Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

31
Jan17

Alan Turing. Alguém?

Fátima Bento

O nome Alan Turing diz alguma coisa a alguém que está a ler estas linhas? Vá lá, não se falou dele assim há tanto tempo...

Pronto, eu mostro uma foto...

Alan-turing-ftd.jpg

E agora, já alguém temuma ideia?

Ok, última oportunidade... por aqui acredito que talvez quem ainda se sente perdido chegue lá...

the_imitation_game_behind-every-code-there-is-an-e

Alan Turing foi aquele génio matemático que conseguiu descodificar a Enigma - o sistema de códigos secretos usados pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Mais, e resumindo MESMO MUITO, podemos dizer que é devido a ele que hoje vos escrevo este texto: foi ele o pai do computador.

 

Em 1952, independentemente dos serviços prestados à nação e ao mundo, Turing foi condenado por atos homossexuais, e sujeito à administração de hormonas femininas e a castração quimica. Dois anos depois, ingere cianeto por forma a pôr termo à sua vida. Estava à beira de completar 42 anos.

 

Em 2009 o então primeiro ministro Gordon Brown apresentou uma desculpa formal/pública pelo sucedido e na véspera do Natal de 2013, a Raínha concedeu-lhe o perdão real pela condenação por homossexualidade.

 

E ontem, ah, "Hoje é um dia verdadeiramente memorável", disse Gyimah ontem, ao assinalar a entrada em vigor da "Lei de Turing", diploma batizado assim em honra de Alan Turing (1912-1954), com esta lei o governo britânico concede um indulto e um "perdão póstumo" a milhares de homens condenados no passado no Reino Unido por serem homossexuais ou bissexuais.

 

Desculpem, mas estão à espera que aplauda?

Depois de esperarem mais de meio século para concederem um indulto que nem chega perto do desumano que foi o que fizeram passar aos condenados?

 

Querem que aplauda. Pois que não. 

 

23
Jan15

O amor não tem sexo

Fátima Bento

Em primeiro lugar é o medo. O medo que inibe o raciocínio lógico, e que leva à ignorância, e à criação de raízes da mesma.

Depois é o preconceito. O preconceito que cria teorias que se dizem válidas para explicar o que não é verdadeiro. O preconceito que se agarra a tudo o que mexe para validar o invalidável.

A homossexualidade não se pega. Não se ensina. Não é doença.

Usar como argumento que as crianças aprendem e imitam a escolha sexual dos pais é absurdo. Não se escolhe ser homossexual: a escolha sexual é como um gato malhado: ou é ou não é. Não é só às vezes, e muito menos se lhe desenharmos as mesmas manchas com um marcador: continuará a ser o mesmo gato.

Ponto final parágrafo.

Os lares de acolhimento, as creches, todos os estabelecimentos que recebem crianças para adopção transbordam de pequenas pessoas que anseiam por amor, carinho, proteção individualizada, 'one to one'.

Existem casais de pessoas do mesmo sexo que desejam, acima de tudo, dar um lar a uma pequena pessoa que deseje, e necessite, ser amada, protegida, necessite de segurança e presença de adultos afectuosos. 

Sejam esses pais um de cada sexo, duas mulheres dois homens, o amor é amor, não tem sexo.

0.jpg

Vergonha começou por ser o chumbo da proposta de co-adopção, Vergonha com V maiúsculo.

Um casal vive junto, digamos, dez anos, sendo que um dos dois tem um filho adoptado. O adoptante morre, a familia direta do mesmo é homofóbica e decide que a criança não volta a ver o pai sobrevivente... é isso a proteção da criança? É isso ter em atenção o melhor interesse do menor, fazê-lo perder ambos os pais de um golpe só?

Já quanto à proposta de ontem, sendo eu completamente a favor da adoção plena por homosexuais, devo dizer que, na minha opinião, foi um tiro no pé. Levar este projecto-lei a discussão no parlamento depois do chumbo da co-adopção, dificilmente traria surpresas.

Neste país à beira mar plantado há que mudar mentalidades.

ANTES DE MAIS NADA HÁ QUE MUDAR MENTALIDADES.

{Depois, e só depois, vamos a jogo e pomos as cartas na mesa...}

 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

as gemeas.png

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora