e quando entrei a minha pele estava gelaaaada! 

Foi ver-me a correr à procura de um casaco para não arrefecer, para a humidade não entranhar pela pele dentro - não entranhou, já estou quentinha.

 

Por isso, meus amores, aproveitai a manhã para matar saudades que diz que a tarde vai ser um inferno...

03
Out17

De fugida

Fátima Bento

Não ia fechar o dia sem vir aqui dar uma pequena palavrinha.

 

Pois que sim, que o aniversário foi muito bem celebrado, e que Ô Hotel Golf Mar está na mesma, para quem conhece. Eu já lá não ia há uns 25 anos e é isso: está na mesma. Não se degradou, está cuidado, mas não avançou. Por isso a resposta a uma das minhas dúvidas: porque raio é que o hotel perdeu uma estrela, está respondida: porque está na mesma.

 

Ontem fizemos a viagem com muito calor, chegámos lá com calor e vento - o literal Oeste é lixado... - e hoje acordámos entre a névoa e o nevoeiro. E fresco assim-a-modos-que-a-puxar-um-bocadinho-para-o-frio (vá lá, deixa-te de eufemismos: hoje de manhã estava frio!).

 

Feito o check out seguimos para a Ericeira, onde almoçámos. Ventania do demo, e frio. Ok, o frio derivava do muito vento, certo, e as praias (pelo menos a que fotografei) ficava abrigada por um paredão mas eu, que gosto assumidamente de água fria, garanto que não entrava naquela. Eishhh!!! E aquela praia abrigadinha nem tinha rebentação digna desse nome... mas a agua é assim para o gelado, que bem sei.

 

20171003_125657.jpg

 

Saímos portanto da Ericeira com os ossos a acusar a baixa temperatura e, apesar do sol que brilhava aberto, havia uma névoa que parecia feita de gaze que passava por nós empurrada pelo mencionado vento. Foi a primeira vez que vi uma coisa assim...

 

Seguimos para Lisboa pela A9 e a temperatura subiu em flecha... com a terra do surf a poucos quilómetros, já transpirávamos. Logo a seguir apanhámos um pequeno troço da A8 e entramos em Lisboa; às 16:00 já estávamos em casa.

 

Estamos feitos num oito com as mudanças de temperatura e o calor absurdo que se faz sentir aqui não ajuda à festa... fizemos sesta quando chegámos e não tarda estou a dormir de novo. As mudanças de temperatura são terríveis, e tantas no mesmo dia é obra!

 

Mas foi muito bom! Amanhã falo melhor no assunto! Hoje foi só para dar um alô...

 

Até amanhã 

25
Jan17

Sinto-me uma flor de estufa*.

Fátima Bento

Cabeleireira marcada para as 10h - nuances feitas em finais de Setembro a precisarem de banho de cor, que o meu cabelo cresce tanto que já pareciam madeixas californianas...

Sair da cama: um suplicio. Quentinha, quentinha... às tantas lá saí debaixo do edredão, vesti o pijama e enfiei o robe (já contei que a minha rotina é ao contrário, não já?), e casa de banho, cozinha, pequeno almoço das duas princesas, café e iogurte (grego, de baunilha) com müesli (de chocolate) - sem os parêntesis até parecia que aqui a menina é bem comportadíssima... pus o soutien sobre o aquecedor - vestir um soutien frio? Mas vocês estão doidos? e vai de dar volta à casa à procura de um camisolão quente

 

{eu explico: pertenço à raça das cebolas... visto uma blusa, ou camisola de mangas 3/4, por cima um cardigan, depois um casaco, se este não for suficientemente quente, uma écharpe daquelas grandes. Se não usar écharpe vai um cachecol. Assim é só tira peça, põe peça. Mas hoje tinha de haver um camisolão quente.Tinha}

 

porque me lembrei que ia estar sem casaco à mercê do frio da tinta. 

Encontrei um camisolão nos conformes perendidos, de homem, e quase que bati palminhas!

Saí de casa minutos antes das 10:00h - estavam 3 graus. Qu'éistosinhores? A temperatura mais baixa que enfrentei durante o dia este ano. Saí da cabeleireira, 6 graus, embora o sol já desse um ar de sua graça e tivesse afastado o nevoeiro.

Mas que coisa! Hoje vou para Lisboa com o copo thermos do Starbucks com chá... e o pior vai ser quando voltar - mas eu peço à Sofia para me fazer um carioca de limão no mesmo. Ao fim de uma hora ainda há-de estar (muito) quente.

cc8e0f2821b4d0f74cd9e0be71ca3459.jpg 

(daqui)

 

 

*Isto de só sair de casa quando nos convém - ou tem mesmo de ser - tem coisas muita boas... eu nem imagino o frio que NÃO tenho apanhado...

24
Jan17

(ups, já fiz asneira!) Aventura(s) no cinema outra vez

Fátima Bento

Sento-me. Ligo o Pc. Vou ao blogue. E descubro que ontem fiz disparate.

 

O último post publicado, Aventura no cinema, deveria ser um rascunho. E esteve ali a noite toda, tadinho. E agora vai lá ficar, por respeito à comentadora.

