Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

Porque Eu Posso

... e 'mái nada!

21
Fev21

Bonança

depois da tempestade

Fátima Bento
  E já passou! De manhã ainda choveu, gotas grossas quase de despedida, e depois limpou; o céu voltou a ficar azul e a luz, aquela luz que faz tanta falta, aqueceu-nos de novo a alma.   De (...)
08
Fev21

Atrofiei

- o que é expetável e natural.

Fátima Bento
  Há três dias que estou em casa. Não é nenhum recorde, mas calhou que neste momento quase nem sei respirar corretamente. Este fim de semana não escrevi, já escorregava para este espaço (...)