Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

10
Jul15

A última noite em Tremore beach, Mikel Santiago - Bingo!

Fátima Bento

Diz o adágio que de Espanha nem bom vento nem bom casamento. Mas caramba, não se aplica à literatura, concerteza: tenho lido do melhor vindo de lá, nomeadamente do país basco - pois se o meu adorado Ruiz Zafón não é daí?

 

Esta semana agarrei num livro que me despertou a atenção no escaparate, ainda quentinho (pelo menos não o tinha visto antes) e trouxe-o comigo.  Fartinha que estava de falsas partidas - o meu estado de espírito anda 'avariado', e já tinha feito um sem numero de tentativas e não passava das primeiras paginas e, vá-se lá saber porquê, achei que aquele ia 'quebrar o enguiço'. Nessa noite abri-o e comecei a ler.

Há bastante tempo que um livro não provocava em mim o frenesi que este provocou. Ontem, eu saí do comboio com ele na mão, dedo a marcar a página para mal entrasse no metro continuar a leitura. A cada segundo livre, abria-o para ler um paragrafo que fosse. Quase - pela segunda vez na vida - ia perdendo a paragem do comboio por ir embrenhada na leitura, e ele foi vê-la a correr para a saída antes que decidissem arrancar!

Acabei-o  este final de tarde - quando em casa, só costumo ler à noite - isso dirá qualquer coisa, sim?

Só tenho uma coisa a dizer: é o melhor livro que li este ano.

Começamos a ler e não fazemos, de todo, ideia do que se trata, nem o que vai acontecer, e o livro vai-se tecendo à nossa volta como uma teia, e às tantas somos umas moscas voluntárias à espera do que lá vem. E que continuamos sem antever o que seja.

Não o larguei, não consegui. 

A sinopse que eu posso fazer é um musico-compositor que perdeu a inspiração depois de um divórcio doloroso, muda-se para a Irlanda para viver em reclusão e lamber as feridas em paz. E depois um dia ouve uma voz que lhe diz 'não saias de casa. Hoje não'.

Digo já que não é um livro dentro do género fantástico, paranormal, whatever. É um thriller psicológico com criatividade às carradas e uma escrita inatacável.

Mikel Santiago é um nome a guardar e seguir.

Aconselho vivamente. Não sei se já aqui disse isto este ano, mas se só comprar um livro esta estação, compre este.

Mete "A Rapariga no Comboio" a milhas.

1507-1.jpg

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

...porque outubro é quando quisermos...

mini.JPG

 

Pesquisar

A ler agora

kinsella.png

 

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sigam-me aqui:

Bloglovin.JPG

 

Instagramem-me:

Aqui e agora