Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... e 'mái nada!

... e 'mái nada!

Como é que se lida com isto?

  Há sete anos atrás escrevi no Diário de uma dona de casa 2.0 sobre um exercício que a Professora Helena Marujo - que leciona Psicologia Positiva na Universidade de Lisboa - fazia, nomeadamente quando as pessoas não conseguiam (assim sem pensar muito) dizer o que as faz feliz, ou pelo menos, quando foi a última vez que se sentiram felizes.   - é incrível a quantidade de pessoas que balbuciam e não sai nada... porque não sabem a primeira, nem se lembram da segunda...   E (...)

Entre o "o que é que faz?" e o (... ah não faz nada!)

  Alguém me explica porque é que nestas coisas de sociedade, mingling e afins é tão absolutamente importante a profissão da pessoa com que falamos? Ok, pode funcionar como facilitador no momento em que duas pessoas se conhecem, mas também pode resultar no oposto. É que é um bocadinho difícil estar à altura das expectativas do outro e dizer ah fiz montes de coisas (e eu lá perguntei o que fizeste? ou perguntei o que fazes?), e agora estou em casa com os miúdos - por (...)

Mais uma volta, mais uma corrida - e não me parece que aguente muitas mais destas...

Vocês desculpem lá os desabafos que se seguem, prometo que "já a seguir"* faço um post completamente diferente, interessante, e mais, ÚTIL!, mas agora tenho de despejar os fígados, sob perigo de envenenamento, e morrer amarelinha como uma gema de ovo de galinhas caseiras. Mas comecemos pelo inicio. MESMO pelo inicio. Há 24 anos fui mãe pela primeira vez. E cinco anos volvidos, pela segunda. E apaixonada pelos meus rebentos, eis que decido ficar em casa com eles - pelo meio houve (...)