 

É que o tema central nem era o facto de na próxima quinta-feira ir ver (se calhar é melhor colocar aqui tencionar ir  ver, não vá o diabo estar atrás da porta, como dizem os mais idosos) o pré-mítico La La Land - que é um filme que estou em pulgas para ver, já que o género, no Hollywood dos 40 e 50, dava cartas, e adoro desde o Gene Kelly ao Fred Astaire... acho que no meu top 5 dos filmes feitos de antes de eu nascer, só um é que não é musical...

 

Agora, a aventura que refiro no título é outra.

 

  • Já foram ao cinema e o filme começou sem legendas? - Check
  • Já foram ao cinema e o filme estava tão desfocado que podiam jurar que estava numa sala 3D sem óculos? - Check
  • Já foram ao cinema e o filme estava sem som? - Check
  • Já foram ao cinema e tiveram de parar a projeção porque não conseguiam regular o projetor (e esperaram?) - Check
  • Já chegaram ao cinema dez minutos atrasados e encontraram a sala de luzes acesas, com gente nas cadeiras - e saíram para garantir que a sala era mesmo aquela - e o filme começou quase 30 minutos depois da hora? - Check

 

Agora...

 

  • Já chegaram ao cinema à hora certa e deram com a sala às escuras, foram avisar o funcionário que as ligou, sentaram-se na cadeira, os anúncios começaram sem som, foram avisar o funcionário, que tentou dar som à coisa, não conseguiu, desligou a máquina e acendeu as luzes, enquanto chamava a equipa técnica (ou o mais aproximado de uma que estava disponível), a equipa mexeu, mexeu, e às tantas ouve-se do walkie talkie do funcionário: avisa a bilheteira que não vendam bilhetes para a sala 6 até o problema estar resolvido! Et voilá!

 

É que além de eu gostar muito de ir ao cinema - e vou uma vez por semana, sempre à primeira sessão, se não acontecer nada que o impeça em qualquer dos 5 dias úteis da mesma - nós, eu e o Victor gostamos ambos muito de ir ao cinema, e não o fazendo todas as semanas, fazêmo-lo pelo menos duas vezes por mês. E este sábado que passou resolvemos ir ver Viver na noite/Live by night do e com o Ben Affleck (escrito, realizado, co-produzido e protagonizado pelo mesmo).

 

0B6_FdrJD56OmTU0tYUFybWw0a0U.jpg

 

E passou-se o acima descrito.

Foi um pequeno anticlimax, já que estávamos com pica para ir ver o filme. Tanta ou tão pouca que esta semana lá estaremos de novo a tentar de novo.

Mas sem dramas. Deram-nos a hipótese de trocar de sala, mas não nos apetecia ver mais nenhum dos que estavam para aquela hora. Recebemos o valor do dinheiro e fomos à nossa vida.

 

Que foi aborrecido? Foi. Ainda para mais, e sendo, as usual, a sessão das 12:30h, o shopping estava gelado; sábado, espera-se sempre enchente, resolveram poupar no aquecimento (grande erro!), e nem apetecia estar lá dentro - garanto que os lojistas perderam muitas vendas naquelas horas, independentemente de ser época de saldos. Começávamos a andar nos corredores e só apetecia ir a correr para o estacionamento, e fechar-nos dentro do carro. O Almada Fórum estava tão vazio como ainda só o vi à hora da abertura...

 

Não foi um dia perdido, porque com o fantástico sol que fazia, houve mais que inventar para distrair... mas bolas!

 

- de qualquer maneira, continuo a considerar aqueles cinemas os melhores dos arredores - Lisboa incluída, dentro dos que conheço - e estou a incluir os funcionários na equação, mesmo depois de todas os incidentes acima descritos. Tenho um cinema a 5 minutos, e faço 15 quilómetros só para ver o "meu" cinema ali...

25
Nov15

Ele e o aquecedor

Fátima Bento

... ou termoventilador, ou radiador, ou qualquer outra coisa que não ar condicionado (!).

Eu: vou tomar duche e levo o termoventilador, que quando abro as portas da cabine CON-GE-LO!

Ele: Ok, leva. Para longe.

Eu - percorro os trinta metros

      (mais palmo menos palmo)

de corredor que separa a sala

      (onde ele está sentado, quase encostado à parede que fica mais afastada da porta)

da casa de banho. Fecho a porta, deixando uma nesga de 4 ou 5 cm para evitar que o ar fique rarefeito (também tenho direito às minhas paranóias, SIM???). Ligo o dito cujo.

Ontem foi noite de 'bora-lá-tratar-de-mim', i.e, esfoliar o rosto, aplicar máscara hidratante, lavar o cabelo, retirar bem o champô, pôr amaciador, enxaguar bem, colocar máscara reparadora...

Duas horas depois

      (mais palmo, menos palmo)

saio da casa de banho, com o termocoiso devidamente desligado na mão, e volto para a sala.

Dez minutos depois...

Ele: Vês?

      (a tocar com o indicador na ponta do nariz)

já estou! Já estou constipado!

Eu: (reviro os olhos)

Ele: Pois! C-O-N-S-T-I-P-A-D-O!

Não aguento e desato a rir. O riso contagia-o qual 'bichinho-dos-coisinhos-que-deitam-calor-e-não-são-ar-condicionado', acabamos os dois à gargalhada, comigo a descrever o exagero com ainda maior exagero e a jurar que vou fazer um post como assunto.

Ele: Vais fazer um post... não vais nada!

Eu: lá agora...

54087055_ec9647ce35.jpg

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

as gemeas.png

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora